Receitas turísticas na Tunísia crescem 40% para 500 milhões de euros

13-07-2018 (11h38)

As receitas de turismo na Tunísia no primeiro semestre cresceram 40% face ao período homólogo do ano passado, uma evolução que o Governo tunisino atribui ao ‘regresso' dos visitantes europeus.

Responsáveis do Ministério do Turismo relacionaram esta subida com o regresso paulatino dos viajantes europeus, que tornaram a escolher o país como destino de férias, depois dos atentados que em 2015 mataram 72 pessoas, 60 dos quais estrangeiros.

Segundo as estatísticas oficiais divulgadas, cerca de 3,2 milhões de turistas viajaram para a Tunísia entre 1 de Janeiro e 30 de Junho deste ano, mais 26% que no primeiro semestre de 2017, elevando as receitas turísticas para 500 milhões de euros.

Cerca de 60% dos visitantes são de mercados europeus, seguido de perto pelos argelinos.

Por nacionalidades, a maior subida foi registada pelos franceses, seguidos por alemães e russos.

Os mesmos responsáveis revelaram à agência noticiosa Efe que esperam que a tendência permita reverter definitivamente a crise em que se afundou este sector, chave para a economia tunisina, depois dos ataques, e superar o número de turistas que procuravam o país.

Entre Janeiro e 10 de Junho, a Tunísia recebeu cerca de 4.500 turistas portugueses, mais 51% que no período homólogo do ano passado, segundo revelou no final do mês passado Mounira Derbel, directora ibérica do Turismo da Tunísia (clique para ler: Chegada de turistas portugueses à Tunísia aumenta 51% até Junho).

Alguns operadores turísticos portugueses retomaram este ano as operações charter para a Tunísia, com voos para Djerba e Monastir, e declararam satisfação com o desempenho das vendas (clique para ler: Vendas para a Tunísia decorrem a bom ritmo – Solférias, Sonhando e Soltrópico).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Tunísia

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CTP reclama mais verbas para a promoção turística de Portugal

17-01-2020 (16h46)

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), Francisco Calheiros, reclamou hoje mais verbas para a promoção turística de Portugal, alertando que "existem mercados que exigem um aumento de promoção importante e nós vamo-nos bater por isso".

Agências de viagens portuguesas ‘derrubam’ em 2019 recorde de venda de voos com 11 anos

17-01-2020 (15h56)

As agências de viagens portuguesas superaram em 2019 o recorde da venda de voos contabilizada pelo BSP da IATA que se mantinha há 11 anos e ficaram próximas dos mil milhões de euros, com mais de três milhões de transacções.

Governo australiano vai investir 1,24 mil milhões de euros no turismo

17-01-2020 (11h58)

O primeiro-ministro australiano Scott Morrison anunciou hoje o investimento de 1,24 mil milhões de euros no turismo, remetendo para a próxima semana os detalhes do plano de recuperação que tem como objectivo dar “um grande impulso” ao turismo na Austrália, país assolado por uma vaga de incêndios que dura há quatro meses.

Câmara do Funchal põe taxa turística em consulta pública

17-01-2020 (11h30)

A Câmara Municipal do Funchal remeteu para consulta pública o regulamento da taxa turística, que prevê a cobrança diária de dois euros por pessoa nas primeiras sete noites de estada no concelho, anunciou o presidente da autarquia.

Observatório para o Turismo Sustentável do Algarve passa a integrar rede da OMT

17-01-2020 (11h22)

O Observatório para o Turismo Sustentável do Algarve, lançado em Março de 2019, vai passar a integrar a rede da Organização Mundial do Turismo (OMT), o que vai permitir "aumentar a competitividade turística do Algarve", segundo o presidente da Região de Turismo, João Fernandes.

Noticias mais lidas