spot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Beja “não é solução” para os voos charter – Nuno Aleixo, Nortravel

O director-geral da Nortravel, Nuno Aleixo, defende que o Aeroporto de Beja “não é solução” para os voos charter, porque a auto-estrada não chega ao terminal, e mesmo que chegasse, “não há motoristas” de autocarro para transportar os passageiros.

Além da questão da acessibilidade, há um problema de concorrência. Fazer uma transferência dos voos charter para Beja enquanto se mantém voos regulares a partir de Lisboa para os mesmos destinos penaliza a operação turística, afirma Nuno Aleixo.

No início de Outubro, a Comissão Técnica Independente mandatada pelo Governo para analisar uma solução aeroportuária para a região de Lisboa, propôs que os voos charter realizados de/para a capital portuguesa fossem transferidos para Beja, de forma a descongestionar o Aeroporto Humberto Delgado.

PressTUR: Vários operadores, incluindo do Grupo Ávoris, voltaram este ano a mudar para o Porto algumas operações charter que estavam previstas sair de Lisboa. Porque é que estas alterações acontecem?

Nuno Aleixo: Andamos há 50 anos a discutir o novo aeroporto… Tivemos um grande boom turístico e no pós-pandemia ainda rebentou mais. Entraram outras companhias aéreas e estão muitas outras à porta para entrar. Aliás, há companhias aéreas a operar em Lisboa com horários diferentes em cada dia consoante o que conseguem. É complicado sustentarmos o turismo, quer seja receptivo ou emissor, durante muito mais anos com este tapa-buracos. Tem que se tomar uma decisão rapidamente.

PressTUR: Foi pela falta de capacidade do Aeroporto de Lisboa que tiveram que alterar para o Porto charters que tinham previsto partir de Lisboa?

Nuno Aleixo: Sim, mas não houve qualquer impacto negativo para os nossos passageiros. Conseguimos colocar toda a gente em voos da TAP. Contudo, o custo por assento num charter é diferente do custo por assento num voo regular. E tivemos que ser nós a suportar essa perda de rendimento.

PressTUR: Também transferiram passageiros para o Porto?

Nuno Aleixo: Não. Os passageiros dos charters para a Ilha do Sal que tínhamos previsto fazer de Lisboa passaram para os voos da TAP à partida de Lisboa. Na Travelplan, conseguimos operar até ao fim de Junho a operação Lisboa – Saïdia e em Julho tivemos que a passar para o Porto. Aí sim demos um incentivo aos passageiros para partirem do Porto, que era a única solução que tínhamos. A ANA Aeroportos fez pressão para se meter em Beja várias destas operações que passaram para o Porto. Eu acho que é consensual no mercado que Beja não é solução. Não tem ligações, não tem infra-estruturas.

PressTUR: O que é que poderia ser feito para Beja ser uma solução?

Nuno Aleixo: O primeiro passo era pelo menos acabar rapidamente a auto-estrada entre a A2 e Beja. Não sei quais são as implicações, mas acredito que em alguns meses se faria isso. Não é uma solução, mas ajudava a atenuar o impacto se alguma vez tivessemos que passar uma operação para Beja. No entanto, mesmo que isso acontecesse, teríamos dificuldade em transportar os passageiros. Não há autocarros disponíveis em Portugal, não há motoristas. Como é que conseguiríamos montar um shuttle diário a transportar passageiros para Beja? É mais complexo do que se pode pensar. Tentem lá contratar um autocarro em Portugal nas épocas altas. Não há motoristas.

PressTUR: Nesse caso, Beja definitivamente não é solução para os charters?

Nuno Aleixo: Muitas vezes diz-se que o Aeroporto de Beja pode ficar com os charters todos. É uma concorrência complicada, porque depois ficam os voos regulares para os mesmos destinos a sair do Aeroporto de Lisboa. Estão a penalizar um lado. Há aqui uma questão muito abrangente sobre a qual tem que se tomar decisões. Não se podem tomar medidas avulsas.

Continuar:

Malta, Egipto e Jordânia: alternativas a uma Europa mais difícil de vender para grupos – Nuno Aleixo, Nortravel

Europa, Cabo Verde e Açores foram os destinos mais vendidos pela Nortravel este Verão

Voltar atrás:

Nortravel prepara charters para Croácia, Bulgária e Turquia em 2024

Para aceder ao site da Nortravel clique aqui.

- Publicidade-
- Publicidade -spot_img