spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Adega José de Sousa anuncia dois programas de vindimas

A Adega José de Sousa, em Reguengos de Monsaraz, tem dois programas dedicados à arte de colher a uva e a transformar em vinho, que incluem visitas às adegas, participação nas vindimas e um almoço ou uma prova de vinhos com degustação.

Estes programas, que vão decorrer entre 20 de Agosto e 18 de Setembro, mediante disponibilidade e marcação prévia, vão permitir que os interessados participem nas actividades de vindima que estejam a decorrer no momento da sua visita, como o corte dos cachos, no campo, ou, nas adegas, a prova dos mostos ou a pisa a pé.

Há duas opções de programas, a primeira, sem almoço, começa com um welcome drink às 11h, seguido de uma visita às duas adegas da propriedade, com participação nas actividades de vindimas que estejam a decorrer.

Depois, pelas 12h15, segue-se uma prova de três vinhos e a degustação de produtos regionais, que incluem enchidos, queijos, pão e azeite. O programa termina pelas 13h.

O preço desta modalidade é de 28 euros por pessoa, sendo que para crianças até aos 10 anos é gratuito, para jovens até aos 17 tem o preço de 10 euros, e o preço familiar (2 adultos e 2 jovens) é de 68 euros.

A opção com almoço é similar à anterior, sendo que em vez de ter uma prova de vinhos e degustação, tem uma refeição marcada para as 12h15, com petiscos regionais, entre os quais, gaspacho, empadas de galinha, folhados de carne, queijos, enchidos, pão regional, entre outros, acompanhados por vinhos José de Sousa. O programa termina mais tarde que o anterior, pelas 14h30.

O preço desta modalidade é de 58 euros por pessoa, 15 euros para crianças com idades entre os 4 e os 8 anos, 25 euros para jovens até aos 17, enquanto que o preço família (2 adultos e 2 jovens) é de 150 euros.

As reservas podem ser efectuadas por e-mail (josedesousa@jmfonseca.pt) ou por telefone (918 269 569).

A Adega José de Sousa data de 1878 e apresenta-se em comunicado como “uma das mais antigas e tradicionais da região, que engloba duas adegas que trabalham estilos muito distintos”. Na “Adega dos Potes, o método de fermentação ancestral e antigo está presente na produção dos vinhos, já na Adega Moderna, a tecnologia implementada na produção é indispensável para conseguir atingir a excelência”.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img