spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Funchal lidera recuperação de passageiros nos aeroportos portugueses

O aeroporto do Funchal está a ultrapassar mensalmente os números de passageiros de 2019, pré-pandemia, tendo conseguido mesmo um aumento superior a 80 mil no mês de Maio.

Dados publicados pela autoridade aeronáutica portuguesa, ANAC, indicam que 362,7 mil passageiros utilizaram o Aeroporto Cristiano Ronaldo, no Funchal, em Maio, que compara com 281 mil em Maio de 2019, pré-pandemia.

O Aeroporto do Funchal teve assim o maior aumento relativamente ao mês homólogo pré-pandemia, seguido pelo Porto, com mais 14,2 mil, Pico, nos Açores, com mais 4,2 mil, Porto Santo, na Madeira, com mais dois mil, Flores e São Jorge, nos Açores, com mais 1,5 mil e mais 1,4 mil, respectivamente.

Também com mais passageiros que em Maio de 2019 estiveram os aeroportos de Santa Maria, nos Açores, com mais 560, Corvo, nos Açores, com mais 72, e Cascais, Portimão e Beja, no continente, respectivamente com mais 13, mais 47 e mais um.

Lisboa manteve-se o maior aeroporto português, com 2,53 milhões de passageiros, seguido por Porto, com 1,2 milhões, Faro, com 927,3 mil, Funchal, com 362,7 mil, e Ponta Delgada, com 174,8 mil.

A informação da ANAC indica que no mês de Maio os aeroportos portugueses tiveram 4,85 milhões de passageiros, +8,4% que no mês anterior e mais 349,6% que em Maio de 2021, mas ainda 4,6% abaixo de Maio de 2019, pré-pandemia.

Esse total de passageiros, de acordo com a mesma fonte, inclui 4,36 milhões em voos internacionais e 489,8 mil em domésticos.

A mesma informação mostra que a quebra do total de passageiros de Maio deste ano em relação ao mês homólogo de 2019 se deve a um menor número de passageiros de voos internacionais, que tiveram um decréscimo em 5,7%, enquanto os domésticos tiveram aumento de 6,3%.

- Publicidade-spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias