Madeira mantém testes PCR nos aeroportos e exige antigénio nos portos

10-09-2021 (11h50)

Foto: Unsplash / Ibrahim Boran
Foto: Unsplash / Ibrahim Boran

O Governo da Madeira anunciou hoje, 10 de Setembro, que mantém a obrigatoriedade de testes PCR nos aeroportos e vai exigir a apresentação de testes antigénio nos portos, tendo em conta a retoma dos navios de cruzeiro já a partir deste mês.

As medidas foram decididas em reunião do Conselho do Governo Regional (PSD/CDS-PP), liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque, e produzem efeitos a partir da meia-noite de Sábado.

Segundo a Agência Lusa, para os viajantes que desembarquem nos aeroportos mantém-se a obrigatoriedade de apresentar comprovativo de teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, realizado no período máximo de 72 horas anteriores ao embarque.

Já nos portos, os viajantes podem apresentar apenas comprovativo da realização de teste rápido com resultado negativo, realizado até 48 horas antes do desembarque, excepto se estiverem na posse de PCR efectuado nas 72 horas anteriores.

“Na prática, [a nova resolução] vem adaptar a legislação em vigor à realidade da retoma dos cruzeiros e dos testes antigénio realizados a bordo”, é referido em comunicado.

O executivo madeirense indica que, no caso de o viajante se recusar a cumprir voluntariamente qualquer das opções previstas, a autoridade de saúde determinará o seu “confinamento obrigatório” ou “compulsivamente” durante dez dias a contar da chegada à região, numa unidade hoteleira designada, sendo-lhe imputados os custos referentes à hospedagem.

Em 25 de Agosto, o secretário regional da Economia, Rui Barreto, anunciou que o porto do Funchal tinha agendadas 111 escalas de navios de cruzeiro entre Setembro e o final do ano, salientando tratar-se de um “sinal animador” para a retoma da actividade.

De acordo com os dados mais recentes da Direcção Regional de Saúde, o arquipélago da Madeira, com cerca de 250 mil habitantes, regista 164 casos ativos de covid-19, num total 11.429 confirmados desde o início da pandemia e 75 mortos associados à doença.

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Turismo deve regressar aos números pré-pandémicos em 2023 – Rita Marques

20-10-2021 (16h26)

A secretária de Estado do Turismo de Portugal, Rita Marques, afirmou hoje em Madrid que o Governo espera que o setor regresse em 2023 aos valores que faturou em 2019, antes da pandemia de covid-19.

Airmet junta 150 pessoas na celebração do seu 15º aniversário em Lisboa

20-10-2021 (16h08)

A Airmet assinalou o seu 15º aniversário com um evento em Lisboa, onde juntou 150 pessoas, e tem novo encontro marcado para esta sexta-feira, dia 22, no Porto.

São Tomé e Príncipe e Gana assinam acordos de mobilidade, turismo e consultas políticas

20-10-2021 (15h46)

Os Governos de São Tomé e Príncipe e do Gana assinaram, em São Tomé, um acordo geral de cooperação e três outros nas áreas de mobilidade, turismo e consultas políticas que serão dinamizadas por uma comissão mista.

Pandemia atira novos projectos da Hoti Hotéis para 2028

20-10-2021 (15h29)

A Hoti Hotéis concentrou os seus esforços durante a pandemia em renovações das unidades hoteleiras, conseguindo subidas de preço médio, mas viu-se obrigada a adiar a abertura de novos hotéis, que, segundo o CEO do Grupo, aguardam a “reabertura gradual do mercado de financiamento”.

Venezuela restringe voos internacionais por tempo indeterminado

20-10-2021 (15h25)

As autoridades venezuelanas prolongaram, por tempo indeterminado, as restrições às operações aéreas internacionais em vigor no país, devido à quarentena preventiva da covid-19.

Opinião e Análise