Ministério do Turismo de Cabo Verde muda-se para o Sal este ano

13-09-2021 (14h50)

Foto: Helloquence / Unsplash
Foto: Helloquence / Unsplash

A sede do Ministério do Turismo e dos Transportes de Cabo Verde vai mudar-se até final do ano da cidade da Praia para Espargos, na ilha do Sal, a mais turística do país, afirmou, em entrevista à Lusa, o ministro Carlos Santos.

“Nós estamos a trabalhar para que durante este ano possamos estar no Sal. Foi uma decisão do Governo acertada, do nosso ponto de vista, que visa aproximar esta entidade, este organismo do Governo, dos investidores, dos empresários, dos trabalhadores”, afirmou o ministro do Turismo e dos Transportes, Carlos Santos.

A medida consta do Programa do Governo para a nova legislatura, até 2026, levado pelo executivo ao parlamento em junho passado, após as eleições legislativas de abril, que reconduziu o Movimento para a Democracia (MpD) no poder.

“Tudo estamos a fazer para conseguirmos estar lá antes pelo final do ano. Também já estamos negociando um espaço para que o próprio ministério esteja localizado num sítio com dignidade e que possa servir também à classe empresarial e também aos trabalhadores”, perspetivou o governante.

Atualmente, apenas o Ministério da Economia Marítima, desde a legislatura anterior, tem sede fora da Praia, ilha de Santiago, neste caso no Mindelo, ilha de São Vicente.

Cabo Verde recebeu em 2019 um recorde de 819 mil turistas, mais de 40% com destino à ilha do Sal. Contudo, devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, a procura turística por Cabo Verde recuou mais de 70% em 2020, sendo este um setor que garante cerca de 25% do Produto Interno Bruto do país.

Neste setor, o Programa do Governo, noticiado anteriormente pela Lusa, prevê igualmente a criação da Zona Exclusiva de Economia Aérea, “com o epicentro na ilha do Sal”, tirando partido do 'hub' que a Cabo Verde Airlines ali começou a instalar, antes da pandemia. O documento refere que contempla “o desenvolvimento de uma plataforma de redistribuição de pessoas e cargas entre os três continentes banhados pelo Atlântico”.

Acrescenta que será criado desta forma um “setor exportador de alto valor acrescentado, um mercado de serviços de apoio”, nomeadamente centro de manutenção de aeronaves e a operacionalização do Instituto de Aeronáutica Civil e da Indústria do Turismo, integrado na Universidade Técnica do Atlântico.

(Notícia Lusa)

 

Clique para ver mais: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Soltrópico, Abreu e Solférias anunciam charters para o Fim de Ano na Ilha do Sal

15-09-2021 (16h44)

Os operadores turísticos Soltrópico, Solférias e Viagens Abreu divulgaram para o mercado uma operação charter para o Fim de Ano na Ilha do Sal, em Cabo Verde, com voos de Lisboa e do Porto operados pela SATA Azores Airlines.

Transavia vai voar entre Paris e Ilha do Sal em Dezembro

15-09-2021 (11h06)

A Transavia prevê iniciar em 18 de Dezembro uma ligação semanal entre Paris e a Ilha do Sal, principal destino turístico de Cabo Verde, segundo informação disponibilizada pela transportadora.

TUI Alemanha retoma operações para as ilhas do Sal e da Boavista

08-09-2021 (09h21)

A TUI Alemanha, companhia do maior grupo europeu de operação turística, retoma esta semana as operações para as ilhas do Sal e da Boavista, segundo o Ministério do Turismo cabo-verdiano.

Receitas da taxa turística em Cabo Verde caíram quase 90% em sete meses

02-09-2021 (15h11)

As receitas da taxa paga obrigatoriamente pelos turistas em Cabo Verde caíram 89,9% de Janeiro a Julho, face a 2020, para cerca de 260 mil euros, devido à reduzida procura turística provocada pela pandemia de covid-19.

São Tomé e Príncipe renova estado de alerta por mais 30 dias

01-09-2021 (15h25)

São Tomé e Príncipe vai manter o estado de alerta durante o mês de Setembro, face ao “crescimento acentuado de casos” de covid-19 nas últimas semanas, justificado pelo Governo com as férias e a campanha eleitoral.

Opinião e Análise