Emirates revela quebra de receitas em 66% devido à pandemia de covid-19

15-06-2021 (13h09)

Imagem: Emirates
Imagem: Emirates

A Emirates, maior companhia do mundo em tráfego internacional de passageiros, revelou que no exercício 2020/21 teve uma quebra das receitas de passagens em 66% ou 8,4 mil milhões de dólares, que atribui ao impacto da pandemia de covid-19 a partir de Março do ano passado, que lhe reduziu o número de passageiros de 56,2 milhões para 6,6 milhões.

A companhia do Golfo especificou que assim registou o seu primeiro prejuízo anual em 30 anos de actividade, no montante de 5,5 mil milhões de dólares, apesar de uma redução de mais de 19,2 mil trabalhadores, de 60.033, para 40.801.

Ao nível do Grupo, a redução de pessoal situou-se em 31%, para 75.145.

A saúde e bem estar de trabalhadores e clientes foi a primeira prioridade do grupo, salienta o seu CEO, Xeque Ahmed bin Saeed Al Maktoum, que assinala que a companhia recebeu do seu accionista, o Governo do Dubai, um apoio de 3,1 mil milhões de dólares, comentando que essa verba ajudou a sustentar as operações e reter “talento”.

A informação assinala que a Emirates reduziu a capacidade em 83% mas registou uma subida do yield (receita de passagens por passageiro voado um quilómetro) que atribui a uma evolução favorável do mix de tarifas.

 

Clique para mais notícias: Emirates

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Estudo da Oliver Wyman prevê falta de pilotos na Europa em 2022

03-08-2021 (15h17)

De acordo com um estudo da consultora Oliver Wyman, a Europa vai ter falta de pilotos em 2022, mais precisamente menos 790 pilotos do que aqueles que serão necessários.

Iberia ultrapassou British Airways e foi a companhia do IAG líder em tráfego de passageiros

02-08-2021 (16h36)

A Iberia foi a companhia do IAG que mais tráfego de passageiros transportou no segundo trimestre, superando a British Airways, tradicionalmente a líder, nomeadamente pela liderança no transporte entre a Europa e a América do Norte.

IAG prevê ter este trimestre 45% da capacidade de transporte de passageiros de 2019

02-08-2021 (16h31)

O IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, anunciou que prevê aumentar a sua capacidade de transporte de passageiros dos 21,9% do período homólogo de 2019 no segundo trimestre para “cerca de 45%” este trimestre, época alta no Hemisfério Norte.

LATAM Airlines considera combustíveis alternativos

02-08-2021 (16h16)

A LATAM Airlines, de acordo com o seu CEO, Roberto Alvo, está a considerar o recurso a combustíveis alternativos para cumprir o seu objectivo de atingir a neutralidade de carbono em 2050 e de em 2030 já ter uma redução de 50% nas suas emissões domésticas.

Governo cabo-verdiano acusa administração islandesa da TACV de irregularidades

02-08-2021 (14h01)

O Governo cabo-verdiano revelou que a administração islandesa da TACV, entretanto renacionalizada, ameaçou imobilizar em Portugal a aeronave com que pretendia retomar os voos internacionais e iniciou um processo disciplinar à vice-presidente nomeada pelo Estado.

Opinião e Análise