Minas Gerais na mira da Vila Galé para continuar a crescer no Brasil

22-11-2021 (12h34)

“Se há país que tem um potencial extraordinário para o turismo é o Brasil”, afirmou o presidente da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, na festa dos 20 anos da abertura do seu primeiro hotel no país, confirmando que o plano é continuar a crescer, com novos hotéis em Alagoas, Salvador e Cumbuco, e uma nova oportunidade para se estrear em Minas Gerais.

Quando a Vila Galé chegou ao Brasil, há 20 anos, “os resorts que existiam tinham preços absurdos, só davam mesmo para uma classe muito alta”. A empresa encontrou o seu espaço fazendo “uma oferta de qualidade por um preço muito mais atractivo e com condições de pagamento”. No fundo, “nós democratizámos a oferta de resorts”, afirmou Jorge Rebelo de Almeida.

O presidente da Vila Galé falava aos jornalistas no Vila Galé Fortaleza, o primeiro hotel do grupo no Brasil, e por isso o local escolhido para celebrar o 20º aniversário da empresa no país, com uma festa que contou com cerca de 300 convidados, incluindo os operadores turísticos portugueses Solférias, Soltrópico, Exoticoonline e Alto Astral.

A Vila Galé tem dez hotéis no Brasil e “a aposta é para durar”. O próximo a abrir será o Vila Galé Alagoas, em Junho ou Julho de 2022, com um investimento de cerca de 150 milhões de reais, cerca de 23,7 milhões de euros. O resort fica na praia de Santo António do Carro Quebrado e tem 514 quartos.

Em Cumbuco, no Ceará, onde a Vila Galé tem um resort de praia com cerca de 500 quartos e o complexo residencial VG Sun, já totalmente vendido, há vários planos em marcha, incluindo um hotel da sua gama mais alta, a Collection, e três novos projectos residenciais, o Costa dos Ventos, o Sunset e o Aqua Marinha.

O novo Vila Galé Collection em Cumbuco terá cerca de 130 quartos e a sua construção deverá arrancar após a inauguração do Vila Galé Alagoas.

Outro projecto que já está aprovado, mas que ainda aguarda negociações com o Governo da Bahia para resolver “assuntos burocráticos”, é o hotel do Palácio do Rio Branco, em Salvador. Se receber ‘luz verde’, a obra também deverá arrancar em 2022.

A Vila Galé está ainda a analisar outras oportunidades, incluindo um novo hotel em Minas Gerais, que é o segundo maior emissor de turistas para os seus resorts no Nordeste, depois de São Paulo.

Também presente no evento, o administrador Gonçalo Rebelo de Almeida avançou alguns detalhes sobre o projecto de Minas Gerais. “Recentemente surgiu um contacto para estudarmos uma hipótese de um resort dentro do parque do Inhotim”, mas ainda “estamos a aguardar elementos para estudar essa hipótese”.

Apesar de ainda ser “prematuro”, a ideia proposta à Vila Galé “foi convincente, muito nesta linha de desenvolver hotéis Collection, mais exclusivos, dentro de um parque que é conhecido por ser um dos maiores museus de arte contemporânea ao ar livre no mundo”, afirmou ainda Gonçalo Rebelo de Almeida.

Além dos planos para o Brasil, a Vila Galé também tem confirmados novos hotéis em Portugal, designadamente em Tomar, em Ponta Delgada e no Clube de Campo, em Beja.

O projecto para o Alentejo inclui um hotel só para crianças, com cerca de 80 quartos numa primeira fase, e 140 no total, e um agroturismo só para adultos, com 12 quartos.

O PressTUR está no Brasil a convite da Vila Galé

Clique para ver mais: Vila Galé

Clique para ver mais: Brasil

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Soltrópico volta a apresentar produto regular com PVP comissionável

26-11-2021 (17h42)

A Soltrópico passou a apresentar toda a sua oferta, charter e regular, com PVP comissionável, remunerando as agências de viagens consoante uma percentagem de comissão acordada, depois de em Abril deste ano ter feito uma alteração que permitia às agências “escolher a sua rentabilidade” no produto regular.

Turismo de Portugal junta-se às autarquias para formar 75 mil profissionais do sector

26-11-2021 (16h58)

O Turismo de Portugal lançou um novo programa em parceria com as autarquias, o “Formação + Próxima”, com o qual pretende capacitar 75.000 profissionais do sector em três anos, de forma gratuita e adaptada às necessidades locais de cada autarquia portuguesa.

CTP preocupada com controlo de testes caso a caso nos aeroportos

26-11-2021 (16h49)

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) manifestou-se hoje preocupado com a medida que obriga as companhias aéreas a controlarem caso a caso os testes à covid-19, nomeadamente em alturas de maior movimento nos aeroportos.

Hub and Spoke

26-11-2021 (16h26)

Poucas decisões são tão impactantes para o resultado de uma companhia aérea como as relativas à sua estrutura de rede (network structure). Mesmo que tudo o resto esteja equilibrado e bem estruturado - a organização operacional, a estrutura de capitais, a política comercial, etc. - as decisões sobre como e para onde voam podem, por si só, determinar o grau de sucesso e consequente futuro dessa companhia aérea. Essas são decisões sobre a frota, as rotas, os horários e a arquitetura do sistema em que se organizam essas rotas e horários.

Companhias aéreas consideram "intolerável" aumento das multas para 20 mil euros em Portugal

26-11-2021 (15h44)

A Associação das Companhias Aéreas em Portugal (RENA) disse à Lusa que considera “intolerável” o aumento para 20 mil euros das multas em que as companhias aéreas incorrem a partir de 1 de Dezembro caso transportem passageiros sem teste negativo à covid-19.

Opinião e Análise