spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Aeroporto de Port Hedland adere ao sistema de cloud da Amadeus

O Aeroporto Internacional de Port Hedland, na região de Pilbara no estado do Oeste da Austrália, aderiu ao sistema de cloud Amadeus ACUS, que vai permitir um melhor serviço ao cliente através de uma agilização e flexibilização dos processos.

Com o serviço de cloud da Amadeus, o aeroporto de Port Hedland vai permitir uma colaboração mais eficiente entre os intervenientes no serviço do aeroporto aos clientes, como companhias aéreas, staff do aeroporto e equipas de handling. Também vai fornecer ferramentas que funcionam fora do terminal e do aeroporto, que permitem, por exemplo, uma extensão dos serviços das companhias e do aeroporto às aplicações móveis que permitem check-in online, saber tempos de espera na segurança, ou horários de embarque, entre outros.

A disposição do espaço do aeroporto também beneficia com este serviço, visto que podem ser substituídas as “workstations” actuais por “thin-clients”, computadores de baixo consumo energético que conectam aos servidores da cloud, que realizam as tarefas de processamento mais complexas.

O aeroporto também reduz os seus custos de serviço de redes e de equipamento tecnológico porque não é necessário ter o mesmo serviço e suporte de IT no local, visto que os processos mais complexos são feitos pelos servidores da cloud.

O CEO do Port Hedland International Airport, Dave Batic, afirmou em comunicado que “com o que experienciamos durante a pandemia de covid-19, a necessidade de operações de aeroporto ágeis é evidente”, garantindo que “apesar do impacto na aviação, estamos satisfeitos por ver os passageiros regressar rapidamente ao nosso aeroporto”.

Acrescentou ainda que, “olhando em frente, o nosso investimento tanto no redesenhar do terminal de forma mais ampla como no Amadeus ACUS vai preparar as nossas operações para o futuro, permitindo aproveitar a flexibilidade da cloud e acrescentar novas inovações para beneficiar passageiros, como o check-in fora do terminal e fora do aeroporto”.

Para Sarah Samuel, vice-presidente sénior para o departamento de aeroportos e de operações de companhias aéreas (APAC) da Amadeus, “este projecto é um óptimo exemplo de como as vantagens das soluções da cloud podem atender às necessidades de aeroportos de todas as dimensões”.

“Apesar de ser um aeroporto remoto na região longínqua do Noroeste da Austrália, Port Hedland está determinado em investir nos seus serviços de passageiros e nós estamos satisfeitos de poder apoiar a sua visão de serviços de passageiros mais eficientes e inovadores”, concluiu.

- Publicidade-
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias