spot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

TAP lidera transporte internacional de passageiros em oito aeroportos brasileiros

A TAP é a maior transportadora aérea de passageiros em voos internacionais em oito aeroportos brasileiros, um deles o RIOgaleão, no Rio de Janeiro, também denominado Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Dados da Agência Aeronáutica da Aviação Civil do Brasil a que o PressTUR teve acesso indicam que nos 12 meses de Setembro de 2022 a Agosto de 2023, a TAP transportou praticamente 170 mil passageiros em voos internacionais de/para o Galeão.

A companhia portuguesa valeu assim 10,7% do total de passageiros de voos internacionais do Galeão nesse ano de operação, à frente da argentina Aerolíneas Argentinas, com 9,5%, da low cost Flybondi, também argentina, com 8,6%, Air France, com 8,1%, e da chilena LAN, do grupo LATAM, com 7%.

Os dados recolhidos pelo PressTUR mostram que o Rio de Janeiro até é das cidades brasileiras onde a TAP tem menos quota de mercado do transporte aéreo internacional de passageiros, designadamente por que é dos hubs brasileiros mais apetecidos para as companhias latino-americanas, designadamente pela atracção turística que a cidade exerce.

A informação mostra que o aeroporto brasileiro onde a quota de TAP é menor é São Paulo Guarulhos, maior hub não só do Brasil, como de toda a América do Sul, com 6,53 milhões de passageiros de voos internacionais de Setembro de 2022 a Agosto de 2023, e onde, por isso mesmo, a competição é mais feroz e com mais players.

Em São Paulo, a TAP, com 282,4 mil passageiros, representa ‘apenas’ 4,3% dos passageiros de voos internacionais de Guarulhos, onde a líder é a LATAM Brasil, subsidiária do grupo formado pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, com uma quota de 26,4%, equivalente a 1,72 milhões de passageiros de voos internacionais.

Seguem-se a Aerolíneas Argentinas, da vizinha Argentina e, portanto com uma componente de voos de curto e médio curso, que tradicionalmente têm números de passageiros mais elevados, como também a TAM e outras regionais, incluindo a brasileira GOL, com 352,8 mil passageiros e quota de 5,4%, e ao contrário da TAP e outras concorrentes, como as norte-americanas American Airlines, nº3, com 354,8 mil passageiros e uma quota de 5,4%, e a United Airlines, nº 5, com 297,4 mil passageiros e quota de 4,6%.

A TAP cotou-se como a 6ª maior em passageiros, à frente da panamiana Copa, com 276,5 mil passageiros e uma quota de 4,2%, da francesa Air France, com 205,4 mil passageiros e quota de 4,2%, e a sua ‘irmã’ de grupo KLM, com 134,8 mil passageiros e quota de 2,1%, e a Lufthansa, com 120,3 mil passageiros e quota de 1,8%.

Os dados a que o PressTUR teve acesso incluem ainda entre as maiores companhias em passageiros de voos internacionais de/para o Brasil a espanhola Air Europa, com 118,5 mil passageiros e quota de 1,8%, a Swiss, do grupo Lufthansa, com 117,4 mil passageiros e quota de 1,8%, a British Airways e a Iberia, ambas do IAG, a primeira com 116,7 mil passageiros e quota de 1,8%, e a segunda com 103 mil passageiros e quota de 1,6%.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias