Clique aqui para ver mais
Contacto: presstur@presstur.com ... Quinta-feira, 28-05-2015 4:52:14 (Lisboa)
Pesquisar:






 Dicas de Viagem
Portugal teve 2ª maior queda do emprego na UE
no primeiro trimestre deste ano
Presstur 15-06-2012 (10h47) O número de pessoas empregadas em Portugal decresceu 4,2% no primeiro trimestre face ao período homólogo de 2011, no que foi a segunda maior queda entre os países da União Europeia, depois da Grécia, segundo as estatísticas divulgadas hoje pelo Eurostat.
A estimativa do Eurostat é de que no primeiro trimestre deste ano o número de pessoas com emprego nos 27 países da União Europeia baixou 0,1% em relação ao período homólogo de 2011, com um decréscimo de 0,5% quando se restringe aos 17 países da Zona Euro.
A informação indica ainda que há três trimestres consecutivos que o emprego decresce na Zona Euro, tendo baixado 0,2% no primeiro trimestre deste ano relativamente ao 4º de 2011, no qual baixara 0,3% em relação ao 3º, que por sua vez tinha ficado 0,2% abaixo do 2º.
Para o conjunto dos 27 países da União Europeia, o Eurostat indica uma estabilização no primeiro trimestre deste ano face ao anterior, depois de quedas de 0,1% no quarto trimestre de 2011 e de 0,2% no terceiro.
Em relação a Portugal, o Eurostat indica que o primeiro trimestre deste ano é o quarto consecutivo de queda do emprego em relação ao trimestre anterior, desta feita em 1,1%, depois de quedas de 2,6% no quarto trimestre de 2011, de 0,4% no terceiro e 0,1% no primeiro.
Em relação aos períodos homólogos do ano anterior, o Eurostat indica que o emprego em Portugal baixou 0,8% no segundo trimestre de 2011, 0,7% no terceiro, 3,1% no quarto e 4,2% no primeiro trimestre deste ano.
De acordo com o Eurostat, a Grécia foi o País da União Europeia com maior queda do emprego no primeiro trimestre deste ano, com um decréscimo de 8,7% relativamente ao período homólogo de 2011, segundo os dados provisórios, seguindo-se Portugal (-4,2%), Espanha, com -3,7%, e Chipre, com -2,2%.
O Eurostat indica ainda que a sua estimativa é de um total de 222,9 milhões de pessoas empregadas nos 27 da União Europeia no primeiro trimestre deste ano, com 146,1 milhões nos 17 da Zona Euro.

Clique para mais notícias: Europa
Clique para mais notícias: Portugal
Entrada    Actualidade    Conjuntura






 Agências&Operadores
Viagens Tempo propõe Maputo e Pemba
para uma semana desde 2.795 euros
27-05-2015 (16h27)

O operador turístico Viagens Tempo está a promover um combinado de duas noites em Maputo, para conhecer a cidade, e cinco noites em Pemba, para relaxar à beira-mar, com preços desde 2.795 euros.

Soltrópico divulga ofertas para a Boavista
com a nova operação extra de Lisboa
27-05-2015 (11h46)

O operador turístico Soltrópico, que lançou com a Solférias um operação extra para a ilha cabo-verdiana da Boavista à saída de Lisboa, já tem no mercado os seus programas para esses voos, a partir de 669 euros por pessoa em quarto duplo.

Exoticoonline propõe Verão no Brasil
com alojamento em hotéis Vila Galé
26-05-2015 (16h09)

O operador turístico Exoticoonline está a divulgar propostas para férias no Brasil com alojamento em hotéis do grupo Vila Galé, localizados em Fortaleza, Cumbuco, Salvador, Cabo de Santo Agostinho e Rio de Janeiro, desde 962 euros.

Sonhando propõe novas opções em Cuba
com desconto nas reservas até 7 de Junho
26-05-2015 (13h37)

O operador turístico Sonhando está a divulgar novas opções para férias de Verão em Cuba, com voos directos de Lisboa, anunciando preços desde 1.383 euros para uma semana em regime de tudo incluído (TI) em Cayo Santa Maria.

Destinos propõe Algarve para feriados de Junho
com preços a partir de 55 euros
26-05-2015 (12h07)

O operador turístico Destinos está a divulgar ofertas para a região do Algarve para os feriados de Junho com preços a começar nos 55 euros por quarto, por noite, em Albufeira, Portimão, Carvoeiro, Monte Gordo e Vilamoura.

 Actualidade
Ângelo Felgueiras, ex-presidente do SPAC, apela
para pilotos da TAP “pensarem pela sua cabeça”
30-04-2015 (22h14)

A greve de dez dias convocada pelo SPAC para a TAP é “de uma dimensão e de uma desproporção que não faz sentido absolutamente nenhum”, afirmou hoje o ex-presidente do sindicato Ângelo Felgueiras em declarações à TSF, em que apelou aos outros pilotos para “pensarem pela sua cabeça” e defendeu que o sindicato deveria “ponderar muito bem e reconsiderar”.