TAP volta a tirar o Porto - Barcelona, mas aumenta “ligeiramente” frequência de voos na Invicta

13-08-2019 (17h25)

A TAP vai voltar a deixar de estar presente na rota Porto - Barcelona, que já tivera suspensa entre Março de 2016 e a época alta de 2018, e que dados a que o PressTUR teve acesso indicam ser a segunda principal ligação entre a Catalunha e Portugal, com 40,5% dos passageiros que voaram entre a capital catalã e aeroportos portugueses no primeiro semestre, num total de 331,3 mil.

A informação da TAP diz que a companhia “redirecciona a capacidade dos voos Porto-Barcelona e Porto-Lyon, suspendendo a operação nesses mercados, que conta com ampla oferta da concorrência, para construir a novíssima Ponte Aérea entre Porto e Madrid, que contará com seis frequências diárias, mais que o dobro da oferta actual”.

Dados da AENA a que o PressTUR teve acesso indicam que o Porto foi a origem/destino em Portugal de quase 39% dos passageiros que voaram entre o Aeroporto de Barcelona e Portugal em 2018, num total de 593,5 mil.

A informação divulgada hoje pela TAP indica que, além da criação da “novíssima Ponte Aérea entre Porto e Madrid”, a cessação da rota Porto - Barcelona, “permite ainda aumentar as ligações entre o Porto e o Funchal com mais um voo diário, a meio do dia, operado no novo Airbus A321neo Long Range e fazer a operação diária do Porto-Newark (EWR) e a quarta frequência semanal Porto-São Paulo”.

A informação da TAP, no entanto, não especifica com que avião voará a ‘ponte aérea’ entre o Porto e Madrid, que é uma ‘ponte aérea’ com menos voos por semana que entre Lisboa e Paris ou entre Lisboa e o Funchal, que não receberam ainda o cognome de ‘ponte aérea’, o qual, além do Porto - Madrid também passou a ser aplicado pela companhia portuguesa ao Lisboa - Madrid, sem que a TAP esclareça qual será neste caso a frequência de voos e que avião vai utilizar.

O comunicado da TAP, porém, deixa claro que também em Lisboa há capacidade quer será “redireccionada”, eufemismo para cessação de rotas, no caso do Aeroporto de Lisboa as de Estugarda, Colónia e Basileia, rotas que iniciou, respectivamente, no Verão de 2017 (clique para ler: TAP anuncia seis novos destinos e reforço em cinco rotas), em 15 de Julho de 2017 (clique para ler: TAP vai voar duas vezes por dia entre Lisboa e Colónia a partir de 15 de Julho) e em Abril deste ano (clique para ler: TAP anuncia novas rotas de Lisboa para Telavive, Dublin e Basileia).

O comunicado acrescenta ainda para o Aeroporto do Porto que “a Ponte Aérea a jacto para Lisboa ganha mais uma frequência diária em relação ao Verão de 2019”, concluindo que “com estes ajustes, a TAP aumenta ligeiramente as frequências no Porto em 2020 e assegura o espaço reconquistado nos últimos dois anos”.

A lógica assumida pela TAP para explicar estas alterações de rede é “redireccionar a capacidade para mercados onde a competitividade da Companhia seja maior”.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola sobem a dois dígitos há quatro meses

23-08-2019 (16h11)

A hotelaria espanhola teve em Julho um aumento de dormidas de turistas residentes em Portugal em 10,9%, no que foi o quarto mês consecutivo de aumentos a dois dígitos, com o qual o aumento médio este ano está em 12% e já foram ultrapassados os 2,3 milhões de pernoitas.

Air Europa amplia ligações entre Espanha e o nordeste brasileiro com voos para Fortaleza

23-08-2019 (15h38)

A Air Europa, única companhia espanhola com voos directos entre Espanha e o nordeste brasileiro, disputando esse mercado com a TAP, marcou para Dezembro a introdução do seu terceiro destino nessa região do Brasil, Fortaleza, depois de Salvador e Recife, que lhe valeram 80 mil passageiros nos primeiros sete meses deste ano, com um aumento homólogo em 8,3%.

Programa nacional de segurança da aviação civil prevê auditorias aos aeroportos

23-08-2019 (13h43)

O Governo aprovou ontem em Conselho de Ministros o diploma que define as responsabilidades dos intervenientes no sector da aviação na implementação das normas da aviação civil e que prevê a realização de auditorias aos aeroportos.

Turistas dos Estados Unidos despenderam em Portugal mais quase cem milhões de euros

22-08-2019 (15h25)

Os residentes nos Estados Unidos foram os turistas que mais aumentaram os gastos em Portugal no primeiro semestre, com uma subida de quase cem milhões de euros (98,97 milhões, de acordo com dados Banco de Portugal), que foi a maior e também a mais forte do período, atingindo 26,1%.

Espanha e Reino Unido reforçam atracção de gastos turísticos dos portugueses

22-08-2019 (14h31)

Espanha e Reino Unido foram os dois destinos que no primeiro semestre mais aumentaram as respectivas participações nos gastos turísticos dos portugueses, atingindo respectivamente 30,1% e 10,1%.

Noticias mais lidas