Air France aumenta oferta para Portugal “em quase 25%” face ao Verão de 2019

15-06-2021 (15h21)

Foto: Air France
Foto: Air France

A Air France vai concentrar a sua oferta de voos na Europa em destinos de lazer como Portugal, para onde prevê aumentar a oferta “em quase 25%” face a 2019, e Grécia, para onde planeia aumentar a oferta “em quase 80%”.

A oferta de voos na Europa “vai focar-se essencialmente nos destinos de lazer, como Portugal, Grécia, Espanha e Itália, a partir de Paris e das regiões francesas”, anunciou a transportadora num comunicado.

“No global e face ao Verão de 2019, a Air France vai aumentar a sua oferta para a Grécia em quase 80% e para Portugal em quase 25%”, indica a transportadora, sem especificar o número de voos por semana a que correspondem esses aumentos.

Apesar do reforço da oferta para destinos de lazer na Europa, o programa de voos da Air France ainda fica aquém dos níveis pré-pandemia. Para Julho e Agosto, Air France planeia operar 65% da capacidade operada no mesmo período em 2019, o que corresponde a um crescimento face ao mês de Maio, quando operou apenas 40% da capacidade do mês homólogo de 2019.

A companhia aérea vai voar este Verão para “quase 200 destinos em todo o mundo, dos quais mais de 110 em França, Europa e Norte da África” e esses destinos “podem ser alcançados a partir de Lisboa, Porto ou Faro (desde 6 de Junho passado) via hub da companhia em Paris-Charles de Gaulle”.

Na rede de curto e médio curso, a Air France sublinha que acrescentou ao seu “programa habitual” 23 rotas sazonais de Verão, para um total de 81.

Na rede doméstica, a companhia anuncia “mais de 40 ligações estivais” e destaca as ligações a Córsega “que este Verão vai estar ligada sem escalas a Paris, Bordéus, Caen, Lille, Lyon, Pau, Rennes, Estrasburgo e Nantes”.

No longo curso, a Air France anunciou que prevê “assegurar até três voos/dia este Verão para Pointe-à-Pitre (Guadalupe), Fort-de-France (Martinica) e Saint-Denis da Reunião de Paris-Orly e Paris-Charles de Gaulle, permitindo ligações para toda a rede da Air France”.

A Air France anunciou ainda que as suas equipas de manutenção “estão a trabalhar arduamente para retirar do armazenamento 10 aviões de médio curso e 12 de longo curso”, esperando ter este Verão 181 aviões em actividade.

 

Clique para ver mais: Air France

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Estudo da Oliver Wyman prevê falta de pilotos na Europa em 2022

03-08-2021 (15h17)

De acordo com um estudo da consultora Oliver Wyman, a Europa vai ter falta de pilotos em 2022, mais precisamente menos 790 pilotos do que aqueles que serão necessários.

Iberia ultrapassou British Airways e foi a companhia do IAG líder em tráfego de passageiros

02-08-2021 (16h36)

A Iberia foi a companhia do IAG que mais tráfego de passageiros transportou no segundo trimestre, superando a British Airways, tradicionalmente a líder, nomeadamente pela liderança no transporte entre a Europa e a América do Norte.

IAG prevê ter este trimestre 45% da capacidade de transporte de passageiros de 2019

02-08-2021 (16h31)

O IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, anunciou que prevê aumentar a sua capacidade de transporte de passageiros dos 21,9% do período homólogo de 2019 no segundo trimestre para “cerca de 45%” este trimestre, época alta no Hemisfério Norte.

LATAM Airlines considera combustíveis alternativos

02-08-2021 (16h16)

A LATAM Airlines, de acordo com o seu CEO, Roberto Alvo, está a considerar o recurso a combustíveis alternativos para cumprir o seu objectivo de atingir a neutralidade de carbono em 2050 e de em 2030 já ter uma redução de 50% nas suas emissões domésticas.

Governo cabo-verdiano acusa administração islandesa da TACV de irregularidades

02-08-2021 (14h01)

O Governo cabo-verdiano revelou que a administração islandesa da TACV, entretanto renacionalizada, ameaçou imobilizar em Portugal a aeronave com que pretendia retomar os voos internacionais e iniciou um processo disciplinar à vice-presidente nomeada pelo Estado.

Opinião e Análise