Festival Circular de Vila do Conde retoma modelo tradicional e apresenta estreias

09-09-2021 (16h39)

Imagem: www.circularfestival.com
Imagem: www.circularfestival.com

A edição deste ano do Circular - Festival de Artes Performativas de Vila do Conde retoma o modelo tradicional, depois de algumas contingências em 2020, devido à pandemia de covid-19, apresentando várias estreias absolutas.

Desse lote de novidades fazem parte os espectáculos de dança “Calçada”, do coreógrafo brasileiro Volmir Cordeiro, cuja exibição no Circular tinha sido cancelada no ano passado, ou a apresentação de um trabalho do também coreógrafo Raul Maia, intitulado “A Fala da Racha”.

O certame, que se realiza entre 18 e 25 de Setembro, em vários espaços culturais de Vila do Conde, no distrito do Porto, ainda terá, segundo a organização, a lotação das salas reduzida para metade, para continuar a cumprir todas normas de segurança impostas pela Direcção-Geral da Saúde (DGS).

“Em 2020 tivemos sorte de conseguir cumprir o festival, porque a situação nessa altura estava mais aliviada. Mas foi uma edição muito desafiante, com algumas hesitações, mas que nos deu experiência e nos permite encarar este ano com mais confiança e segurança”, explicou Paulo Vasques, que partilha a direcção artística do evento com Dina Magalhães.

O responsável lembrou que já na edição anterior sentiu o público “ávido por voltar a ver espectáculos ao vivo e socializar”, acreditando que a premissa se manterá este ano, mesmo com a imposição das regras de segurança sanitária na utilização dos equipamentos culturais, nomeadamente o uso de máscara.

“Espero que as pessoas possam aderir com ainda mais confiança ao festival. As medidas são rigorosas, não é preciso ter receios. É preciso estimular esse encontro, para que as pessoas possam continuar a usufruir da cultura com segurança”, acrescentou Paulo Vasques.

A programação do Festival Circular inclui um conjunto de espectáculos e propostas artísticas nas áreas da dança, música, teatro, performance e artes visuais, mas abre também um espaço para a reflexão e pensamento.

O certame arranca com uma exposição acompanhada por uma apresentação musical, apelidada de “Membrana”, com fotografias e vídeos de Mónica Batista e estruturas sonoras de João Pais Filipe, inspirada na residência artística que ambos tiveram no Uganda.

Ainda no âmbito da música, João Pais Filipe e a italiana Valentina Magaletti, ambos percussionistas, vão apresentar seu projeto CZN, com sintetizadores do produtor Leon Marks.

No segundo fim-de-semana do Circular está agendada uma performance de Clara Amaral, numa sessão limitada a cinco pessoas que se repetirá diversas vezes, com o título “She gave it to me i got it from her”, numa actuação que privilegia o gesto e a fala.

Destaque ainda para o lançamento do CD “Peixinho Patriarca Percussão”, projecto de Eduardo Luís Patriarca que interpreta o trabalho de Jorge Peixinho, e para uma conferência da filósofa Maria Filomena Molder, professora catedrática da Universidade Nova de Lisboa.

O espectáculo de fecho do festival estará ao cargo do colectivo feminino espanhol Los Detectives, que apresenta a peça de humor “Pienso Casa, Digo Silla”.

O preço dos bilhetes para os espectáculos está fixado em cinco euros e podem ser adquiridos nos equipamentos culturais de Vila do Conde e nas plataformas online.

O Festival Circular, que este ano tem um orçamento de 80 mil euros, conta com o patrocínio da Câmara Municipal de Vila do Conde e é financiado pela Direcção-Geral das Artes.

Clique para ver mais: Actividades

Clique para ver mais: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Festa das Rosas em Viana do Castelo classificada Património Cultural Imaterial

15-09-2021 (11h12)

O registo da Festa das Rosas de Vila Franca, em Viana do Castelo, romaria que se realiza há 399 anos, foi formalizado no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, como consta do anúncio publicado em Diário da República.

Aldeia Ruiva recebe iniciativa “Aldeia Djembe Camp”

10-09-2021 (20h04)

O Parque de Campismo da Aldeia Ruiva, no concelho de Proença-a-Nova, distrito de Castelo Branco, tem em curso até Sábado um evento de música e dança da cultura da África Ocidental.

GP de Portugal de motocrosse cancelado

10-09-2021 (19h43)

O Grande Prémio de Portugal do Mundial de Motocrosse, previsto para 23 e 24 de Outubro, foi cancelado devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a organização.

Aplauso – Movimento de Apoio a Artistas promove espectáculos solidários em Outubro

09-09-2021 (16h21)

O Aplauso – Movimento de Apoio a Artistas promove em Outubro dois espectáculos solidários, no Casino Estoril, em Cascais, com a receita de bilheteira a servir para apoiar “as famílias do espectáculo”.

Termas Centro Classic Cars regressa com mais automóveis

06-09-2021 (15h12)

A segunda edição do Termas Centro Classic Cars, que vai levar 45 automóveis clássicos e históricos à região centro, vai decorrer no próximo fim-de-semana de 10 a 12 de Setembro.

Opinião e Análise