Serralves no Porto reabre hoje com exposição da fotografia de Jorge Molder

05-04-2021 (14h31)

Foto: www.serralves.pt
Foto: www.serralves.pt

O Museu de Serralves, no Porto, reabre ao público hoje, 5 de Abril, com a inauguração de uma exposição do fotógrafo português Jorge Molder, depois de ter estado encerrado desde Janeiro devido à pandemia de covid-19.

Em exibição até 3 de Outubro, esta exposição, apresentada no mezanino da Biblioteca de Serralves, reúne uma selecção de obras de Jorge Molder, de 74 anos, feita a partir de um conjunto mais vasto existente no acervo de Serralves.

Em comunicado citado pela Agência Lusa, a Fundação de Serralves explicou que são apresentadas fotografias das séries “T.V.” (1995), “La Reine vous salue” (2001), “Tangram” (2004/08), “Call for Papers” (2013) e “Zizi” (2013).

“O trabalho de Molder é conhecido sobretudo pelas suas fotografias a preto e branco, em que o artista se autofotografa (apenas o rosto, corpo inteiro ou as mãos) vestindo habitualmente fato escuro e camisa branca, ideia que é contrariada pelas duas séries mais recentes”, sublinhou.

As referências provenientes da literatura, do cinema, da música ou da história da arte, bem como o quotidiano, vida e a sua natureza incerta e imprevisível são fundamentais na sua obra, na medida em que podem constituir o ponto a partir do qual se pode derivar e construir algo, explica a apresentação da exposição, em Serralves.

Neste sentido, e pelo facto de a exposição ter lugar na biblioteca, a mostra é complementada com um conjunto de referências bibliográficas "importantes" para o artista, disponíveis para consulta e com a apresentação de alguns dos seus livros e catálogos de exposições.

Além desta mostra, Serralves retomas as exposições de Louise Bourgeois, R.H. Quaytman e Nalini Malani, três “referências incontornáveis” da arte contemporânea universal, e de Korakrit Arunanondchai e Hugo Canoilas, que se apresentam com linguagens e abordagens inovadoras.

Já a Casa do Cinema Manoel de Oliveira reabre com a exposição Manoel Oliveira Fotógrafo, que dá a conhecer uma faceta até agora desconhecida do cineasta, e com a exposição permanente Manoel de Oliveira, que se organiza em torno de renovadas leituras sobre a obra e espólio do cineasta.

No parque, onde a exposição "A Floresta", no Lagar da Quinta, abre de novo ao público, será também possível usufruir de diversas obras de arte em espaço aberto, como as integrantes das exposições de Louise Bourgeois e de Olafur Eliasson, e as esculturas da Colecção de Serralves ali instaladas em permanência, de autoria de Anish Kapoor, Richard Serra, Alberto Carneiro e Ângelo de Sousa.

A partir de segunda-feira volta a ser possível visitar museus, monumentos, palácios e sítios arqueológicos ou similares, nacionais, regionais e municipais, públicos ou privados, bem como galerias de arte e salas de exposições.

Clique para ver mais: Actividades

Clique para ver mais: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento dos Capuchos recebe visitas guiadas nocturnas a 16 de Abril

12-04-2021 (17h49)

A Parques de Sintra vai organizar visitas guiadas nocturnas ao Convento dos Capuchos, no dia 16 de Abril, para celebrar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

Festa da Flor em Outubro vai assinalar a retoma da “normalidade” na Madeira

12-04-2021 (15h51)

O Governo da Madeira prevê que a reabertura total das actividades ocorra em Outubro e agendou para a primeira semana desse mês a realização da Festa da Flor, um dos maiores cartazes turísticos da região.

Auditório de Espinho recebe os Mão Morta, Lena d’Água, jazz e música clássica até Junho

12-04-2021 (14h08)

Um filme-concerto por Mão Morta, um espectáculo por Lena d'Água e concertos por Mário Costa e Ricardo Toscano são algumas das propostas da programação do Auditório de Espinho até Junho, revelou hoje, 12 de Abril, a direcção dessa sala de espetáculos.

Helena Almeida, Mário Cesariny e Peter Zimmermann em exposição em Coimbra

09-04-2021 (16h00)

O Centro de Arte Contemporânea de Coimbra inaugura hoje, 9 de Abril, a segunda exposição do ciclo "De que é feita uma coleção?", onde estarão presentes obras de Helena Almeida, Mário Cesariny e Peter Zimmermann, entre outros.

Visitas ao centro histórico e ao Castelo de Palmela foram adiadas

08-04-2021 (15h21)

As visitas guiadas gratuitas ao centro histórico e ao Castelo de Palmela, previstas para 10 de Abril, foram adiadas para 8 de Maio e 12 de Junho.

Opinião e Análise