Macau e Hong Kong negoceiam corredor de viagem

28-04-2021 (12h08)

Foto: Unsplash / Macau Photo Agency
Foto: Unsplash / Macau Photo Agency

Os líderes de Hong Kong e Macau estão a negociar um corredor de viagem entre estas duas regiões, sem a necessidade de quarentena, afirmou a chefe do executivo da antiga colónia britânica.

Macau e Hong Kong continuam com fortes restrições fronteiriças, limitando as entradas e com obrigatoriedade de quarentenas, que podem ir de 14 a 28 dias, em locais designados pelas autoriadades.

Na assembleia legislativa de Hong Kong, Carrie Lam apontou que discutiu este tema com o chefe do executivo de Macau, Ho Iat Seng, durante o Fórum Boao, realizado na província de Hainan, no sul da China, entre 18 e 21 de Abril.

“O maior problema é que Macau tem a passagem fronteiriça praticamente aberta com o Interior da China”, acrescentou a chefe do executivo da antiga colónia britânica.

A responsável sublinhou ser necessário evitar que os residentes de Hong Kong possam ir ao interior da China através de Macau.

Estas afirmações de hoje vêm no sentido oposto das declarações proferidas na segunda-feira pelas autoridades de Macau.

Na conferência de imprensa do Centro de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus em Macau, os responsáveis indicaram que o Governo de Macau não equaciona, para já, qualquer bolha de viagem a não ser aquela já em vigor com a China continental, devido à “alta taxa de contágio” nas outras regiões.

Os dois territórios têm sido considerados casos de sucesso no combate à covid-19, contudo Macau tem conseguido controlar a propagação do vírus de forma mais eficaz do que o vizinho: O território diagnosticou o primeiro caso de covid-19 no final de Janeiro de 2020, contabilizando até agora apenas 49 casos, nenhum dos quais activo, não tendo registado nenhuma morte provocada pela covid-19.

Já em Hong Kong foram contabilizados 11.748 casos, com 11.379 recuperados, e 209 mortos. Nos últimos sete dias a antiga colónia britânica registou 34 casos, mas destes apenas quatro locais.

Na segunda-feira, Hong Kong anunciou uma bolha de viagem com Singapura, a partir de 26 de Maio, permitindo que os seus habitantes se desloquem entre as duas cidades sem se submeterem à quarentena obrigatória para combater a covid-19.

Os dois territórios tinham anunciado anteriormente condições especiais de viagem, em Novembro último, mas os planos acabaram por não se concretizar, depois de Hong Kong ter registado um aumento de infecções.

Os viajantes de Hong Kong terão de estar vacinados duas semanas antes da partida para Singapura, uma exigência que não se aplica no sentido inverso.

Os viajantes terão de ter passado os 14 dias anteriores numa das duas cidades, sendo obrigados a instalar a aplicação de rastreio de covid-19 do destino.

Ao abrigo do acordo, a bolha de viagem será suspensa caso a média de casos locais sem identificação da origem ultrapasse os cinco, nos sete dias anteriores.

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Clique para ver mais: Macau

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Destinos, cortiça e vinhos têm sido “foco das atenções” no Pavilhão de Portugal na Expo Yangzhou

10-05-2021 (15h28)

O Pavilhão de Portugal na Expo Yangzhou 2021, um evento que já recebeu 400 mil visitantes desde que foi inaugurado a 8 de Abril, está a ter como “foco das atenções” os destinos turísticos, a cortiça e os vinhos portugueses, segundo um comunicado.

Sonhando anuncia novas datas para os voos entre Lisboa e Dili

07-05-2021 (14h59)

O operador turístico Sonhando, do grupo euroAtlantic, anunciou novas datas para os voos que tem programados para Julho entre Lisboa e Dili, adiando-os por oito dias a pedido da Escola Portuguesa de Timor.

Finnair evidencia impacto desastroso da pandemia na aviação

05-05-2021 (15h56)

A Finnair, companhia de aviação que se posicionava como uma das melhores alternativas para ligações entre a Europa e a Ásia, indicou hoje que no mês de Abril transportou apenas 3,4 mil passageiros nesses voos, que comparam com 207,9 mil em Abril de 2019.

“Recuperação meteórica vista na China dá-nos muita esperança”, presidente da Trip.com

03-05-2021 (17h00)

A “China assistiu a uma recuperação” quase completa do turismo doméstico, realçou a presidente da agência de viagens online chinesa Trip.com, Jane Sun, que em entrevista à Lusa destacou que “a recuperação meteórica vista na China dá-nos muita esperança” para a retoma “das viagens globais”.

Casinos de Macau recuperam há três meses consecutivos

03-05-2021 (16h52)

Os Casinos de Macau tiveram em Abril o terceiro mês consecutivo de aumento de receitas face ao mês homólogo de 2020 e no conjunto do quadrimestre ficaram 2,6% ou 803 milhões de patacas (83,4 milhões de euros ao câmbio de hoje) acima dos primeiros quatro meses do ano passado.

Opinião e Análise