Clique aqui para ver mais
Contacto: presstur@presstur.com ... Sábado, 20-12-2014 11:28:20 (Lisboa)
Pesquisar:










 Dicas de Viagem
Visitas de turistas portugueses a Macau
estabiliza até Julho
Presstur 22-08-2012 (11h56) Portugal, que é o quinto emissor europeu de turistas para Macau, está nos sete meses até Julho com o mesmo número que há um ano (5.943, mais um que no período homólogo de 2007), porque o mês de Julho anulou o crescimento do primeiro semestre, com uma queda de 7,2% (menos 64), para 831.



Os dados divulgados hoje pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DESC) de Macau indicam que em Julho o total de visitantes de Portugal, incluindo turistas e excursionistas (que não pernoitam no destino) baixou 6,6%, para 969, com a queda do número de excursionistas (-2,8%, para 138) a atenuar o decréscimo em turistas.
Adicionalmente, em Julho baixou o tempo médio de permanência dos visitantes de 5,5 para 3,6 dias, pelo decréscimo da estada média dos turistas, de 6,4 para 4,4 dias.
Nos sete meses de Janeiro a Julho, o total de visitantes portugueses está com um decréscimo de 2,2%, neste caso integralmente pela redução do número de excursionistas, em 11,8%, para 1.187.
Os dados da DSEC mostram que Julho foi um mês de descida das chegadas de visitantes, com um decréscimo de 4,2% ou 106,6 mil, para 2,444 milhões, principalmente pela queda de 4,1% dos mercados asiáticos (menos 101,8 mil, para 2,388 milhões), de onde chegam ao território mais de 97% dos visitantes.
Entre os mercados asiáticos, o primeiro emissor, a China Continental, de onde chegam a Macau mais de metade dos visitantes, teve um decréscimo de 0,3% ou 4,1 mil, para 1,456, e o segundo emissor, Hong Kong, baixou 11,1% ou 80,1 mil, para 639,58 mil.
Estas quedas devem-se principalmente a decréscimos nos excursionistas (-5,7% da China, para 724,4 mil, e -17% de Hong Kong, para 311 mil), porque o número de turistas chineses (que pernoitaram na Região) até aumentou, em 5,7%, para 731,89 mil, e a queda dos turistas residentes em Hong Kong foi de 4,8%, para 328,49 mil.
Apesar da queda em Julho, nos sete meses de Janeiro a Julho Macau está com um aumento do número de visitantes em 1,4% ou 224,4 mil, para 16,02 milhões, impulsionado pelo aumento em 4,8% ou 352,7 mil dos que pernoitaram no território (turistas), para 7,635 milhões.
Este crescimento do número de turistas decorre do incremento em 4,9% dos mercados emissores da Ásia, para 7,426 milhões, que, por sua vez, foi impulsionado por um aumento em 10,7% do número de turistas chineses, para 4,5 milhões.
Igualmente em alta estão as chegadas de turistas residentes nos continentes americano, em 1,6%, para 91,3 mil, e europeu, em 3,4%, para 71,9 mil.
O aumento das chegadas de turistas europeus ocorre apesar de decréscimos dos dois maiores emissores, o Reino Unido (-6%, para 17,18 mil) e França (-4,8%, para 10,99 mil), designadamente pelos aumentos da Rússia (+57%, para 6,99 mil) e da Alemanha (+4,3%, para 6,79 mil).
Em número de visitantes (turistas e excursionistas), o aumento das chegadas de residentes é de novo gerado pelos crescimentos das chegadas de residentes na Rússia (+73,45, para 14,76 mil) e Alemanha (+4,2%, para 16,19 mil), que compensam os decréscimos das chegadas do Reino Unido (-5,3%, para 32,79 mil) e França (-0,4%, para 23,25 mil).
De acordo com os dados da DSEC, os 8,7 mil visitantes europeus que estiveram em Macau no mês de Julho (-9,3% que há um ano), permaneceram em média 1,2 dias (1,5 em 2011), com dois dias para os turistas (2,7 há um ano) e 0,2 para os excursionistas (como há um ano).
Os portugueses, apesar do decréscimo relativamente ao mês homólogo de 2011, foram os turistas residentes na Europa que mais tempo médio de permanência tiveram nas visitas a Macau em Julho, com 3,6 dias para o conjunto dos visitantes, 4,4 para os turistas e 0,2 para os excursionistas.

Clique para mais notícias: Macau
Entrada    Mercados    Ásia&Pacífico










 Hotéis&Casinos
Lisboa tem novo Holiday Inn Express (em fotos)
orientado para os turistas de lazer
17-12-2014 (17h05)

O IHG, maior rede hoteleira do mundo, inaugurou ontem o Holiday Inn Express Lisboa, uma unidade junto à Avenida da Liberdade que, segundo Eurico Almeida, administrador da Palminvest, é direccionada para o segmento de lazer, designadamente city breaks. Veja aqui as fotos.

Sheraton Porto Hotel & Spa anuncia
propostas para Natal e Ano Novo
14-12-2014 (20h37)

O Sheraton Porto Hotel & Spa, perto da avenida da Boavista, na Invicta, está a promover as suas propostas para o Natal, que incluem Ceia de 24 e almoço e jantar a 25, e para o Ano Novo, com festa de passagem do ano e almoço e jantar do primeiro dia de 2015.

DoubleTree by Hilton inaugura em Lawrenceburg