JW Marriott abre quatro hotéis na China, em Macau e na Índia em seis meses

26-12-2014 (14h55)

A JW Marriott Hotels & Resorts, marca da Marrott International, anunciou planos para inaugurar quatro novas unidades na Ásia, três na China, uma das quais em Macau, e uma na Índia, num período de seis meses.



O JW Marriott Hotel Chongqing foi inaugurado este mês e no primeiro trimetre de 2015 será vez dos JW Marriott Hotel Shenzhen Bao’an, na China, e o JW Marriott Hotel Mumbai Sahar, na Índia, enquanto que o JW Marriott Hotel Macau está previsto para o segundo trimestre.
Com estas adições o portefólio da marca na região da Ásia e Pacífico aumenta para 28 unidades, 11 das quais na China e sete na Índia, e as previsões para 2020 são de ter 105 unidades em todo o mundo, 45 das quais na região asiática.
O JW Marriott Hotel Chongqing foi inaugurado na baixa da cidade e dispõe de 454 quartos e suites de luxo, três restaurantes, 2.200 metros quadrados de área para eventos, piscina interior, ginásio 24h e Spa.
O JW Marriott Hotel Shenzhen Bao’an vai ter 356 quartos no centro do distrito de Shenzhen Bao’an a 15 minutos do aeroporto e do porto de Shenzhen. O edifício no qual se encontra inserido permite uma vista panorâmica sobre a Qianhai Bay e o Pearl River Delta. As instalações vão incluir um restaurante com terraço e outro no topo do edifício, Spa de luxo, fitness center, piscinas interior e exterior. Para eventos e reuniões, o hotel vai dispôr de oito espaços multi-funções que totalizam 2.600 metros quadrados de área para eventos incluindo um salão com 1.758 metros quadrados de área.
O terceiro hotel na China, o JW Marriott Hotel Macau, vai estar integrado no resort Galaxy Macau no centro de Cotai, permitindo aos hóspedes aceder às suas instalações. Vai dispôr de 1.015 quartos e suites, dois restaurantes, pool bar e lobby lounge executivo, salão para eventos, piscina exterior, fitness center, e ainda o maior JW Kids Club.
Com 585 quartos, dois restaurantes, mais de 5.200 metros quadrados de área interior e exterior para eventos incluindo 11 salas de reuniões, o JW Marriott Hotel Mumbai Sahar, por sua vez, vai estar situado a um quilómetro do Chatrapati Shivaji International Airport Mumbai. As instalações incluem ainda um fitness center 24h, piscina, e o Spa by JW.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hub and Spoke

26-11-2021 (16h26)

Poucas decisões são tão impactantes para o resultado de uma companhia aérea como as relativas à sua estrutura de rede (network structure). Mesmo que tudo o resto esteja equilibrado e bem estruturado - a organização operacional, a estrutura de capitais, a política comercial, etc. - as decisões sobre como e para onde voam podem, por si só, determinar o grau de sucesso e consequente futuro dessa companhia aérea. Essas são decisões sobre a frota, as rotas, os horários e a arquitetura do sistema em que se organizam essas rotas e horários.

Nova consultora de Liliana Conde quer ajudar a responder ao desafio do capital humano na hotelaria

25-11-2021 (14h23)

Após 35 anos de carreira em hotéis, 16 deles como directora, Liliana Conde formou-se em coaching, mentoring e gestão de felicidade nas empresas, e acaba de lançar uma consultora para colocar esse conhecimento ao serviço das empresas. Uma das vertentes, disse ao PressTUR, é elevar a formação e satisfação dos trabalhadores, que são “a chave” para a melhoria dos resultados.

Joel Saldanha é o novo director de Operações do InterContinental Cascais-Estoril

24-11-2021 (14h57)

O InterContinental Cascais-Estoril anunciou que o seu novo director de Operações é Joel Saldanha, um profissional com mais de 10 anos de experiência em hotelaria, incluindo no seu percurso hotéis emblemáticos como o Palácio do Freixo do Grupo Pestana e o InterContinental Palácio das Cardosas.

Accor promove Laura Alves a brand marketing manager ibérica da rede Ibis

17-11-2021 (11h18)

O Grupo Accor promoveu Laura Alves a brand marketing manager das suas marcas Eco & Super-Eco (ibis, ibis Styles e ibis budget) para Portugal e Espanha.

O Alerta de Carsten Spohr

09-11-2021 (17h04)

As projeções de produção da Airbus, que apontam para um aumento mensal de cerca de 40 para 65 aviões da categoria narrowbody lançados para o mercado em cada mês até ao Verão de 2023, levaram o CEO da Lufthansa a afirmar publicamente que os excessos de capacidade sempre foram prejudiciais para a indústria da aviação comercial.

Opinião e Análise