Hi Fly aterra A340 na Antárctica pela primeira vez

22-11-2021 (16h25)

A companhia aérea Hi Fly aterrou pela primeira vez na Antáctica com um A340, num voo de ida e volta entre a Cidade do Cabo, na África do Sul, e a Antárctica, que vai ser realizado durante esta temporada para transporte de passageiros, equipas de investigação e carga.

A viagem de 2.500 milhas náuticas teve uma duração de cinco horas por percurso, sendo que o tempo de turnaround foi de uma hora, inferior ao período de três horas estimado. Foi a primeira vez que um A340 aterrou numa pista de gelo glacial na Antárctica.

O voo, que decorreu a 2 de Novembro, foi operado pelo Comandante Carlos Mirpuri, vice-presidente da companhia Hi Fly.

Veja o vídeo da Hi Fly sobre o voo abaixo:

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Soltrópico volta a apresentar produto regular com PVP comissionável

26-11-2021 (17h42)

A Soltrópico passou a apresentar toda a sua oferta, charter e regular, com PVP comissionável, remunerando as agências de viagens consoante uma percentagem de comissão acordada, depois de em Abril deste ano ter feito uma alteração que permitia às agências “escolher a sua rentabilidade” no produto regular.

Turismo de Portugal junta-se às autarquias para formar 75 mil profissionais do sector

26-11-2021 (16h58)

O Turismo de Portugal lançou um novo programa em parceria com as autarquias, o “Formação + Próxima”, com o qual pretende capacitar 75.000 profissionais do sector em três anos, de forma gratuita e adaptada às necessidades locais de cada autarquia portuguesa.

CTP preocupada com controlo de testes caso a caso nos aeroportos

26-11-2021 (16h49)

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) manifestou-se hoje preocupado com a medida que obriga as companhias aéreas a controlarem caso a caso os testes à covid-19, nomeadamente em alturas de maior movimento nos aeroportos.

Hub and Spoke

26-11-2021 (16h26)

Poucas decisões são tão impactantes para o resultado de uma companhia aérea como as relativas à sua estrutura de rede (network structure). Mesmo que tudo o resto esteja equilibrado e bem estruturado - a organização operacional, a estrutura de capitais, a política comercial, etc. - as decisões sobre como e para onde voam podem, por si só, determinar o grau de sucesso e consequente futuro dessa companhia aérea. Essas são decisões sobre a frota, as rotas, os horários e a arquitetura do sistema em que se organizam essas rotas e horários.

Companhias aéreas consideram "intolerável" aumento das multas para 20 mil euros em Portugal

26-11-2021 (15h44)

A Associação das Companhias Aéreas em Portugal (RENA) disse à Lusa que considera “intolerável” o aumento para 20 mil euros das multas em que as companhias aéreas incorrem a partir de 1 de Dezembro caso transportem passageiros sem teste negativo à covid-19.

Opinião e Análise