Amadeus realça atenuação das quebras provocadas pela pandemia

05-11-2021 (15h19)

Foto: Amadeus
Foto: Amadeus

A tecnológica Amadeus, uma das companhias mais lucrativas do mundo, acumulou até ao fim de Setembro um prejuízo de 121,3 milhões de euros, embora no 3º trimestre, época alta do turismo e aviação no hemisfério Norte, tenha alcançado o primeiro lucro trimestral desde o início da pandemia de covid-19, no montante de nove milhões de euros.

O balanço publicado hoje pela tecnológica que diz ajudar a conectar anualmente 1,6 mil milhões de pessoas a fornecedores de viagens em mais de 190 países, mostra que ao longo do ano tem reduzido a quebra de reservas aéreas de agências de viagens, que atingiu 79,2% no primeiro trimestre, sucessivamente para 67,6% no segundo e 58,5% no terceiro, e com uma quebra ainda menor em receitas dessa actividade, em 57,7%, para 300,4 milhões de euros.

A companhia realça a esse propósito que essa recuperação tem sido possível apesar de uma maior proporção de reservas de voos domésticos e de curto curso, geradores de menores receitas, mas que estão a recuperar mais rapidamente que os internacionais e, especialmente, que os intercontinentais.

O Amadeus avança na mesma informação que isso se deve nomeadamente a várias linhas de receita como as proporcionadas pelas suas aplicações IT Solutions para vendedores de viagens e empresas, os quais registaram taxas de contracção de reservas mais suaves do que as agências de viagens.

Adicionalmente a empresa realça a sua maior penetração de mercado, via nomeadamente a conquista de novos clientes, referindo que durante o 4º trimestre assinou 14 novos contratos e renovações de contratos de distribuição com companhias de aviação, atingindo 51 este ano.

A companhia avançou ainda que assinou contratos de distribuição de conteúdos NDC através da Amadeus Travel Platform com 17 companhias, cinco dos quais já implementados, e realça o caso da Etihad que passou a disponibilizar todo o seu conteúdo NDC às agências de viagens via Amadeus e que em 2022 será a vez da Cathay Pacific.

Na área da gestão de passageiros para companhias de aviação, através nomeadamente da solução Altéa, de que a TAP é um dos clientes, o Amadeus destacou que de uma quebra em relação aos períodos homólogos de 2019, pré-pandemia, de 70,8% em passageiros embarcados com essa solução no primeiro trimestre deste ano, passou para 67,7% no segundo e 50,7% no terceiro.

E em proveitos da actividade, com o montante de 294,6 milhões de euros no terceiro trimestre, a quebra encolheu para 39,4%.

A informação divulgada pelo Amadeus assinala que a quebra média nos primeiros nove meses deste ano face ao período homólogo de 2019 está em 58,5% em reservas aéreas de agências de viagens e em 50,7% em passageiros embarcados com as suas soluções.

Em receitas, a companhia indicou uma quebra em 56%, para 1.860,2 milhões de euros, com -68,2% nas reservas aéreas de agências de viagens, para 717,7 milhões, -44,6% em IT Solutions, para 763,8 milhões, e -36,1% em soluções para hospitalidade e outras, para 378,7 milhões.

O resultado líquido nos nove meses é um prejuízo de 121,3 milhões de euros, que compara com uma perda de 356,4 milhões no período homólogo de 2020, em plena pandemia, com o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e provisões a atingirem 405,7 milhões, +106,8% que no ano anterior, embora ainda 76,8% abaixo do período homólogo pré-pandemia.

 

Clique para mais notícias: Amadeus

Clique para mais notícias: Agências de viagens

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Soltrópico volta a apresentar produto regular com PVP comissionável

26-11-2021 (17h42)

A Soltrópico passou a apresentar toda a sua oferta, charter e regular, com PVP comissionável, remunerando as agências de viagens consoante uma percentagem de comissão acordada, depois de em Abril deste ano ter feito uma alteração que permitia às agências “escolher a sua rentabilidade” no produto regular.

Solférias anuncia charters de Verão para o Senegal

23-11-2021 (16h22)

O operador turístico Solférias anunciou que tem confirmada uma operação charter de Lisboa e do Porto para o Senegal no próximo Verão, destacando que uma das principais apostas na programação será um novo resort da RIU Hotels & Resorts na primeira linha de praia da zona de Pointe Saréne.

Inscrições para o Workshop Internacional de Turismo Religioso abrem amanhã

22-11-2021 (14h28)

A 10ª edição do Workshop Internacional de Turismo Religioso (IWRT) está marcada para os dias 10 e 11 Março de 2022, em Fátima, concelho de Ourém (Santarém), estando as inscrições abertas a partir de terça-feira, 23 de Novembro, no sítio na Internet do evento, em www.iwrt.pt.

Presidente da República inaugura ‘reencontro do turismo’ promovido pela APAVT

19-11-2021 (15h01)

O Presidente da República vai estar a 1 de Dezembro em Aveiro a presidir à abertura do 46º Congresso Nacional da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, que o apresenta como “reencontro do sector turístico”.

Agências de viagens IATA portuguesas ultrapassaram até Outubro o total de vendas de voos do ano passado

18-11-2021 (16h57)

As agências de viagens IATA portuguesas atingiram em Outubro um novo máximo mensal de vendas em pandemia, com quase 54 milhões de euros, e, dessa forma, em dez meses deste ano ultrapassaram o total de vendas de 2020, ano em que as consequências da pandemia começaram a fazer-se sentir a partir de Abril.

Opinião e Análise