Japão estende estado de emergência a mais oito regiões

25-08-2021 (15h32)

Foto: Unsplash / Manuel Cosentino
Foto: Unsplash / Manuel Cosentino

O Governo japonês decidiu hoje estender o estado de emergência a mais oito regiões devido ao novo coronavírus, o que eleva para 33 das 47 autarquias japonesas as afetadas por medidas para contenção do aumento recorde de contágios.

O estado de emergência afetará regiões norte, centro e oeste do país, que se somarão às autarquias já abrangidas por esta medida excecional, que já incluem Tóquio, Osaka e as demais áreas mais populosas do arquipélago japonês.

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou que a decisão se deve "ao elevado índice de infeções" e à "difícil situação do sistema de saúde", durante a sua intervenção numa reunião com o grupo de trabalho do executivo para a pandemia.

A declaração de emergência estará em vigor nas novas autarquias, incluindo Hokkaido, Aichi ou Hiroshima, a partir da próxima sexta-feira até 12 de setembro, bem como nas outras 13 regiões onde a medida já está a ser aplicada.

Ao abrigo desta medida legislativa reservada a situações excecionais, as autoridades locais podem solicitar a empresas, como bares e restaurantes, que abreviem o seu horário de funcionamento e não vendam bebidas alcoólicas, embora estas limitações não sejam aplicadas de forma obrigatória.

Os governos locais também podem proibir a realização de eventos de massa ou recomendar o encerramento de centros de educação pública, embora em nenhum caso possam impor o confinamento obrigatório da população.

Em todo o Japão, as 20.000 infeções diárias do novo coronavírus foram ultrapassadas desde meados do mês, os números mais altos desde o início da pandemia e três vezes os registados durante a vaga anterior da doença covid-19, que afetou o país na primavera passada.

Embora o número de mortes diárias não tenha ultrapassado cinquenta desde junho passado, a falta de camas reservadas aos pacientes com a covid-19 grave, que ocorre em hospitais nas regiões mais populosas, é particularmente preocupante.

A vacinação no Japão, aliás, avança a um ritmo mais lento do que em outros países desenvolvidos, com 42,6% de sua população imunizada com as duas doses da vacina.

A extensão do estado de emergência para mais regiões ocorre enquanto Tóquio sedia os Jogos Paralímpicos em formato de bolha e entre medidas inéditas para evitar o contágio entre os atletas participantes e a população local.

(Notícia Lusa)

 

Clique para ver mais: Japão

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Iberia retoma voos para as Maldivas em Dezembro

16-09-2021 (14h40)

A Iberia divulgou hoje a sua programação de voos para o Inverno, destacando que em Dezembro vai retomar as operações para o seu “destino estrela deste Verão”, as Maldivas.

China exige medida inédita a viajantes provenientes de Portugal

07-09-2021 (15h20)

A China passou a exigir que os viajantes oriundos de Portugal cumpram uma quarentena de 21 dias antes de partirem para o país asiático, informou a embaixada chinesa em Lisboa, numa medida inédita de prevenção da covid-19.

Hong Kong suspende quarentena obrigatória para residentes de Macau e da China

07-09-2021 (15h15)

A chefe do Executivo de Hong Kong anunciou hoje que, a partir de 15 de Setembro, os residentes de Macau e da China continental podem entrar no território sem necessitarem de fazer uma quarentena obrigatória.

Sonhando faz balanço positivo da 6ª operação para Timor-Leste, apesar de um cancelamento “lamentável”

07-09-2021 (13h47)

O director-geral do operador turístico Sonhando, do grupo euroAtlantic, disse ao PressTUR que a sexta operação de voos entre Portugal e Timor-Leste foi positiva, mas teve um “lamentável” cancelamento de um grupo de 74 professores portugueses.

Le Méridien Hotels & Resorts anuncia primeiro hotel nas Maldivas

06-09-2021 (18h34)

O Le Méridien Maldives Resort & Spa, em Thilamaafushi, a Sul do atol Lhaviyani, de 141 villas é o primeiro hotel da marca parisiense, que pertence ao grupo Marriott International, nas Maldivas.

Opinião e Análise