Cabo Verde regista 13.068 passageiros em voos domésticos em Outubro

17-11-2021 (17h40)

Os voos domésticos em Cabo Verde movimentaram mais de 13.000 passageiros em Outubro, um aumento de 83,1% face a 2020, segundo dados da Agência de Aviação Civil (AAC).

De acordo com os dados da agência que regula o sector em Cabo Verde, citados pela Agência Lusa, em Outubro foi registado um movimento global de 26.137 passageiros em voos domésticos, em embarques e desembarques, nos quatro aeroportos internacionais e três aeródromos do país. Como cada passageiro é contado no embarque e no desembarque (aeroportos diferentes), trata-se de um movimento equivalente a 13.068 passageiros em voos domésticos.

Este movimento compara com os cerca de 7.100 passageiros em Outubro de 2020, período ainda fortemente afectado pelas restrições impostas devido à pandemia, e com os mais de 14.600 já em Setembro deste ano.

Estes voos eram operados desde 17 de Maio apenas pela angolana BestFly, em regime de concessão emergencial de seis meses atribuída pelo Governo cabo-verdiano. Em 18 de Setembro, a BestFly colocou em Cabo Verde um segundo ATR72-600 e desde 24 de Outubro que opera apenas com a Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV, companhia que adquiriu em Julho), terminando o regime de concessão emergencial.

Desde o início da pandemia, o movimento mensal mais elevado registou-se em Agosto passado, com 18.233 passageiros transportados nas ligações domésticas.

Apesar de continuar a evidenciar a recuperação do movimento aéreo e da procura turística, o total de passageiros transportados em Outubro (13.068) está longe dos quase 30.200 transportados em Outubro de 2019, antes dos efeitos da covid-19.

O movimento de Outubro de 2021, com quase 330 voos realizados, compara ainda com a ausência de ligações domésticas comerciais de Abril até 15 de Julho de 2020, medida adoptada pelo Governo de Cabo Verde para travar a transmissão da covid-19.

Em Março de 2020, último mês antes das restrições e dos efeitos económicos da pandemia, então apenas com a TICV a operar, foram transportados cerca de 19.900 passageiros (total de 39.807 movimentos) em voos domésticos.

Entretanto, o grupo angolano BestFly comprou 70% do capital social da TICV aos espanhóis da Binter, ficando os restantes 30% com o Estado cabo-verdiano, e concentra as ligações aéreas domésticas apenas na TICV, que não operava voos comerciais desde 16 de Maio.

Em 2020, os voos domésticos em Cabo Verde, operados apenas pela TICV, movimentaram cerca de 125 mil passageiros, menos 286 mil (-230%) face ao ano anterior, face às restrições impostas pela pandemia de covid-19.

Em 2017, os passageiros das ligações aéreas domésticas em Cabo Verde atingiram o recorde de quase 465 mil (movimento total de 929.595 embarques e desembarques), com mais de 10.200 voos.

Clique para ver mais: África

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CTP preocupada com controlo de testes caso a caso nos aeroportos

26-11-2021 (16h49)

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) manifestou-se hoje preocupado com a medida que obriga as companhias aéreas a controlarem caso a caso os testes à covid-19, nomeadamente em alturas de maior movimento nos aeroportos.

Hub and Spoke

26-11-2021 (16h26)

Poucas decisões são tão impactantes para o resultado de uma companhia aérea como as relativas à sua estrutura de rede (network structure). Mesmo que tudo o resto esteja equilibrado e bem estruturado - a organização operacional, a estrutura de capitais, a política comercial, etc. - as decisões sobre como e para onde voam podem, por si só, determinar o grau de sucesso e consequente futuro dessa companhia aérea. Essas são decisões sobre a frota, as rotas, os horários e a arquitetura do sistema em que se organizam essas rotas e horários.

Companhias aéreas incorrem em multas de 20 mil euros por passageiro sem teste em Portugal

26-11-2021 (15h39)

As companhias aéreas que transportem passageiros sem teste negativo à covid-19 para Portugal incorrem em multas de 20 mil euros por pessoa, anunciou ontem o primeiro-ministro, António Costa, após a reunião do Conselho de Ministros.

França proíbe voos provenientes de Moçambique e de outros países da região

26-11-2021 (13h03)

A França suspendeu hoje os voos provenientes de Moçambique, África do Sul, Lesotho, Botsuana, Zimbabué, Namíbia e Essuatini, com efeito imediato e durante pelo menos 48 horas, após ter sido encontrada uma nova variante do coronavírus.

TAP já esgotou classe executiva nos voos de/para o Brasil até ao fim do ano

23-11-2021 (15h52)

O mercado reagiu como "uma explosão" ao fim das restrições às viagens para Portugal em Setembro, e desde então os voos têm estado "muito bem compostos", disse ao PressTUR o director da TAP no Brasil, Mário Carvalho, destacando que a classe executiva "está cheia até ao fim do ano".

Opinião e Análise