Agentes de viagens britânicos pedem redução do preço dos testes PCR

03-05-2021 (10h26)

Foto: Unsplash / JC Gellidon
Foto: Unsplash / JC Gellidon

Os agentes de viagens do Reino Unido estão a pedir uma redução do preço dos testes PCR para valores na ordem dos 29 euros, para permitir que os turistas convencionais possam viajar.

No Reino Unido, os testes são exigidos aos viajantes antes da partida e após o regresso, independentemente do destino, e variam entre 44,90 e 200 libras (entre 52 e 230 euros ao câmbio de hoje), escreve o jornal especializado em turismo “Travel Weekly”.

A associação dos agentes de viagens britânicos (ABTA), citada pelo jornal, diz que os testes custam em média 128 libras (147 euros), mas vários grupos de operação turística conseguiram acordos com fornecedores de testes que permitem reduzir os preços para valores entre 44,90 e 60 libras (52 euros e 69 euros).

Apesar destes acordos, os agentes de viagens ouvidos pelo “Travel Weekly” dizem que é preciso reduzir ainda mais o preço dos testes para os viajantes convencionais fazerem reservas.

Um dos profissionais ouvidos pelo jornal britânico diz que o preço deverá ser reduzido para um máximo de 25 libras (29 euros) e sugere que o governo ajude a financiar os custos.

A redução do preço dos testes está a ser solicitada pelos agentes de viagens britânicos após a divulgação dos resultados de um inquérito da Opinium, encomendada pela seguradora Battleface em Março. O inquérito feito a 2.000 pessoas indicou que 49% dos britânicos estão dispostos a pagar até 25 libras por um teste PCR para viajar e apenas 4% estão dispostos a pagar 75 libras ou mais.

Uma das soluções que o Reino Unido está a analisar para reduzir o preço dos testes é a isenção do IVA (clique para ler: Reino Unido pondera eliminar o IVA dos testes PCR obrigatórios para todos os viajantes).

Ver também:

Reino Unido perdeu a liderança entre os mercados emissores para Portugal num ano de pandemia

 

Clique para ver mais: Reino Unido

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Portugal na lista verde do Reino Unido leva a “onda de reservas” na Jet2

11-05-2021 (09h22)

O operador turístico britânico Jet2holidays anunciou que teve um aumento de mais de 600% das reservas para Portugal nas 24 horas após o anúncio pelo governo britânico de que o país é um dos ‘destinos verdes’, considerado seguro para viajar.

Hotéis dão benefícios a quem reservar em agências de viagens associadas da APAVT

10-05-2021 (18h47)

A APAVT anunciou que os clientes das suas agências terão benefícios adicionais em reservas em grupos hoteleiros portugueses, explicando que se trata de “um processo de aproximação à hotelaria nacional”.

Espanha aprova joint venture dos operadores dos grupos Logitravel e Piñero

10-05-2021 (16h11)

A Comissão Nacional de Mercados e Concorrência (CNMC) em Espanha aprovou a joint venture dos operadores turísticos Smytavel, do Grupo Logitravel, e Soltour, do Grupo Piñero, segundo o jornal espanhol "Vozpópuli".

Imprensa brasileira confirma Antonoaldo Neves no negócio das agências de viagens

10-05-2021 (15h02)

O ex-CEO da TAP Antonoaldo Neves, que ao tempo em que esteve à frente da companhia de aviação portuguesa antagonizou as agências de viagens, está de facto com um projecto no Brasil com soluções para agências de viagens.

Solférias lança brochura multimédia dedicada a viagens de Lua de Mel

10-05-2021 (14h13)

O operador turístico Solférias lançou hoje uma brochura multimédia dedicada a viagens de Lua de Mel, com fotografias, vídeos e propostas para vários destinos, de Portugal às Maldivas, passando por Cuba, Brasil e Cabo Verde.

Opinião e Análise