Turismo do Centro elogia reconhecimento europeu para Coimbra Região da Gastronomia 2021

09-10-2018 (00h28)

O presidente do Turismo Centro de Portugal (TCP), Pedro Machado, disse hoje que a atribuição do título de Região Europeia da Gastronomia 2021 a Coimbra é o reconhecimento europeu de uma região que tem produtos de elevada qualidade.

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra recebeu hoje, em Bruxelas, o título de Região Europeia da Gastronomia 2021, atribuído pelo Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo (IGCAT).

“É uma distinção muito significativa, porque se trata de um reconhecimento europeu a uma região que tem produtos de uma elevada qualidade e a prova disso é que atinge esta chancela”, congratulou-se Pedro Machado, em Bruxelas, à margem da cerimónia.

Para o presidente da TCP, o título atribuído é, simultaneamente, “uma responsabilidade e um desafio”.

“Uma responsabilidade para os agentes públicos representados pela CIM, que reconhece o turismo como um motor elevado para o desenvolvimento dos seus concelhos e territórios, mas é um desafio para os promotores, empresários e para aqueles que de alguma forma estão ligados, directa ou indirectamente a esta fileira da gastronomia, dos vinhos e do enoturismo", frisou.

Pedro Machado comentou ainda que trata-se de uma oportunidade para elevar a fasquia “da qualidade e da autenticidade, não desmerecendo aquilo que agora a Comissão Europeia veio a reconhecer”, e também para criar valor.

“Uma região que alia o leitão da Bairrada à chanfana, à lampreia, ao cabrito assado e a outras iguarias únicas e que presenteia o palato com os pastéis de Tentúgal, os pastéis de Lorvão ou as barrigas de freira, é uma região a acrescentar e a subir de valor, mesmo em preço, e de podermos vir a ter produtos mais bem pagos na nossa região”, acrescentou.

A TCP realçou em comunicado que a distinção constitui “uma excelente oportunidade para cada vez mais europeus descobrirem esta região, de forma a conhecerem, além de gastronomia, os sítios património mundial, os locais de natureza quase intocada, as aldeias do xisto ou a costa atlântica, recursos turísticos que caracterizam a Região de Coimbra”.

A denominação de Região Europeia da Gastronomia é atribuída anualmente a duas regiões distintas e reconhece a inovação e a interligação da gastronomia com a cultura, o turismo e a economia.

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa, elogiou igualmente a conquista do título pela região.

“Esta distinção é de uma importância extraordinária pelo facto de estarmos a falar de uma estratégia conjunta de 19 municípios, que pegaram naquilo que de melhor têm na gastronomia para respeitar e valorizar a sua história com modernidade”, disse.

Ana Abrunhosa explicou ainda que a distinção “vai ser um importante motor destes territórios, que devem procurar ter uma imagem e um calendário de eventos comuns”.

“O denominador de base é a gastronomia, que vai certamente alavancar, para além da actividade turística, outras actividades”, afirmou.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CTP diz que "não é admissível" escassez de medidas relevantes para o turismo no OE

17-10-2018 (15h12)

“Não é admissível que o Orçamento não contemple não só mais verbas de apoio à promoção [turística] como também outras medidas muito relevantes para a actividade”, afirmou o presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), Francisco Calheiros.

Lisboa tem melhores nove meses de sempre em passageiros de cruzeiros, mas com queda dos turnaround

17-10-2018 (14h46)

O Porto de Lisboa atingiu este ano um novo recorde de passageiros de cruzeiros nos primeiros nove meses de um ano, apesar de menos sete mil em turnaround, que era o segmento que as autoridades esperavam tivesse maior crescimento com o novo terminal em Santa Apolónia.

Funchal tem +8,4% de passageiros de cruzeiros até Setembro

17-10-2018 (13h22)

O Porto do Funchal somou 312.126 passageiros de cruzeiros nos primeiros nove meses deste ano, com um aumento em 8,4% ou 24,1 mil em relação ao período homólogo de 2017, de acordo com dados da APRAM – Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira.

Aeroportos portugueses já estão a crescer menos que a média europeia

16-10-2018 (18h07)

Os aeroportos portugueses, que sistematicamente figuravam como líderes de crescimento na Europa, actualmente crescem menos que a média europeia, porque o abrandamento do crescimento de Lisboa não tem beneficiado os outros aeroportos, que estão piores que o da capital, à excepção do Porto.

Embaixadora de Cuba realça contributo dos operadores para subida do turismo português no seu país

16-10-2018 (17h51)

“Tem sido de muita importância os programas dos operadores portugueses”, afirmou a Embaixadora de Cuba em Lisboa, Mercedes Martinez Valdés, ao enaltecer o contributo dos voos charter para o crescimento do turismo português para Cuba, que até Setembro situa-se em 13%.