Delta Air Lines encomenda mais 30 aviões A321neo

25-08-2021 (10h00)

Imagem: Airbus
Imagem: Airbus

A Delta Air Lines anunciou a encomenda de mais 30 aviões A321neo, um modelo da Airbus de que já tinha encomendadas 125 aeronaves.

Os novos aviões serão equipados com motores Pratt & Whitney PW1100G de próxima geração, que a Airbus diz garantirem “ganhos de eficiência significativos” em relação aos actuais A321 da Delta.

Os aviões, que têm capacidade para 194 passageiros, incluindo 20 na Primeira Classe, 42 na Delta Comfort+ e 132 na Cabine Principal, vão operar “principalmente” voos domésticos.

A companhia prevê receber o primeiro dos seus 155 aviões A321neo no início do próximo ano.

No final de Julho, a frota de aeronaves Airbus da Delta chegava a 358, incluindo 50 aeronaves A220, 240 membros da família A320, 53 A330 widebodies e 15 aeronaves A350 XWB.

Com a encomenda de A321neo, a companhia aérea pretende “substituir a frota mais antiga por aviões mais sustentáveis ​​e eficientes e oferecer uma experiência melhor ao cliente”, destacou Mahendra Nair, vice-presidente sénior da Delta.

A aposta da companhia norte-americana neste modelo da Airbus demonstra “o papel estratégico” do A321neo no sector, graças ao “seu excelente desempenho ambiental”, destacou por sua vez Christian Scherer, chief commercial officer da Airbus.

 

Clique para ver mais: Delta Air Lines

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CTP preocupada com controlo de testes caso a caso nos aeroportos

26-11-2021 (16h49)

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) manifestou-se hoje preocupado com a medida que obriga as companhias aéreas a controlarem caso a caso os testes à covid-19, nomeadamente em alturas de maior movimento nos aeroportos.

Hub and Spoke

26-11-2021 (16h26)

Poucas decisões são tão impactantes para o resultado de uma companhia aérea como as relativas à sua estrutura de rede (network structure). Mesmo que tudo o resto esteja equilibrado e bem estruturado - a organização operacional, a estrutura de capitais, a política comercial, etc. - as decisões sobre como e para onde voam podem, por si só, determinar o grau de sucesso e consequente futuro dessa companhia aérea. Essas são decisões sobre a frota, as rotas, os horários e a arquitetura do sistema em que se organizam essas rotas e horários.

Companhias aéreas incorrem em multas de 20 mil euros por passageiro sem teste em Portugal

26-11-2021 (15h39)

As companhias aéreas que transportem passageiros sem teste negativo à covid-19 para Portugal incorrem em multas de 20 mil euros por pessoa, anunciou ontem o primeiro-ministro, António Costa, após a reunião do Conselho de Ministros.

França proíbe voos provenientes de Moçambique e de outros países da região

26-11-2021 (13h03)

A França suspendeu hoje os voos provenientes de Moçambique, África do Sul, Lesotho, Botsuana, Zimbabué, Namíbia e Essuatini, com efeito imediato e durante pelo menos 48 horas, após ter sido encontrada uma nova variante do coronavírus.

TAP já esgotou classe executiva nos voos de/para o Brasil até ao fim do ano

23-11-2021 (15h52)

O mercado reagiu como "uma explosão" ao fim das restrições às viagens para Portugal em Setembro, e desde então os voos têm estado "muito bem compostos", disse ao PressTUR o director da TAP no Brasil, Mário Carvalho, destacando que a classe executiva "está cheia até ao fim do ano".

Opinião e Análise