Maior navio de cruzeiros do mundo vai fazer itinerários a partir da China

21-04-2021 (15h36)

Fotos: Royal Caribbean
Fotos: Royal Caribbean

A Royal Caribbean International anunciou que Xangai e Hong Kong serão os portos de embarque do Wonder of the Seas, que será o maior navio de cruzeiros do mundo quando for inaugurado em 2022, e que fará itinerários pelo Japão, Vietname e Coreia do Sul.

O navio está em construção em Saint-Nazaire (França) e “será o maior navio de cruzeiro do mundo e o primeiro da classe Oasis na Ásia a partir de Março de 2022”, sublinha um comunicado da Royal Caribbean, representada em Portugal pela Melair.

As reservas para os cruzeiros da temporada inaugural deste navio já estão abertas.

Entre Março e Novembro de 2022, o Wonder of the Seas vai fazer uma viagem de ida e volta de Xangai ao Japão, onde os viajantes “podem mergulhar na cultura asiática”, visitando Tóquio, Monte Fuji, Kumamoto, Kagoshima, Ishigaki e Miyazaki.

Entre Novembro de 2022 e Janeiro de 2023, as partidas do Wonder serão de Hong Kong, incluindo cruzeiros de Natal e Ano Novo com paragens em Chan May, Vietname; Busan e Jeju, Coreia do Sul; Kochi e Okinawa, Japão; e Taipei, China.

O Wonder of the Seas é o quinto navio da Classe Oasis da Royal Caribbean, tem uma arqueação bruta de 236.857 toneladas, 362 metros de comprimento e 64 metros de largura.

O navio tem 18 Decks e 2.867 camarotes para acomodar até 6.988 passageiros.

O Wonder “será o primeiro desta classe com oito bairros, apresentando o novo Bairro Suite ao lado do famoso Central Park; o AquaTheater ao ar livre, com um novo visual, palco de espetáculos surpreendentes de mergulhos acrobáticos; o Ultimate Abyss, o slide mais alto em alto mar; e a Zip Line de 25 metros com altura de 10 decks acima do bairro Boardwalk”.

O Bairro Suite é exclusivo para hóspedes alojados em suites, proporcionando “uma experiência privada, com restaurantes dedicados de classe mundial, um novo terraço para banhos de sol com vistas incomparáveis do oceano, um salão e muito mais. Na lista das suites encontrará a fantástica Ultimate Family Suite”.

 Citado no comunicado, Michael Bayley, presidente e CEO da Royal Caribbean International, afirma que “a China continua a ser uma das partes mais importantes do mundo para a Royal Caribbean”, onde iniciou actividade há 12 anos.

“Ao apresentar o Wonder of the Seas e a icónica Classe Oasis na China, o nosso forte compromisso de crescimento do mercado é reafirmado mais uma vez”, frisou o executivo.

 

Clique para ver mais: Cruzeiros

Clique para ver mais: Royal Caribbean

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Destinos, cortiça e vinhos têm sido “foco das atenções” no Pavilhão de Portugal na Expo Yangzhou

10-05-2021 (15h28)

O Pavilhão de Portugal na Expo Yangzhou 2021, um evento que já recebeu 400 mil visitantes desde que foi inaugurado a 8 de Abril, está a ter como “foco das atenções” os destinos turísticos, a cortiça e os vinhos portugueses, segundo um comunicado.

Sonhando anuncia novas datas para os voos entre Lisboa e Dili

07-05-2021 (14h59)

O operador turístico Sonhando, do grupo euroAtlantic, anunciou novas datas para os voos que tem programados para Julho entre Lisboa e Dili, adiando-os por oito dias a pedido da Escola Portuguesa de Timor.

Finnair evidencia impacto desastroso da pandemia na aviação

05-05-2021 (15h56)

A Finnair, companhia de aviação que se posicionava como uma das melhores alternativas para ligações entre a Europa e a Ásia, indicou hoje que no mês de Abril transportou apenas 3,4 mil passageiros nesses voos, que comparam com 207,9 mil em Abril de 2019.

“Recuperação meteórica vista na China dá-nos muita esperança”, presidente da Trip.com

03-05-2021 (17h00)

A “China assistiu a uma recuperação” quase completa do turismo doméstico, realçou a presidente da agência de viagens online chinesa Trip.com, Jane Sun, que em entrevista à Lusa destacou que “a recuperação meteórica vista na China dá-nos muita esperança” para a retoma “das viagens globais”.

Casinos de Macau recuperam há três meses consecutivos

03-05-2021 (16h52)

Os Casinos de Macau tiveram em Abril o terceiro mês consecutivo de aumento de receitas face ao mês homólogo de 2020 e no conjunto do quadrimestre ficaram 2,6% ou 803 milhões de patacas (83,4 milhões de euros ao câmbio de hoje) acima dos primeiros quatro meses do ano passado.

Opinião e Análise