Clique aqui para ver mais
Contacto: presstur@presstur.com ... Terça-feira, 28-04-2015 12:48:52 (Lisboa)
Pesquisar:






 Dicas de Viagem
No primeiro semestre
TAP faz mais 2.177 voos de e para Lisboa
e permite ao Aeroporto ter aumento de ligações...
Presstur 13-07-2012 (16h21) O Aeroporto de Lisboa foi o único dos três aeroportos internacionais em Portugal Continental a ter aumento do número de voos comerciais no primeiro semestre, em 1% ou 687, que se deve principalmente ao reforço da operação da TAP, que fez mais 2.177 voos (+5,4%) que há um ano.
Os dados do Aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso mostram que outras companhias também contribuíram para o incremento do número de ligações de e para Lisboa, mas não em números aproximados dos da TAP, que no primeiro semestre foi a companhia que operou 63,1% dos total de voos de e para Lisboa (incluindo não comerciais), quando há um ano representava 60,5%.
Entre as companhias que também contribuíram para o reforço de ligações de e para Lisboa contam-se principalmente as low cost transavia.com, do Grupo Air France-KLM, com mais 388 que há um ano (+236,6%, para 552), e easyJet, que em Abril inaugurou a sua base no Terminal 2, com mais 342 (+6%, para 6.049).
Em contrapartida, fizeram reduções expressivas a SATA Internacional, que, com o fim da rota do Funchal, baixou o número de voos de e para Lisboa em 501 (-27,8%, para 1.302), a Brussels, que teve menos 372 (-51,4%, para 352), a Lufthansa, que teve menos 362 (-15,3%, para 2.011), a Iberia, cuja operação foi penalizada no primeiro semestre por greves de pilotos, que teve menos 145 (-7,5%, para 1.780), e a Air France, que teve menos 119 (-6,6%, para 1.672).
Ainda assim, contabilizando voos domésticos e internacionais, Lisboa teve mais 687 voos comerciais no primeiro semestre deste ano (+1%, para 67.556), mas que não foi homogéneo, pois resultou do aumento das ligações internacionais em 2,6% ou 1.476, para 57.454, enquanto em domésticos houve um decréscimo de 7,2% ou 789, para 10.102.
Esta redução da oferta de voos domésticos incidiu principalmente nas ligações com os arquipélagos da Madeira e dos Açores, nas quais houve menos 491 voos (-8,4%, para 5.384), designadamente pela saída da SATA Internacional da rota Lisboa-Funchal, mas também ocorreu nos voos dentro do Continente (ligações com o Porto e Faro), com menos 298 voos que há um ano (-5,9%, para 4.718).
O aumento da oferta de ligações internacionais, por sua vez, não foi homogéneo, já que se deu pelos aumentos do número de voos de e para outros países europeus da Área Schengen, em 1.026 voos (+2,5%, para 41.635), e nas ligações com países terceiros (designadamente Brasil, África e EUA), com mais 590 (+6%, para 10.313), enquanto para países europeus não Schengen houve uma redução de 140 voos (-2,5%, para 5.506).
Lisboa teve, assim, no primeiro semestre, 85% das partidas e chegadas a serem de voos internacionais, com 61,6% para as ligações com outros países Schengen (41.635), 8,2% para as ligações com países da União Europeia não Schengen (5.506) e 15,3% para as ligações com países terceiros (10.313).
No conjunto dos aeroportos do Continente, Lisboa concentrou 60% da oferta de voos internacionais (58,4% há um ano), tendo 91,4% das ligações com países terceiros (+0,93 pontos), 62,4% das ligações com outros países Schengen (1,01 pontos) e 31% das ligações com países da UE não Schengen (+1,36 pontos).
Em voos domésticos, Lisboa concentrou 58,5% da oferta de voos, face a 59,4% há um ano, com 79,6% das ligações com os Açores e a Madeira (-1,25 pontos) e 44,9% nas ligações com outros aeroportos do Continente (-0,42 pontos).

Continua em:
...mas no Porto a TAP é a que mais corta voos, seguida de perto pela Ryanair
easyJet, Ryanair e Monarch lideraram redução de voos de e para Faro

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses
Clique para mais notícias: Aviação
Clique para mais notícias: Portugal
Entrada    Actualidade    Aviação








 Cruzeiros
MSC cancela escalas no Egipto e na Ucrânia
pela “segurança dos passageiros e tripulação”
23-04-2015 (11h52)

A MSC Cruzeiros suspendeu as restantes escalas previstas para este ano na Ucrânia e no Egipto, substituindo-as por outras paragens até que estes destinos “sejam novamente considerados seguros aos olhos dos consumidores”.

 Agências&Operadores
De Lisboa a Dublin
James Rawes anuncia cruzeiro gastronómico
em promoção para agentes de viagens
24-04-2015 (16h25)

Um cruzeiro gastronómico com cozinha “inspirada, requintada e variada com chefs talentosos” é a proposta da James Rawes para agentes de viagens, numa viagem de sete noites entre Lisboa a Dublin, desde 600 euros em ocupação dupla.

Solférias já tem online todas as 16 brochuras
com os seus programas para o Verão
24-04-2015 (15h55)

O operador turístico Solférias está a divulgar que já tem disponíveis no seu website as 16 brochuras para os vários destinos que programa este Verão, a maioria das quais válidas entre 1 de Maio e 31 de Outubro.

Sonhando anuncia “últimos dias”
das vendas Cuba com reduções de 15%
23-04-2015 (16h06)

O operador turístico Sonhando está a anunciar “últimos dias” com descontos até 15% dos seus programas para uma semana de férias em Varadero, Cayo Coco, Cayo Guillermo e Havana, com voos directos de Lisboa no Verão.