Suíça exige teste negativo e quarentena a viajantes de Portugal

30-11-2021 (14h06)

Foto: Unsplash / Mat Napo
Foto: Unsplash / Mat Napo

A Suíça passou a exigir teste negativo e quarentena a todos os cidadãos que viajem de Portugal, mesmo vacinados ou recuperados da covid-19, por causa da presença em território português da variante Ómicron.

A inclusão de Portugal pelas autoridades de saúde suíças na lista de países com variantes “de preocupação”, como a Ómicron, entrou hoje em vigor, um dia depois de Portugal ter confirmado a existência de 13 casos desta variante do coronavírus em território português.

As autoridades suíças definiram que qualquer pessoa proveniente desta lista de países e que tenha mais de 16 anos deve apresentar à chegada ao país um teste negativo (rápido antigénio ou PCR), mesmo que esteja vacinada ou tenham recuperado da covid-19.

O teste PCR ou antigénio deve ser repetido entre o 4º e o 7º dia em território suíço, segundo as autoridades.

Todos, mesmo as crianças, devem ainda preencher um formulário de entrada e completar uma quarentena de 10 dias. A regra também se aplica aos recuperados e vacinados.

Desde hoje, além de Portugal, passaram a fazer parte desta lista de países, elaborada pelas autoridades suíças, o Canadá, o Japão e a Nigéria, que se juntaram a cerca de duas dezenas de outros onde circulam “variantes de preocupação”.

A entrada em território suíço de cidadãos destes países deve ser de imediato comunicada as autoridades do respetivo cantão.

As autoridades portuguesas confirmaram na segunda-feira a presença em território nacional de 13 casos da Ómicron, a nova variante do coronavírus, que terão resultado de uma viagem recente à África do Sul de uma das pessoas infetadas.

Esta nova variante genética do coronavírus, inicialmente identificada na África do Sul e em alguns países da África Austral, foi já identificada também nos últimos dias em alguns países europeus.

(Notícia Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Suíça

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Alemanha regista recorde de novos casos

12-01-2022 (17h27)

A Alemanha registou 80.430 infectados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia, de acordo com os últimos números do Instituto Robert Koch para a virologia.

Itália bate recorde de vacinação diário com 686.000 imunizações

12-01-2022 (17h23)

A Itália atingiu um número recorde de quase 700.000 doses da vacina contra a covid-19 inoculadas num dia, anunciou hoje o comissário extraordinário nomeado pelo governo para a emergência sanitária, o general Francesco Figliuolo.

Vacinas aprovadas na UE dão “elevado nível de proteção” contra Ómicron

12-01-2022 (15h48)

As vacinas contra a covid-19 aprovadas na União Europeia (UE) fornecem “elevado nível de protecção” - 70% após duas doses e 90% após reforço - contra a variante Ómicron, divulgou hoje a Agência Europeia de Medicamentos, falando numa variante menos grave.

Certificados de vacinação já integram doses de reforço e validade passa a 9 meses

12-01-2022 (13h44)

A dose de reforço já foi integrada nos certificados de vacinação, que passam a ter nove meses de validade, segundo a Direcção-Geral da Saúde (DGS).

UE caminha para vírus se tornar endémico, mas ainda não está nessa fase

11-01-2022 (16h16)

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) disse hoje que a União Europeia (UE) está “a caminhar” para que o vírus SARS-CoV-2, causador da covid-19, se torne endémico, principalmente devido à variante Ómicron, mas “ainda não está nessa fase”.

Opinião e Análise