Taxa de desemprego nos Estados Unidos pode mais que duplicar até final de Abril

26-03-2020 (15h44)

Foto: www.unsplash.com - Jeroen den Otter
Foto: www.unsplash.com - Jeroen den Otter

Análise prevê a perda de 10,6 milhões de empregos relacionados com o turismo

A U.S. Travel Association and Tourism Economics projecta que a perda de empregos directa ou indirectamente relacionados com o sector do turismo, devido à pandemia do novo coronavírus, faça mais que duplicar a taxa de desemprego norte-americana de 3,5% para 7,1%.

As projecções da U.S. Travel Association and Tourism Economics, divulgadas pelo jornal norte-americano especializado em turismo Travel Weekly, apontam para a perda de 4,7 milhões de empregos directamente relacionados com o turismo e de 5,9 milhões de empregos suportados indirectamente pelo sector do turismo.

Esta projecção da perda de 10,6 milhões de empregos relacionados directa ou indirectamente com o sector, divulgada na terça-feira, encontra-se acima da projecção efectuada na semana anterior, que indicava que 4,6 milhões de empregos relacionados com o sector do turismo estavam em perigo.

A análise efectuada pela U.S. Travel Association and Tourism Economics perspectiva uma perda de 80 milhões de dólares, cerca de 73,8 milhões de euros, em receitas provenientes do turismo no mês de Abril.

Esta análise indica que 83% das empresas relacionadas com o turismo nos Estados Unidos são pequenas empresas, e que um em cada dez norte-americanos têm um emprego relacionado com o turismo.

Clique para ver mais: América

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

IATA diz não ser possível a aviação voltar ao que era pré-pandemia de covid-19

07-04-2020 (18h21)

“Não esperamos recomeçar a mesma indústria que fechámos há algumas semanas. As companhias de aviação continuarão a ligar o mundo. E vamos fazê-lo utilizando uma variedade de modelos de negócio. Mas os processos precisarão de ser adaptados”, defende o director-geral da IATA, Alexandre de Juniac, em declarações para a imprensa.

Serão precisos anos para o transporte aéreo voltar aos níveis pré-crise da covid-19, Grupo Lufthansa

07-04-2020 (17h32)

O grupo Lufthansa, maior grupo europeu da aviação comercial, desenganou hoje quem ainda sonhe com um rápido retorno à era pré-covid-19, dizendo que vão ser precisos “meses” para as restrições à aviação serem completamente levantadas e que levará “anos” para o tráfego atingir os níveis que tinha.

CE quer levantamento coordenado de restrições por todos os Estados-membros

07-04-2020 (17h21)

A Comissão Europeia considera fundamental que o levantamento das restrições impostas pelos Estados-membros no quadro da pandemia covid-19 seja feito de forma coordenada, razão pela qual apresentará na quarta-feira as suas orientações para essa estratégia.

Mais de três quartos dos portugueses que pediram para voltar já foram repatriados

07-04-2020 (16h42)

Já regressaram a Portugal cerca de 3.700 cidadãos, mais de três quartos dos que pediram apoio para repatriamento devido à pandemia do novo coronavírus.

Jet2.com prevê retomar operações em Junho

07-04-2020 (16h41)

A Jet2.com, que era nos tempos pré-covid uma das companhias de aviação que mais passageiros transportava para o Aeroporto de Faro, anunciou que prevê retomar os voos a 17 de Junho, advertindo que, no entanto, é uma decisão que estará “sob constante revisão” para que sejam cumpridas as orientações dos governos e das autoridades relevantes.

Noticias mais lidas