Negócios na plataforma de comércio da Travelport aumentam 12% no primeiro semestre

02-08-2018 (16h28)

Imagem: Travelport
Imagem: Travelport

A plataforma de comércio de produtos turísticos da Travelport processou no primeiro semestre negócios no montante global de 46,7 mil milhões de dólares (cerca de 40 mil milhões de euros), com um aumento em 12% relativamente ao período homólogo de 2017, informou hoje a empresa.

A informação especifica que no segundo trimestre o aumento foi em 11%, para 23,44 mil milhões de dólares (cerca de 20 mil milhões de euros).

Relativamente aos produtos e serviços comercializados, sabe-se que os voos são a maior fatia, mas a empresa indica apenas que no primeiro semestre estão incluídas 34,35 milhões de noites de hotel e 53,3 milhões de dias de rent-a-car, com aumentos respectivamente em 2% e em 5%.

No segundo trimestre, o aumento do número de noites de hotel foi de 2%, para 17,78 milhões, mas em rent-a-car houve uma estagnação em baixa, para 28,6 milhões de dias.

O processamento destes negócios, de acordo com a informação disponibilizada pela Travelport, geraram-lhe uma receita de 1.290,6 milhões de dólares (1,1 mil milhões de euros) no primeiro semestre, em alta de 7% relativamente ao período homólogo, com +2% no segmento que designa por Air, referindo-se a Aviação, que somou 916,88 milhões de dólares (785,2 milhões de euros), e +21% no Beyond Air, onde inclui designadamente hotelaria, rent-a-car e processamento de pagamentos, designadamente pela sua subsidiária eNett, que foi mais uma vez ‘a estrela’ do crescimento.

No segundo trimestre, o crescimento das receitas obtidas pela Travelport com a sua plataforma de comércio foi ainda mais forte, situando-se em 9%, com +5% no segmento Air e +21% no Beyond Air, nomeadamente pelo aumento em 82% da eNett.

O balanço evidencia que os aumentos de receita foram gerados principalmente por subidas da receita média por segmento, unidade utilizada pelos GDS, que aumentou em média 7% no semestre, com +9% no segundo trimestre.

O número de segmentos, por sua vez, teve uma estagnação em baixa tanto no semestre, ficando em 179,25 milhões, quanto no segundo trimestre, com 86,9 milhões.

 

Ver também:

Travelport cresce 24% na Europa no 2º trimestre, mas não evita quebra do lucro em 80%

 

Clique para mais notícias: Travelport

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vales de viagens atingiram 100 milhões de euros e litígios não são “materialmente relevantes” – APAVT

14-01-2022 (10h45)

Os vales emitidos pelas agências, por viagens canceladas até final de setembro de 2020, atingiram os 100 milhões de euros e estão praticamente resolvidos, com os litígios a não serem “materialmente relevantes”, garantiu o presidente da APAVT.

Roadshow "Os Especialistas 2022" adiado para Abril

12-01-2022 (17h07)

O roadshow Os Especialistas 2022 foi adiado para Abril, de forma a ser possível "garantir uma maior segurança sanitária e tranquilidade aos visitantes".

António Costa a favor da continuação do Apoiar.pt

11-01-2022 (13h57)

O secretário-geral do Partido Socialista (PS) e candidato a primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje, numa reunião organizada pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP), ser favorável à continuação do programa Apoiar.pt, segundo um comunicado da APAVT.

Bestravel adia Convenção para Abril na Figueira da Foz

10-01-2022 (18h23)

A rede de agências de viagens Bestravel adiou a sua Convenção Anual que se iria realizar de dias 3 a 6 Fevereiro, na Figueira da Foz, para os dias 7 a 10 de Abril, devido à “actual situação pandémica, a sua evolução e inconstância de número de casos da covid-19”.

Seguros In Sure Broker ligados ao software SIGAV

10-01-2022 (15h25)

Os seguros da In Sure Broker já se encontram directamente ligados ao software SIGAV, permitindo a subscrição do seguro de forma automática no momento da reserva.

Opinião e Análise