Vila Galé Braga Collection afirma “a nossa história, cultura e património como algo para ser vivido” – ministro da Economia

11-06-2018 (10h01)

O Vila Galé Braga Collection, que resulta da reconversão do antigo hospital de São Marcos, afirma "a nossa história, cultura e património como algo para ser vivido", disse Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia, na cerimónia de inauguração do hotel este Sábado, dia 9 de Junho.

O edifício onde está instalado o hotel, construído em 1508, pertence à Santa Casa da Misericórdia de Braga e estava desocupado desde 2011.

Na cerimónia de inauguração do hotel, o ministro da Economia destacou a importância do edifício na história da cidade e dos seus habitantes, incluindo na sua própria história, já que um dos seus filhos nasceu ali, no antigo Hospital de São Marcos.

Agora, como hotel, "aqui vão nascer muitas experiências muito interessantes", perspectiva Caldeira Cabral.

O Vila Galé Collection Braga é "um hotel que não só está no centro histórico, mas que faz parte do centro histórico, que valoriza o centro histórico", acrescentou o ministro, sublinhando que Braga "merecia e necessitava" de um hotel naquela parte da cidade.

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, destacou por sua vez que a Vila Galé transformou o antigo hospital, onde nasceu "boa parte da geração dos actuais bracarenses", "numa das jóias mais precisosas da hotelaria portuguesa".

Com o "crescimento turístico que a cidade [de Braga] tem registado ao longo dos últimos anos", o autarca salientou ainda a "capacidade que esta unidade vai ter de ser muito rentável".

Para Bernardo Reis, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga, "esta reabilitação será uma mais valia para a cidade de Braga", que "impediu que três edifícios do complexo do hospital de São Marcos entrassem numa degradação progressiva com consequências imprevisíveis".

"O hotel Vila Galé ficará na história de Braga como um exemplo da reabilitação, dando vida a um espaço histórico da cidade", acrescentou Bernardo Reis.

A Vila Galé investiu cerca de oito milhões de euros no seu novo hotel em Braga, uma unidade de 4-estrelas da sua gama Collection, com 123 quartos e suites, dois restaurantes e um bar.

O hotel tem piscinas exteriores para adultos e crianças e um Spa Satsanga Collecion com piscina interior, ginásio e salas de massagens.

Para reuniões e eventos existem oito salas e ainda um espaço dedicado à inovação onde os visitantes podem conhecer a oferta hoteleira da Vila Galé em Portugal e no Brasil através de uma experiência de realidade virtual, uma televisão 4K e um holograma.

O tema que marca a decoração do hotel é a história dos arcebispos e da fundação Portugal, prestando ainda homenagens a personalidades que marcaram a cidade de Braga.


Ver também:

Há sempre "coisas novas a acontecer" em Braga - presidente do grupo Vila Galé 


Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Vila Galé

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo ‘queixa-se’ das “muitas vantagens” da ANA nas negociações sobre o Montijo

16-11-2018 (18h15)

O secretário de Estado das Infra-estruturas, Guilherme d'Oliveira Martins, lamentou-se hoje das "muitas vantagens" atribuídas pelo anterior Governo à ANA e que classificou como "instrumentos fortes" que têm atrasado as negociações sobre o aeroporto complementar do Montijo.

Grupo Douro Azul espera licenciar este ano hotel na escarpa de Gaia

16-11-2018 (18h01)

A Mystic Invest, empresa do universo Douro Azul responsável pelo projecto de um hotel na escarpa da Serra do Pilar, Vila Nova de Gaia, que inclui o restauro da Capela Senhor D'Além, espera lançar o licenciamento ainda este ano.

Algarve precisa de voos de longo curso para compensar quebra do Reino Unido – Chitra Stern, Martinhal Hotels

16-11-2018 (18h01)

Chitra Stern, proprietária e fundadora da Martinhal Hotels & Resorts, defendeu hoje no Congresso da AHP a diversificação de mercados de origem para compensar a quebra do mercado britânico no Algarve, designadamente através da criação de rotas de longo curso de/para Faro.

Lisboa teve até Setembro o 7º maior aumento de passageiros dos aeroportos europeus

16-11-2018 (17h26)

O Aeroporto de Lisboa, sobre o qual praticamente só se comenta que está esgotado, ao ponto de alguns dirigentes do turismo argumentarem ser essa a causa da queda de dormidas na hotelaria da capital, alcançou, no entanto, o 7º maior aumento de passageiros entre os 237 maiores aeroportos da Europa, nos primeiros nove meses deste ano, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council International (ACI).

Lisboa voltou a alcançar o Top5 de crescimento dos maiores aeroportos europeus em Setembro, ACI

16-11-2018 (14h36)

O Aeroporto Humberto Delgado, alegadamente ‘esgotado', teve, ainda assim, o 4º mais forte crescimento de passageiros dos grandes aeroportos europeus no mês de Setembro, indica o ranking publicado pelo Airports Council Internacional (ACI).