spot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Carnival anuncia recorde de receitas do primeiro trimestre

A companhia norte-americana de cruzeiros Carnival anunciou hoje ter atingido um recorde de receitas no primeiro trimestre, com o montante de 5,4 mil milhões de dólares, realçando ter alcançado o maior número de reservas no período, a par de “considerável” subida de preço dos bilhetes.

“Foi um fantástico começo de ano”, comentou o seu CEO, Josh Weinstein, realçando que a companhia ultrapassou todas as previsões e registou “uma monumental wave season [denominação para o período tradicionalmente mais forte em reservas], tanto em número de reservas como em preços.

Na mesma ocasião, Josh Weinstein anunciou uma revisão em alta da previsão de resultados no ano.

A companhia informou que no primeiro trimestre realizou 3.617 milhões de dólares em bilhetes e 1.790 milhões em vendas a bordo, com aumentos de 26% e 14,5%, respectivamente, alcançando assim um aumento dos proveitos em 22%, para 5.406 milhões de dólares.

As despesas operacionais, por sua vez, aumentaram 11,4%, para 5.131 milhões, pelo que a Carnival teve um lucro operacional de 276 milhões, quando no período homólogo do ano passado perdera 172 milhões.

Ainda assim, o resultado líquido foi um prejuízo de 214 milhões, principalmente pelos 471 milhões de encargos com juros.

A informação da Carnival indica que os seus navios transportaram três milhões de passageiros no trimestre, mais cerca de 300 mil que no período homólogo do ano anterior, e somaram 23,5 milhões de PCD (passageiros x dias de cruzeiro), em alta de 16,3% em relação ao primeiro trimestre de 2022 e a taxa de ocupação subiu de 91% para 102%.

Consulte aqui o site da Carnival.

Veja também: Carnival garante ter reservas em alta e com subidas de preços para o próximo ano

 

- Publicidade-
- Publicidade -spot_img