Clique aqui para ver mais
Contacto: presstur@presstur.com ... Quinta-feira, 28-05-2015 12:42:04 (Lisboa)
Pesquisar:






 Dicas de Viagem
No primeiro semestre
easyJet, Ryanair e Monarch lideraram
redução de voos de e para Faro
Presstur 13-07-2012 (16h17) O Aeroporto de Faro, que é o maior do Continente em ligações com países da União Europeia não Schengen, com 57,7% de voos no primeiro semestre, foi por este segmento que neste período registou um decréscimo do total de voos comerciais, com os maiores cortes a serem os das suas três maiores companhias, Ryanair, easyJet e Monarch, e a irlandesa Aer Lingus a cotar-se como a que mais aumentou a oferta de voos.
A maior redução de voos em Faro no primeiro semestre foi a da easyJet, que foi líder até ser destronada pela Ryanair, com uma redução de 438 voos (-12,2%, para 3.150), seguida pela nova líder, com uma redução de 305 (-6,3%, para 4.531).
Seguiu-se, da Monarch, que é a terceira maior companhia em passageiros no Aeroporto de Faro, com menos 170 (-13,2%, para 1.120).
A British Airways tem, com os seus aviões, uma redução maior, de 195 voos (-40,5%, para 286), mas que está associada a um aumento da sua subsidiária BA CityFlyer, que fez mais 130 (+51,7%, para 154).
Mas foi a irlandesa Aer Lingus a companhia que mais contrariou a tendência de redução das operações de e para Faro, ao fazer mais 192 voos (+30,9%, para 814) que há um ano, seguindo-se a Transavia, com mais 102 (+9,2%, para 1.208), a que se juntaram também companhias como a Lufthansa, com mais 40 (+29,4%, para 176), TAP, com mais 33 (+3,1%, para 1.104), e o início das operações da Corendon Dutch (52 voos) e da Edelweiss Air (12 voos).
Ainda assim, Faro deve por inteiro a queda do número de voos comerciais à redução das ligações internacionais, com menos 735 voos (-4,4%, para 15.841) que há um ano, enquanto em voos domésticos até teve um aumento de 66 (+4,3%, para 1.587), com mais 64 em ligações com outros aeroportos do Continente (+4,2%, para 1.583) e mais duas ligações com Madeira e Açores (+66,7%, para cinco).
A redução do número de voos internacionais deve-se ao segmento que mais operações tem em Faro, o das ligações com países da União Europeia não Schengen, pelo peso do tráfego de e para o Reino Unido.
Faro teve menos 878 voos (-7,9%, para 10.247) de e para países UE não Schengen, enquanto para outros países Schengen teve mais 93 (+1,7%, para 5.430) e para países terceiros teve mais 50 (+43,9%, para 164).
Os voos para países UE não Schengen representaram 58,8% do total de voos comerciais de e para Faro, seguindo-se as ligações com países UE Schengen, com 31,2%, ligações com outros aeroportos do Continente, com 9,1%, ligações com países terceiros, com 0,9%, e ligações com Açores e Madeira, com 0,9%.
No conjunto dos aeroportos do Continente, Faro é o que tem mais voos de e para países UE não Schengen, concentrando 57,7% do total, embora menos que no primeiro semestre de 2011, em que tinha 58,4%.
Faro somou no primeiro semestre deste ano, 9,2% dos voos domésticos, com 15,1% das ligações entre aeroportos do Continente e 0,1% nas ligações com Açores e Madeira.
Em voos internacionais, pelo peso nas ligações com países UE não Schengen, teve 16,5% do total de voos internacionais dos três aeroportos do Continente, embora em ligações com outros países Schengen tivesse apenas 8,1% e em ligações com países terceiros tivesse apenas 1,5%.

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses
Clique para mais notícias: Aviação
Clique para mais notícias: Portugal
Entrada    Actualidade    Aviação






 Cruzeiros
No primeiro quadrimestre
Cruzeiros em Lisboa melhor 11,6% que há um ano
mas ainda abaixo dos anos de 2011 a 2013
25-05-2015 (10h23)

O Porto de Lisboa somou 100,2 mil passageiros de cruzeiros no primeiro quadrimestre deste ano, com um aumento em relação ao período homólogo do ano passado em 11,6% ou 10,4 mil, mas que não chegou para atingir os níveis dos anos de 2011 a 2013, de acordo com dados da APL recolhidos pelo PressTUR.

 Agências&Operadores
Viagens Tempo propõe Maputo e Pemba
para uma semana desde 2.795 euros
27-05-2015 (16h27)

O operador turístico Viagens Tempo está a promover um combinado de duas noites em Maputo, para conhecer a cidade, e cinco noites em Pemba, para relaxar à beira-mar, com preços desde 2.795 euros.

Soltrópico divulga ofertas para a Boavista
com a nova operação extra de Lisboa
27-05-2015 (11h46)

O operador turístico Soltrópico, que lançou com a Solférias um operação extra para a ilha cabo-verdiana da Boavista à saída de Lisboa, já tem no mercado os seus programas para esses voos, a partir de 669 euros por pessoa em quarto duplo.

Exoticoonline propõe Verão no Brasil
com alojamento em hotéis Vila Galé
26-05-2015 (16h09)

O operador turístico Exoticoonline está a divulgar propostas para férias no Brasil com alojamento em hotéis do grupo Vila Galé, localizados em Fortaleza, Cumbuco, Salvador, Cabo de Santo Agostinho e Rio de Janeiro, desde 962 euros.