Parque Peneda-Gerês vai ter uma nova zona para observação de astros

18-03-2019 (16h41)

Foto: www.portadomezio.pt
Foto: www.portadomezio.pt

A Porta do Mezio, que dá acesso à entrada no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) através de Arcos de Valdevez, vai ter uma zona específica para observação de astros, num investimento de 150 mil euros.

Esta zona, que será denominada de “Dark Sky Reserve” (DSR), deverá estar operacional até ao final do ano.

"Será a primeiro sítio do país a obter a certificação internacional para dispor de uma zona de observação de astronomia. O pedido de certificação será enviado até final do primeiro semestre para a Internacional Dark Sky Association, nos Estados Unidos. Até final do ano o observatório estará a funcionar", disse hoje à Lusa o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez.

João Manuel Esteves explicou que o investimento de 150 mil euros resulta da aprovação da candidatura "Local Dark Sky", financiada pelo programa Norte 2020.

"Encontramos aqui outro produto ligado ao turismo astronómico e científico que queremos potenciar", sublinhou João Manuel Esteves, adiantando que o montante previsto na candidatura será aplicado na certificação, na identificação da DSR, na aquisição de material para a observação astronómica e em acções de promoção da nova aposta.

Situada a 13 quilómetros da vila de Arcos de Valdevez e a seis da vila do Soajo, a Porta do Mezio é uma das cinco entradas existentes no PNPG.

As portas são estruturas de recepção ao visitante, localizadas nas principais entradas daquela área protegida.

"Neste momento, encontram-se concluídas as fases de estudo global de requisitos da certificação, levantamento do nível de cumprimento de requisitos LDS no território do PNPG, seleção de locais de elevado potencial e auditoria técnica dos mesmos", explicou o autarca, que é também presidente da Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima (ARDAL), criada em 2000 para promover o desenvolvimento local daquele concelho.

A criação desta DSR "visa promover o ecoturismo e a protecção de habitats nocturnos, ideais para a astronomia profissional ou amadora, bem como alertar para a preservação e reconhecimento dos céus escuros como um recurso valioso".

As DSR "são territórios de tamanho considerável, que possuem uma qualidade excepcional de noites estreladas e um ambiente nocturno que é protegido pelo seu interesse científico, natural, educacional ou cultural".

"Actualmente, as populações citadinas raramente têm a oportunidade de observar a galáxia devido ao aumento da poluição luminosa. Graças a este projecto, passará a existir um espaço privilegiado para a observação de astros e estrelas em pleno coração do Minho, presenteando os visitantes com uma oportunidade única e inigualável de desfrutar de todas as maravilhas que orbitam nos céus da nossa galáxia", especifica.

Segundo a autarquia, a Porta do Mezio já promove "eventos de trekking nocturno com orientação pelas estrelas, a observação de corpos celestes através de telescópios e ainda actividades de fotografia nocturna e astrofotografia".

Com este projecto "será possível aumentar e diversificar a oferta e proporcionar experiências disruptivas a todos os que participem nestas iniciativas, permitindo um contacto mais próximo com o universo e a exploração do território de uma forma inovadora e aliciante".

A implementação desta DSR "irá contribuir ainda para a captação de novos segmentos do mercado de turismo na natureza e a promoção da região a nível nacional e internacional".

O PNPG foi criado em 1971 e é a única área protegida no país com a classificação de parque nacional.

Com uma área de mais de 69 mil hectares, conta com "uma diversidade biológica destacada, uma riqueza específica elevada e um número significativo de espécies endémicas".

Constitui, juntamente com o Parque Natural da Baixa Limia/Serra do Xurés, na Galiza, o Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés e, em conjunto com esse Parque natural espanhol, integra, desde 2009, a Reserva Mundial da Biosfera.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Cá Dentro

Clique para ver mais: Actividades

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grândola promove evento gastronómico “Em Abril Flores Mil”

15-04-2019 (16h36)

Grândola promove a partir de sexta-feira o evento gastronómico “Em Abril Flores Mil”, que inclui na ementa flores como amores-perfeitos, pétalas de rosa e de cravo, capuchinhas, violetas e margaridas.

Palácio da Bolsa no Porto recebeu mais de 370 mil visitantes em 2018

15-04-2019 (13h08)

O Palácio da Bolsa, no Porto, recebeu 376.172 visitantes em 2018, um aumento de 3.8% face a 2017 considerado o “maior recorde” da instituição com 184 anos, anunciou hoje a Associação Comercial do Porto (ACP).

Turismo de Lisboa abre três novos postos de turismo

12-04-2019 (14h07)

A Associação Turismo de Lisboa (ATL) anunciou a inauguração de três postos de turismo, dois já em actividade, no Cais do Sodré e no Campo Pequeno, e um terceiro que “vai abrir em breve”, em Alcântara.

Seixal vai ter um parque com “miradouro natural” sobre o rio Tejo

12-04-2019 (13h45)

A Câmara do Seixal vai inaugurar no dia 25 de Abril o novo parque urbano do concelho, que se diferencia por ser um “miradouro natural” sobre o rio Tejo, num investimento de meio milhão de euros.

Parque Nacional da Gorongosa reabre em Maio

11-04-2019 (13h44)

O Parque Nacional de Gorongosa (PNG), o maior de Moçambique, vai reabrir em Maio para os turistas, depois de ter encerrado devido ao impacto da passagem do ciclone Idai, anunciou hoje a administração do local.