SET destaca importância de novos estudos estatísticos para “planear, monitorizar e investir”

07-12-2017 (19h20)

Conta Satélite do Turismo e Inquérito ao Turismo Internacional

“Um dia marcante”, foi como a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, classificou o relançamento da Conta Satélite do Turismo, ainda que em finais de 2017 basicamente do ano de 2015, e do Inquérito ao Turismo Internacional.

“Passamos a ter dados fiáveis que demonstram a importância do turismo na economia nas suas várias vertentes”, defendeu.

O Inquérito ao Turismo Internacional (ITI), com dados de 2016, e a Conta Satélite do Turismo (CST), com dados de 2014 a 2015 e estimativas para 2016 sobre dois indicadores, o Valor Acrescentado Bruto gerado pelo Turismo (VABGT) e o Consumo do Turismo no Território Económico (CTTE), foram apresentados esta quinta-feira, dia 7 de Dezembro, no Salão Nobre do INE.

“Voltamos a ter fontes de informação fundamentais para a nossa actividade turística e para a leitura global da economia no país”, frisou Ana Mendes Godinho, referindo-se ao Inquérito ao Turismo Internacional e à Conta Satélite do Turismo, publicados pela última vez em 2007 e 2010, respectivamente.

“É um dia marcante porque mostra a importância de democratizarmos a informação para planear, monitorizar e investir”, reforçou a secretária de Estado do Turismo.

Ana Mendes Godinho salientou ainda que a falta destes instrumentos estatísticos nos últimos anos penalizou a classificação de Portugal no ranking do World Economic Forum.

Por outro lado, Portugal tinha deixado de figurar no ranking da Organização Mundial de Turismo (OMT) “precisamente porque não tínhamos números estatísticos que pudessem posicionar-nos”.

Com o relançamento dos dois instrumentos estatísticos, a governante prevê que, segundo os dados divulgados pela OMT para 2016, Portugal consiga integrar o Top20 da Organização.

O evento de apresentação dos dados contou ainda com a assinatura de um protocolo de colaboração entre o Turismo de Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Banco de Portugal para desenvolver e melhorar a produção de estatísticas sobre o sector do turismo em Portugal.

“Contribuir para a elevação da qualidade, coerência e desenvolvimento das estatísticas do Turismo em Portugal interessa às entidades referidas para a prossecução das respectivas missões, atribuições e competências”, sublinha o protocolo.

O acordo foi assinado por Teresa Monteiro, vice-presidente do Turismo de Portugal, Ana Paula Serra, administradora do Banco de Portugal, e Alda de Caetano Carvalho, presidente do INE.

 

Ver também:

Gasto médio dos visitantes estrangeiros em Portugal foi de 450 euros em 2016

Quase um quarto dos turistas que visitam Portugal têm ascendência portuguesa

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air France expande número de rotas operadas com a marca Joon a partir do seu hub

13-12-2017 (21h24)

Cairo, Cidade do Cabo, Istambul Ataturk, Nápoles, Oslo e Roma são novas rotas que a Joon, nova marca da Air France, vai operar de Paris Charles de Gaulle a partir de Paris Charles de Gaulle, de acordo com informação da companhia francesa aos sistemas globais de reservas.

Grupo que comprou o Tivoli Ecoresort anuncia mais um hotel na Bahia, Brasil

13-12-2017 (17h45)

A Minor Hotels, grupo tailandês que comprou a rede hoteleira Tivoli, incluindo o Tivoli EcoResort na Praia do Forte, Bahia, anunciou que em Julho de 2018 terá mais uma unidade neste estado do Nordeste brasileiro, em Maraú, península a Sul de Salvador, da sua marca de luxo Anantara.

Travel Gate entra para accionista da Go4Travel

13-12-2017 (17h40)

O grupo de agências de viagens Go4Travel passou a contar com 42 accionistas e um volume de vendas brutas de 334 milhões de euros com a entrada para o corpo societário da Travel Gate, segundo informou hoje em comunicado.

Cinco maiores aeroportos portugueses somam 44,4 milhões de passageiros no fim de Outubro

13-12-2017 (16h21)

Os cinco maior aeroportos portugueses, Lisboa, Porto e Faro, no continente, Funchal, na Madeira, e Ponta Delgada, nos Açores, somaram 44,4 milhões de passageiros nos dez meses de Janeiro a Outubro, com um aumento em 17,2% ou cerca de 6,5 milhões, concluiu o PressTUR com base em dados divulgados pelo ACI Europe.

Aeroportos portugueses crescem 12,6% em Outubro ‘puxados’ por Ponta Delgada e Lisboa

13-12-2017 (13h59)

Os cinco maiores aeroportos portugueses, Lisboa, Porto e Faro no Continente, Funchal na Madeira e Ponta Delgada nos Açores, tiveram em Outubro 4,78 milhões de passageiros, com um aumento médio em 12,6%, que foi um dos mais fortes da região, suportado pelos aumentos em 24,3% em Ponta Delgada e em 15% em Lisboa.