spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Grupo Pestana celebra 50 anos no ‘ponto de partida’

O Grupo Pestana celebrou o seu 50º aniversário assinalando o percurso do grupo iniciado por Manuel Pestana e desenvolvido pelo seu filho, Dionísio Pestana, com uma cerimónia no Pestana Casino Park e a instalação de uma placa comemorativa no seu primeiro hotel, o Pestana Carlton Hotel.

O Grupo Pestana celebrou o seu 50º aniversário com a inauguração de uma placa comemorativa no primeiro hotel do grupo, o antigo Hotel Atlântico, agora Pestana Carlton Madeira, que ainda se encontra em terceiro lugar no ranking de performance das unidades hoteleiras Pestana.

 

O grupo conta actualmente com 108 unidades hoteleiras, cerca de 11.000 quartos e 6.000 funcionários, e prevê um ano recorde no que concerne à facturação. O grupo prevê facturar 500 milhões de euros até final de 2022, quase 10% acima do melhor ano do grupo, 2019, durante o qual foram registados cerca de 460 milhões de euros.

O recorde de facturação vem depois de dois dos piores anos do grupo e não inclui a venda do Pestana Blue, unidade hoteleira no Alvor que foi vendida a um fundo de investimento neste ano de 2022.

A facturação é sobretudo relativa a unidades hoteleiras em Portugal, cerca de 80%, enquanto que o restante deve-se aos hotéis no estrangeiro.

O aumento da facturação é acompanhado de um aumento dos custos de operação, em cerca de 10%, onde sobressai o aumento do custo financeiro do consumo energético em 25%.

No que diz respeito a principais mercados, Dionísio Pestana, em conversa com a imprensa à margem das celebrações, afirmou que o mercado português lidera, seguido do mercado britânico, do alemão e, mais recentemente, do norte-americano, enquanto que o mercado brasileiro praticamente desapareceu devido à desvalorização do real.

Relativamente a campanhas de captação de clientes, o presidente do grupo afirmou que não há planos de investimento para captar turistas do continente asiático, preferindo uma aposta em mercados geograficamente mais próximos, e no norte-americano, para o qual existe uma ligação directa de Nova Iorque para o Funchal.

O Grupo Pestana convidou a imprensa a conhecer o Pestana Churchill Bay e o Pestana Fisherman Village, em Câmara de Lobos.

 

Em relação a novos projectos, a estratégia do grupo passa por fazer um compasso de espera, sendo que os que já se encontram em desenvolvimento são para concluir.

O Grupo Pestana vai inaugurar uma pousada em Alfama e um hotel na Rua Augusta, em Lisboa, no primeiro semestre de 2023, na mesma altura em que vai iniciar o projecto de uma unidade hoteleira em Paris. Um hotel Pestana CR7 de 210 quartos junto a Austerlitz, resultado de um investimento de 60 milhões de euros divididos irmamente entre o grupo e o futebolista, que tem inauguração prevista para 2025.

Para o futuro, segundo Dionísio Pestana, a tendência é para crescer, salientando que vão haver novas oportunidades com a subida dos juros, nomeadamente no sector imobiliário, enquanto que geograficamente, o foco será nas capitais europeias e em destinos onde já existe presença por parte do grupo. Em relação à mão-de-obra na hotelaria e na restauração, o presidente do maior grupo hoteleiro português afirmou que os recursos humanos internacionais são uma opção a ter em conta, e para a qual devem ser agilizados os processos de obtenção de visto de trabalho.

As celebrações do 50º aniversário do Grupo Pestana decorreram no Pestana Casino Park com um jantar de gala, actuações musicais e de dança, fogo-de-artifício, e DJ set pela noite dentro.

- Publicidade-
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias