Clique aqui para ver mais
Contacto: presstur@presstur.com ... Domingo, 21-12-2014 9:52:27 (Lisboa)
Pesquisar:










 Dicas de Viagem
Vendas BSP caem 2,6% em Junho
pela queda de 32,9% em voos domésticos
Presstur 11-07-2012 (16h49) As vendas de voos domésticos pelas agências de viagens IATA portugueses tiveram em Junho o terceiro mês consecutivo de quedas acima dos 30%, mas desta feita sem que o aumento das vendas de voos internacionais tenha chegado para evitar que o mercado registasse um decréscimo de 2,6% ou 1,9 milhões de euros, para 71,8 milhões.
Os dados a que o PressTUR teve acesso indicam que em Junho as vendas BSP de voos internacionais aumentaram 2,1% ou 1,3 milhões de euros, para 65,18 milhões, o que se revelou insuficiente para compensar a queda de 32,9% ou 3,2 milhões em voos domésticos, para 6,6 milhões.
Desde o início de 2012 que essa tem sido a tendência, à excepção do mês de Abril, que este ano pela Páscoa mais cedo teve em relação a 2011 quedas das vendas tanto dos voos domésticos (-34,9%) como dos internacionais (-1,7%).
Nos restantes meses, as vendas de voos internacionais tiveram sempre crescimento, o mais fraco dos quais o de Junho, em 2,1%, e os domésticos tiveram sempre quedas a dois dígitos, o mais fraco dos quais em Janeiro (-12,8%) e o mais forte o de Abril (-34,9%).
Os dados a que o PresTUR teve acesso mostram que o aumento de 0,1% verificado nas vendas BSP no conjunto do primeiro semestre resultaram do aumento em 3,1% no primeiro trimestre, para 197,29 milhões de euros, porque o segundo trimestre teve uma evolução negativa, com uma queda de 2,6%, para 212,4 milhões.
O melhor primeiro trimestre ficou a dever-se a queda menos forte das vendas de voos domésticos (-16,1%) que no segundo (-32,7%) e, também, a aumento mais forte das vendas de voos internacionais, que aumentaram 5,7% no primeiro trimestre e 2,4% no segundo.
Mas as comparações com o ano de 2011 têm reservas de duas ordens. Primeiro, porque 2011 já foi um ano de queda das vendas BSP, em 1,4%, com -2,6% no primeiro semestre, o que beneficia as valorizações este ano. Segundo, porque embora 2011 já fosse um ano de crise, é este ano que as medidas de austeridade se fazem em sentir em pleno, pelo que melhor seria a comparação com 2009, ano da crise económico-financeira mundial que teve forte impacto no turismo, relativamente ao qual o primeiro semestre deste ano mostra um robusto aumento das vendas em 11,4%.

Clique para mais notícias: BSP Portugal
Clique para mais notícias: Agências&Operadores
Clique para mais notícias: Aviação
Clique para mais notícias: Portugal
Entrada    Actualidade    Agências&Operadores










 Cruzeiros
MSC aumenta oferta de cruzeiros na Turquia
e no Mediterrâneo Oriental em 2015
16-12-2014 (16h08)

A MSC Cruzeiros está a anunciar um reforço da sua oferta no Mediterrâneo Oriental e na Turquia no próximo ano, entre Maio e Novembro, com a colocação nestes destinos dos navios MSC Poesia e MSC Magnifica, que em conjunto têm capacidade para cerca de 5.068 passageiros em ocupação dupla.

 Agências&Operadores
Riviera Maya a partir de 31 de Março
Operadores da Barceló já vendem
2º destino charter de Lisboa
16-12-2014 (17h15)

Os operadores do grupo espanhol Barceló Viajes, liderada por Gabril Subías e representada em Portugal por Nuno Fouto, já estão a promover o seu segundo charter de Lisboa, para a Riviera Maya, a partir de 31 de Março, às terças-feiras, o dia que também tinha anunciado teria voos para a Dominicana, que entretanto alterou para as segundas-feiras.

Com voos Turkish Airlines de Lisboa
Image Tours lança pacotes Istambul
desde 299 euros/três noites
11-12-2014 (23h07)

O operador Image Tours lançou hoje uma promoção “super Istambul” com pacotes de três noites de hotel e voos Turkish Airlines de Lisboa desde 299 euros por pessoa em quarto duplo de 1 de Janeiro a 15 de Março reservados até dia 19.

Tradições, cultura e riqueza gastronómica são destaques
Solférias lança o seu primeiro circuito
para partir “à descoberta” da Madeira
03-12-2014 (18h42)

A Solférias já tem no mercado o seu primeiro circuito guiado na Madeira, um roteiro pelos principais atractivos turísticos e outros locais menos conhecidos da ilha, durante cinco dias, que garante ser apropriado tanto para estreantes como para repetentes no destino.