Comissão regional africana da OMT reúne mais de 200 participantes em Cabo Verde

30-08-2021 (12h45)

Cabo Verde vai receber mais de 200 participantes, nacionais e estrangeiros, para a 64.ª reunião da comissão regional africana da Organização Mundial do Turismo (OMT), que decorre entre 2 e 4 de Setembro na ilha do Sal.

Além da 64.ª Reunião da Comissão Regional da OMT para África, Cabo Verde vai organizar ainda durante os mesmos dias a segunda edição do Fórum Global do Turismo para o Investimento em África.

"Cerca de duas centenas de participantes, entre ministros do turismo do continente africano, investidores e instituições financeiras internacionais, altos dirigentes e especialistas dos setores público e privado e demais stakeholders do turismo, são esperados nestes três dias de intensa atividade na cidade de Santa Maria", antecipou o Governo cabo-verdiano.

Segundo o executivo cabo-verdiano, citado pela Agência Lusa, ambos os eventos vão decorrer "sob o signo de investimento no turismo em África, numa altura em que todos os esforços estão concentrados na retoma e recuperação do turismo", bastante afectado pela pandemia de covid-19.

"A realização destes importantes eventos no nosso país assume primordial importância pelo seu impacto e dimensão, uma oportunidade ímpar para Cabo Verde, país onde o turismo é considerado o motor da economia, apresentar e posicionar-se perante África e o mundo", prosseguiu.

Com a realização dessas duas reuniões, o arquipélago quer ainda recandidatar-se a um segundo mandato no conselho executivo da OMT, como também a assumir "um papel mais activo e actuante" no seio da comissão regional africana da OMT.

De acordo com o ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, será um "importante palco" para o empresariado nacional realizar contactos com organismos internacionais e daí extrair todas as vantagens.

Promover o investimento para o desenvolvimento e valorização do turismo em África, criação de uma imagem positiva de África e de Cabo Verde, enquanto destinos turísticos e maior integração africana, por via do turismo são os principais objectivos traçados para os eventos.

Da agenda de trabalhos, constam ainda a realização de dois workshops dedicados aos temas: "Inovação e Marketing Digital - Motores de Inovação e de Análise para acelerar o crescimento do Turismo" e "Prontidão do Investimento das Empresas Africanas".

A cerimónia de abertura da reunião da comissão regional da OMT vai ser presidida pelo Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, enquanto o primeiro-ministro do país, Ulisses Correia e Silva, vai abrir a segunda edição do Fórum Global do Turismo para o Investimento em África.

Também em coorganização com a OMT, Cabo Verde já tinha recebido na ilha do Sal, em Março de 2019, a primeira Conferência Ministerial sobre o Turismo e Transporte Aéreo em África, considerado um dos maiores eventos da instituição organizados no continente africano.

Cabo Verde é membro da OMT desde 2001 e foi eleito pela primeira vez para o conselho executivo da organização em setembro de 2017, para um mandato de quatro anos.
Cerca de 25% do Produto Interno Bruto (PIB) de Cabo Verde depende directamente do turismo, tendo o arquipélago garantido um recorde de mais de 819 mil turistas em 2019, procura que caiu mais de 70% em 2020, devido à pandemia de covid-19, provocando uma crise económica no país.

Na área do turismo, o programa do Governo para a legislatura (2021/2026) prevê compensações a operadores aéreos para voos low cost, para garantir a retoma do turismo após a pandemia, e pretende atingir até 2026 uma procura anual de 1,2 milhões de turistas.

Para este ano, antes da pandemia, o Governo previa alcançar a meta de um milhão de turistas, mas devido às restrições provocadas pela covid-19, o país recebeu apenas cerca de 12.000 turistas no primeiro trimestre.

O programa do Governo define ainda que serão criadas condições para a subida de Cabo Verde no ranking da competitividade turística, com o objectivo de passar a integrar o grupo dos 50 países mais competitivos (88.º em 140 países em 2019) e situar-se entre os 10 melhores do grupo dos pequenos países insulares.

Clique para ver mais: Empresas & Negócios

Clique para ver mais: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Airmet junta 150 pessoas na celebração do seu 15º aniversário em Lisboa

20-10-2021 (16h08)

A Airmet assinalou o seu 15º aniversário com um evento em Lisboa, onde juntou 150 pessoas, e tem novo encontro marcado para esta sexta-feira, dia 22, no Porto.

Pandemia atira novos projectos da Hoti Hotéis para 2028

20-10-2021 (15h29)

A Hoti Hotéis concentrou os seus esforços durante a pandemia em renovações das unidades hoteleiras, conseguindo subidas de preço médio, mas viu-se obrigada a adiar a abertura de novos hotéis, que, segundo o CEO do Grupo, aguardam a “reabertura gradual do mercado de financiamento”.

Venezuela restringe voos internacionais por tempo indeterminado

20-10-2021 (15h25)

As autoridades venezuelanas prolongaram, por tempo indeterminado, as restrições às operações aéreas internacionais em vigor no país, devido à quarentena preventiva da covid-19.

Porto emite em 2020 o dobro das licenças de esplanada atribuídas em 2019

20-10-2021 (15h17)

A Cidade Invicta licenciou 537 esplanadas em 2020, um número que mais do que duplicou face a 2019, ano em que registavam 223 esplanadas licenciadas.

Marrocos suspende voos de/para Alemanha, Reino Unido e Países Baixos

20-10-2021 (14h53)

As autoridades marroquinas decidiram suspender, a partir da meia-noite de hoje, os voos de e para a Alemanha, Países Baixos e Reino Unido devido à evolução da situação da covid-19 nestes três países.

Opinião e Análise