Air France programa voar para Lisboa com o novo Airbus A220

08-10-2021 (16h23)

Foto: www.airfrance.com - A220-300
Foto: www.airfrance.com - A220-300

A companhia de aviação francesa Air France indicou hoje que Lisboa é um dos destinos para onde tem programado voar com o novo avião da Airbus, o A220, de que recebeu a primeira unidade no passado dia 29.

A companhia informou que programou começar a voar com o A220, que designa como “a nova joia da sua frota de curto e médio curso”, a 31 de Outubro, para Berlim, Madrid, Barcelona, Milão e Veneza.

Lisboa surge numa ‘segunda leva’ de destinos a serem servidos com o A220, “mais tarde no Inverno”, juntamente com Bolonha, Roma e Copenhaga.

A Air France indicou que para este Inverno IATA tem previsto voar para 87 destinos de longo curso e 95 de curto e médio curso e ter novas rotas para todos os continentes.

Clique para ler:

Air France recebeu hoje o primeiro de 60 Airbus A200-300

Air France anuncia retoma dos voos para Fortaleza (Brasil) já este mês

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Air France

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Venezuela restringe voos internacionais por tempo indeterminado

20-10-2021 (15h25)

As autoridades venezuelanas prolongaram, por tempo indeterminado, as restrições às operações aéreas internacionais em vigor no país, devido à quarentena preventiva da covid-19.

Marrocos suspende voos de/para Alemanha, Reino Unido e Países Baixos

20-10-2021 (14h53)

As autoridades marroquinas decidiram suspender, a partir da meia-noite de hoje, os voos de e para a Alemanha, Países Baixos e Reino Unido devido à evolução da situação da covid-19 nestes três países.

Presidente angolano exonera administração da TAAG

20-10-2021 (14h28)

O Presidente angolano, João Lourenço, exonerou hoje o conselho de administração da companhia aérea de bandeira, TAAG, fundamentando a decisão com a necessidade de concretizar o plano de restruturação da empresa e os seus objectivos estratégicos.

Agências IATA portuguesas reduzem quebra da venda de voos pela pandemia para cerca de metade

20-10-2021 (12h56)

As agências de viagens IATA portuguesas, que nos primeiros meses do ano tiveram quebras da venda de voos em BSP (do inglês para Billing and Settlement Plan) da IATA face aos meses pré-pandemia acima dos 80%, em Setembro reduziram esse diferencial para 44,4%.

Vendas BSP este ano ultrapassam pela primeira vez o total homólogo de 2020

20-10-2021 (12h55)

As vendas BSP das agências IATA portuguesas atingiram em Setembro o total de 207,86 milhões de euros, superando pela primeira vez o total acumulado do período homólogo de 2020, ainda que em relação a 2019 a quebra ultrapasse os 500 milhões de euros.

Opinião e Análise