Agentes de viagens britânicos pedem redução do preço dos testes PCR

03-05-2021 (10h26)

Foto: Unsplash / JC Gellidon
Foto: Unsplash / JC Gellidon

Os agentes de viagens do Reino Unido estão a pedir uma redução do preço dos testes PCR para valores na ordem dos 29 euros, para permitir que os turistas convencionais possam viajar.

No Reino Unido, os testes são exigidos aos viajantes antes da partida e após o regresso, independentemente do destino, e variam entre 44,90 e 200 libras (entre 52 e 230 euros ao câmbio de hoje), escreve o jornal especializado em turismo “Travel Weekly”.

A associação dos agentes de viagens britânicos (ABTA), citada pelo jornal, diz que os testes custam em média 128 libras (147 euros), mas vários grupos de operação turística conseguiram acordos com fornecedores de testes que permitem reduzir os preços para valores entre 44,90 e 60 libras (52 euros e 69 euros).

Apesar destes acordos, os agentes de viagens ouvidos pelo “Travel Weekly” dizem que é preciso reduzir ainda mais o preço dos testes para os viajantes convencionais fazerem reservas.

Um dos profissionais ouvidos pelo jornal britânico diz que o preço deverá ser reduzido para um máximo de 25 libras (29 euros) e sugere que o governo ajude a financiar os custos.

A redução do preço dos testes está a ser solicitada pelos agentes de viagens britânicos após a divulgação dos resultados de um inquérito da Opinium, encomendada pela seguradora Battleface em Março. O inquérito feito a 2.000 pessoas indicou que 49% dos britânicos estão dispostos a pagar até 25 libras por um teste PCR para viajar e apenas 4% estão dispostos a pagar 75 libras ou mais.

Uma das soluções que o Reino Unido está a analisar para reduzir o preço dos testes é a isenção do IVA (clique para ler: Reino Unido pondera eliminar o IVA dos testes PCR obrigatórios para todos os viajantes).

Ver também:

Reino Unido perdeu a liderança entre os mercados emissores para Portugal num ano de pandemia

 

Clique para ver mais: Reino Unido

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

British Airways anuncia mais voos para destinos de Sol, mas só na Grécia, Canárias e Turquia

11-05-2021 (15h53)

A British Airways, maior companhia do IAG, segundo maior grupo de aviação europeu, ‘entrou’ hoje na ‘onda’ do reforço da oferta para destinos de Verão, na sequência do relaxamento pelo Governo britânico das restrições às viagens, com a curiosidade de se concentrar na Grécia, Canárias e Turquia, excluindo Portugal, destino privilegiado por Ryanair, easyJet e Jet2.com.

easyJet reforça operação entre Portugal e Reino Unido com mais 20 mil lugares

11-05-2021 (14h51)

A easyJet anunciou um reforço da sua operação entre Portugal e Reino Unido, com mais 20 mil lugares nos voos entre os dois países, por ter verificado um "aumento da procura" pelos destinos portugueses, que diz resultar do anúncio pelo governo britânico de que Portugal faz parte dos destinos considerados seguros para viajar.

easyJet assinala entrada de Portugal na ‘lista verde’ do Reino Unido com voos Newcastle-Faro

10-05-2021 (19h15)

A companhia de aviação easyJet anunciou que vai voar entre Newcastle e Faro este Verão, a partir de 19 de Julho, com três frequências semanais.

Ryanair avança em força para aproveitar a ‘luz verde’ do Reino Unido às férias em Portugal

10-05-2021 (13h07)

A low cost Ryanair, pré-pandemia segunda maior companhia de aviação em passageiros transportados de/para Portugal, anunciou a inclusão de “175.000 lugares extra” em 75 voos adicionais do Reino Unido para Portugal para que os seus passageiros possam aproveitar a inclusão de Portugal na “lista verde” de destinos de lazer.

Governo britânico confirma Portugal na “lista verde” de viagens

07-05-2021 (23h27)

Portugal vai estar na “lista verde” de países considerados seguros para viajar e isentos de quarentena na chegada a Inglaterra a partir de 17 de Maio, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps.

Opinião e Análise