Novo Anantara em Budapeste “é uma ode arquitectónica à era Belle Époque”

25-11-2021 (16h41)

A Minor Hotels estreou a sua marca Anantara na Hungria ao adicionar à sua rede um hotel histórico em Budapeste, que apresenta como “uma ode arquitectónica à era Belle Époque, revelando a combinação do glamour antigo com o luxo contemporâneo”.

O hotel que agora recebeu o nome Anantara New York Palace Budapest Hotel foi construído em 1894 e, segundo um comunicado, foi “palco de encontros de intelectuais húngaros e está localizado na sofisticada avenida Erzsébet Krt, no lado Peste do rio Danúbio”.

O edifício foi “projectado pelo famoso arquiteto húngaro, Alajos Hauszmann” e “apresenta influências italianas renascentistas, barrocas, góticas e de Art Nouveau”.

O hotel tem 185 quartos e suites, com peças de arte e antiguidades centenárias. As duas suites presidenciais têm 135 metros quadrados e estão decoradas com lustres de vidro Murano feitos à mão, mobiliário personalizado, casas de banho luxuosas em mármore e características de design italiano de assinatura.

No primeiro semestre do próximo ano, o hotel passará “a incluir um conjunto completo de marcas registadas Anantara”. A renovação começou no Verão e “irá revelar um glamouroso novo lobby, elegantes quartos e passará a contar com um restaurante de cozinha húngara, o White Salon”.

As opções gastronómicas do hotel incluem o New York Café, liderado pelo chef Andras Wolf, que é “o coração do hotel, servindo sumptuosas refeições, ao som dos músicos clássicos residentes, sob tectos de frescos com candelabros de vidro veneziano e balaustradas douradas”.

Outras opções incluem o The Poet Bar, “um local intimista para uma bebida após o jantar” e o restaurante Deep Water, um “espaço destinado aos pequenos-almoços de assinatura Anantara”. Há ainda o Atrium, “sob a luz natural de um amplo tecto de vidro”, apresentado como “hub de socialização, com magníficos cocktails e outras bebidas refrescantes”.

O hotel também tem instalações para reuniões e eventos, sociais ou negócio. O destaque neste segmento é “uma elegante sala para um máximo de 550 pessoas e outros pequenos espaços com luz natural, decorados com detalhes barrocos mas sofisticados centros de conferências da autoria de Iosa Ghini”.

A partir da Primavera, o hotel vai ter um Anantara Spa, que pretende ser “o refugio de eleição para uma fuga da cidade com quatro salas de tratamento e instalações de relaxamento, incluindo uma sauna, sala de banho turco e uma piscina de 15 metros”.

“Estamos entusiasmados por anunciar a nossa primeira propriedade na Hungria, o Anantara New York Palace é uma jóia que oferece uma arquitectura única, história e património. O majestoso hotel é um passo estratégico no crescimento contínuo de Anantara na Europa e representa uma grande inclusão ao portfólio da marca”, afirmou Dillip Rajakarier, CEO da Minor Hotels.

Trata-se do quarto hotel Anantara na Europa, depois do Anantara Vilamoura Algarve Resort, Anantara Villa Padierna Palace Marbella e Anantara Palazzo Naiadi Rome.

 

Clique para ver mais: Minor

Clique para ver mais: Anantara

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

UE suspende temporariamente voos de Moçambique e mais seis países devido a variante

26-11-2021 (17h48)

Os Estados-membros da União Europeia (UE) decidiram hoje suspender temporariamente voos de sete países da África Austral, incluindo Moçambique, devido à identificação de uma variante do coronavírus, causador da covid-19, na África do Sul, altamente mutante.

Comissão Europeia vai propor suspensão de voos com origem na África austral devido a nova variante

26-11-2021 (15h22)

A Comissão Europeia vai propor a suspensão de voos da África Austral com destino à União Europeia devido ao aparecimento de uma nova variante do SARS-CoV-2, causador da covid-19, anunciou esta manhã a presidente da instituição.

Reino Unido avalia restrições a mais países em conjunto com UE

26-11-2021 (14h58)

O ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, afirmou hoje estar a avaliar restrições a mais países devido à nova variante do coronavírus identificada na África do Sul em colaboração com a União Europeia (UE) para uma resposta comum.

OMS diz precisar de “várias semanas” para avaliar risco da nova variante

26-11-2021 (14h53)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje que serão precisas “várias semanas” para conhecer o nível de risco e de transmissibilidade da nova variante do novo coronavírus, detectada inicialmente na África do Sul.

França proíbe voos provenientes de Moçambique e de outros países da região

26-11-2021 (13h03)

A França suspendeu hoje os voos provenientes de Moçambique, África do Sul, Lesotho, Botsuana, Zimbabué, Namíbia e Essuatini, com efeito imediato e durante pelo menos 48 horas, após ter sido encontrada uma nova variante do coronavírus.

Opinião e Análise