Comércio português “com história” vai estar online a partir de hoje

29-05-2019 (10h27)

As denominadas “lojas com história” de Portugal continental e ilhas vão estar a partir de hoje inventariadas numa plataforma online de valorização do comércio local, que arranca com 165 registos, segundo o Governo.

Em declarações à agência Lusa, o secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres avançou que a plataforma, apresentada esta tarde em Lisboa, vai reunir o inventário nacional, disponível em comerciocomhistoria.gov.pt, sendo numa primeira fase um projecto piloto com dados dos municípios do Porto, Lisboa, Coimbra, Funchal e Fundão.

“Esta plataforma nacional vai agregar todos os estabelecimentos que são conhecidos ao abrigo da lei que estabelece o regime de reconhecimento e proteção de estabelecimentos e entidades de interesse histórico e cultural ou social local”, explicou João Torres.

Actualmente encontram-se 165 lojas registadas na plataforma, sendo a maioria na cidade de Lisboa (95), seguida do Porto (55), de Coimbra (oito), do Funchal (seis) e do Fundão, com uma.

Os municípios de Lisboa e do Porto já tinham apresentado programas próprios distinguindo este tipo de comércio - o “Lojas com História”, em Lisboa, e o “Porto de Tradição”. Agora, o Governo pretende alargar a distinção ao resto do país “sem prejuízo daquilo que as autarquias têm feito”.

“O nosso objectivo, partindo da vontade dos municípios e das autarquias, é que mais estabelecimentos possam ser reconhecidos”, frisou João Torres, adiantando que na plataforma podem ser encontradas variadas informações, como, por exemplo, o horário de abertura dos estabelecimentos, o registo fotográfico de cada uma das lojas ou a sua localização.

Segundo o governante, existe “um cruzamento de diferentes perspectivas de políticas públicas” nesta área, com o Governo “empenhado em valorizar o comércio local e de proximidade”.

“Sabemos que estes estabelecimentos, além de serem acedidos pelos consumidores portugueses, também o são por turistas que visitam o nosso país e que encontram nestes estabelecimentos comerciais aquilo que os torna verdadeiramente únicos e que fazem parte da nossa identidade nacional”, acrescentou.

Aquando do reconhecimento e da inclusão no inventário nacional de “Comércio com História”, a legislação prevê que estes estabelecimentos “possam aceder a benefícios ou isenções fiscais” concedidas pelos municípios.

“Há um conjunto de medidas hoje já prevista para protecção destes estabelecimentos ou entidades reconhecidas como tendo interesse histórico, cultural ou social”, afirmou.

De acordo com o secretário de Estado, o inventário “Comércio com História” vai também proteger os arrendatários dos imóveis nas questões de direito de preferência nas transmissões onerosas de imóveis, prevendo a proteção no âmbito do regime jurídico de arrendamento urbano e no regime jurídico de obras em prédios arrendados.

A plataforma “Comércio com História” é uma medida do programa Simplex+ que pretende criar uma identificação distintiva para lojas e entidades, em articulação com autarquias, para que sejam reconhecidas e valorizadas.

Na plataforma será possível consultar os estabelecimentos e entidades de interesse histórico, cultural ou social local, de várias áreas de atividade, desde floristas, vestuário, livrarias, cultura e lazer, restauração, artes e ofício a saúde e bem-estar, que foram reconhecidas pelos municípios.

No lote dos 165 estabelecimentos já disponíveis ‘online’, encontram-se 40 lojas da área da restauração e bebidas, 20 da área do lar, decoração e bricolage, 19 lojas da área do comércio alimentar e tradicional, 17 lojas da área da cultura e lazer, 16 do setor do vestuário e acessórios, 15 ourivesarias e relojoarias, entre outras.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Cá Dentro

Clique para ver mais: Actividades

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Madeira anuncia Festival do Atlântico “renovado e enriquecido”

06-06-2019 (20h06)

O Festival do Atlântico, um cartaz turístico da Madeira que decorre durante o mês de Junho, surge este ano “renovado e enriquecido”, afirmou hoje a secretária regional do Turismo, Paula Cabaço, indicando que o executivo investiu 290 mil euros no evento.

Durga Puja, um festival de cores, luzes e música na Índia

05-06-2019 (17h02)

Um festival que celebra a vitória do bem sobre o mal, que atrai milhões de pessoas de diferentes religiões e castas ao Este da Índia, um evento de luz, cor e música, assim foi apresentado ontem em Lisboa o Durga Puja.

Macau presente na Feira do Livro de Lisboa para promover a sua diversidade cultural

31-05-2019 (12h51)

A Livraria do Turismo de Macau volta este ano a marcar presença na Feira do Livro de Lisboa para promover a sua diversidade cultural, tendo agendados vários eventos com autores e animação para os mais novos.

Hilton assinala 100º aniversário com exposição em Lisboa

30-05-2019 (13h08)

A Hilton está a celebrar o seu 100º aniversário este ano e, para assinalar a data, tem uma exposição em Lisboa onde apresenta "inúmeras inovações lideradas" pela marca, como a instalação de ar condicionado pela primeira vez em quartos de hotel, em 1927.

Termas do Vale da Mó (Anadia) reabrem este Sábado

29-05-2019 (10h23)

As Termas do Vale da Mó, no concelho de Anadia, reabrem este Sábado, dia 1 de Junho, para uma época termal que se prolonga até 31 de Outubro, oferecendo tratamentos diversos com águas férreas, foi hoje anunciado.

Noticias mais lidas