Tivoli abre mais um hotel no Qatar, em Al Wakra (com fotos)

13-09-2018 (10h49)

A Tivoli Hotels & Resorts, detida pelo grupo tailandês Minor, inaugurou mais um hotel no Qatar, uma unidade de 101 quartos localizada “no emergente bairro litoral de Al Wakra”, a 20 minutos de carro a Sul de Doha.

O Souq Al Wakra Hotel Qatar by Tivoli, encontra-se na costa do Golfo Pérsico, no que o grupo hoteleiro descreve como “uma importante localidade costeira, conhecida pelos seus mergulhadores de pérolas, marinheiros e pescadores”.

Al Wakra, acrescenta a Tivoli, “prosperou, como entreposto comercial, a partir do séc. XVII, mas o crescimento abrandou quando os recursos se esgotaram”.

Recentemente, acrescenta o grupo hoteleiro, “novos investimentos têm em vista a preservação e renovação do património local”.

O novo hotel da marca Tivoli é composto por dois edifícios que fazem parte do património histórico de Al Wakra, foram renovados e mantiveram as características originais, “retratando uma casa típica ou uma fortaleza do Qatar”.

A preservação, segundo a empresa, reflecte-se “nos tectos de colmo de cada quarto e suite, que remete para elementos da cestaria tradicional”.

O Souq Al Wakra Hotel Qatar by Tivoli tem cinco restaurantes e lounges, com comida mediterrânica, gastronomia árabe de fusão, cozinha asiática e internacional.

“Para complementar a localização privilegiada à beira-mar”, o hotel está equipado com um Tivoli Spa, com salas de tratamento, piscina de hidro-massagem, banho turco, duche Vichy e jacuzzi.

A unidade hoteleira, que está a quinze minutos de carro do Aeroporto Internacional Hamad em Doha, também dispõe de instalações para reuniões e eventos, incluindo uma sala polivalente equipada com a tecnologia audiovisual mais recente e um centro de negócios em cada edifício.

Além do hotel em Al Wakra, a Tivoli Hotels & Resorts também está presente em Doha, com o Tivoli Al Najada Doha Hotel e com uma colecção de nove hotéis boutique (clique para ler: Tivoli acrescenta à sua rede nove hotéis boutique em Doha).

O hotel em Al Wakra foi anunciado no início de Novembro de 2017, tendo sido descrito pela Minor na altura como um 5-estrelas que “combina as melhores tradições do Qatar com o ambiente de diversão mais contemporâneo do Souq Al Wakra” (clique para ler: Minor vai abrir dois hotéis Tivoli e um Oaks em Doha).

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Qatar

Clique para ver mais: Médio Oriente

Clique para ver mais: Tivoli Hotels & Resorts

Clique para mais notícias: Minor Hotel Group

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.

Ryanair alega queda mais forte das tarifas para emitir profit warning

18-01-2019 (16h12)

A low cost Ryanair baixou em cerca de cem milhões de euros o intervalo da previsão de lucros do exercício 2017/2018, que termina em Março, apontando como causa uma queda dos preços dos voos mais forte do que antecipara.

Fitur prevê edição recorde este ano com mais expositores e visitantes

18-01-2019 (15h35)

A Feira Internacional de Turismo de Madrid (Fitur), que começa na quarta-feira, dia 23, deverá bater recordes de participação e número de expositores, de acordo com a previsão da organização.

Lisboa recuperou em 2018 a liderança do turismo de cruzeiros em Portugal

18-01-2019 (14h55)

O Porto de Lisboa voltou a ser em 2018 o primeiro porto português de cruzeiros marítimos, tanto em número de passageiros como de escalas, recuperando a liderança que em 2017 lhe escapara para o Funchal.