Turismo de Macau promove-se em Xangai como destino seguro

26-05-2021 (10h16)

Foto: Turismo de Macau
Foto: Turismo de Macau

Macau vai realizar uma acção de promoção turística na cidade chinesa de Xangai, mostrando-se como destino saudável e seguro de covid-19, anunciaram na terça-feira as autoridades, citadas pela Agência Lusa.

Entre os dias 3 e 7 de Junho, as autoridades do antigo território administrado por Portugal vão continuar com a mensagem que têm estado a passar desde o último trimestre do ano passado: “Macau é um destino saudável e seguro para visitar”, lê-se em comunicado.

As autoridades de Macau, juntamente com a Air Macau e outras instituições, têm promovido descontos em bilhetes de avião e em estadas e têm realizado várias promoções turísticas em cidades, como as já realizadas em Pequim, em Hangzhou e em Nanjing.

“Foram preparadas para a promoção diversas ofertas turísticas no valor total de mais de 110 milhões de renmimbis [14 milhões de euros], que incluem bilhetes de avião, alojamento em hotéis, restauração e produtos turísticos, para promoção e venda no local, e em plataformas relacionadas”, frisou a Direcção dos Serviços de Turismo.

“A iniciativa em Xangai inclui uma promoção de rua de grande escala, actividades de promoção gastronómica, um seminário de promoção de turismo e de convenções e exposições, bolsas de contacto, entre outras, que irão promover os ricos elementos de ‘turismo +’ de Macau”, lê-se na mesma nota.

O objectivo, salienta, é a recuperação daquele que é o maior, e quase exclusivo, motor da economia de Macau: o turismo.

Em meados do mês de Abril, a directora dos Serviços de Turismo (DST) de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes, anunciou que o Governo está a planear mais seis acções de promoção turística do território na China.

Em Abril, quase 800.000 pessoas visitaram o território, confirmando o aumento gradual do número de turistas, após a reabertura gradual das fronteiras e do impacto da pandemia de covid-19 no turismo.

Antes da pandemia, em 2019, Macau recebeu quase 40 milhões de visitantes.

O território diagnosticou o primeiro caso de covid-19 no final de Janeiro de 2020, contabilizando até agora apenas 51, nenhum dos quais activo, não tendo registado nenhuma morte provocada pela covid-19.

 

Clique para mais notícias: Macau

Clique para mais notícias: Ásia e Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Macau promove feira internacional de turismo para revitalizar o sector

23-06-2021 (10h20)

Macau, que encerrou o seu Centro de Promoção e Informação Turística em Lisboa, vai organizar uma feira internacional de turismo de 9 a 11 de Julho, que pretende ser um “contributo para a recuperação e revitalização” do sector.

Beijing Capital Airlines retoma voo entre Portugal e China

21-06-2021 (10h42)

A Beijing Capital Airlines retomou a ligação aérea entre Portugal e a China este fim de semana, após ter estado suspensa por duas semanas, por terem sido detectados sete casos de covid-19, em Maio, num voo oriundo de Lisboa.

Governo timorense levanta confinamento obrigatório em Díli

16-06-2021 (11h36)

O Governo timorense deliberou hoje levantar o confinamento obrigatório em Díli, mantendo, porém, cercas sanitárias na capital, Baucau Bobonaro e Covalima durante mais sete dias, informou o executivo.

Governo de Macau encerra Centro de Promoção e Informação Turística em Lisboa

16-06-2021 (11h02)

O Governo de Macau decidiu encerrar o Centro de Promoção e Informação Turística de Macau em Portugal, o seu quinto maior mercado europeu em número de visitantes antes da pandemia. A decisão deve-se à "racionalização de quadros e simplificação administrativa", disse hoje a directora dos Serviços de Turismo.

Solférias promove formação sobre as Maldivas a 22 de Junho

16-06-2021 (10h55)

O operador turístico Solférias vai realizar um webinar para agentes de viagens sobre as Maldivas na próxima terça-feira, dia 22 de Junho.

Opinião e Análise