TAP tem pior pontualidade na OAG dos últimos nove meses, mas melhor que Aeroporto de Lisboa

09-07-2019 (20h43)

A TAP teve apenas 52,7% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora anunciada no mês de Junho, que é o seu pior desempenho nos rankings da OAG, ainda assim nove pontos melhor que o Aeroporto de Lisboa, seu principal hub e onde é a companhia com mais voos.

Os dados da OAG publicados hoje indicam que com esse nível de pontualidade a TAP foi a 142ª pior em 149 companhias, que foram lideradas pela Garuda Indonésia, com 96,1% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora prevista, e entre as quais se destacaram também a Copa Airlines, com 90,9%, 5º melhor índice do mês, e o LATAM Airlines Group, imediatamente a seguir, com 90,4%.

A nível do país, a TAP foi no entanto a segunda melhor, a seguir à SATA Air Açores, com um índice de pontualidade de 54,3%, em 139º lugar, mas melhor que a Azores Airlines (SATA Internacional), que foi a 3ª pior companhia do mês, com apenas 40,4% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora prevista.

Os dados da consultora OAG indicam que em Junho a TAP foi a 58ª maior companhia, com 11.926 voos, enquanto a Azores Airlines foi 211ª, com 749 voos e a SATA Air Açores foi 200ª, com 1.673 voos.

A Garuda, que foi a companhia com o melhor índice de pontualidade no mês de Junho, foi 51ª em número de voos, com 13.346, a Copa, 5ª em pontualidade, foi a 68ª em número de voos, com 10.141, e o LATAM Airlines Group, 6º em pontualidade, foi 15º em número de voos, com 37.422.

A nº 1 mundial em número de voos foi a norte-americana American Airlines, com 203.582, seguida pelas também norte-americanas Delta Airlines, com 171.638, United Airlines, com 152.135, e Southwest Airlines, com 118.372.

Seguiram-se a Ryanair, que foi assim a nº 1 europeia, com 73.328 voos, e depois a China Eastern Ailrines, com 66.074, a easyJet, com 55.999, a Air Canadá, com 47.680, a Lufthansa German Airlines, com 46.690,e a Turkish Airlines, com 42.283.

O melhor desempenho em pontualidade neste Top10 em número de voos foi a Delta Airlines, com 78,7% das chegadas até 15 minutos da hora anunciada, seguida por Ryanair, com 75,3%, Southwest, com 73,9%, Turkish, com 73,2%, American, com 71,1%, Air Canadá, com 69,2%, United, com 69%, China Eastern, com 68,8%, Lufthansa, com 65,3%, e easyJet, com 63,2%.

 

Clique para ler:

Aeroporto de Lisboa teve 13º pior pontualidade entre 1.198 aeroportos em Junho

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: Pontualidade

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP convida agentes de viagens para apresentar novos destinos e NewGen ISS da IATA

19-07-2019 (17h24)

A TAP agendou para a próxima semana três apresentações para agentes de viagens, em Lisboa, Leiria e Porto, nas quais tem programado apresentar os seus novos destinos e esclarecer dúvidas sobre o NewGen ISS da IATA.

Startup Lisboa abre candidaturas para programa de aceleração From Start-To-Table

19-07-2019 (15h20)

A incubadora de empresas Startup Lisboa tem a decorrer até 15 de Setembro as candidaturas para a 2ª edição do programa de aceleração From Start-To-Table, destinada a projectos do setor da restauração.

Plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (12h25)

O plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, disse o presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, remetendo para os accionistas a análise da satisfação com os seus resultados.

CEO da TAP diz que ‘fake news’ sobre aviões A330neo “não têm afectado” as vendas

19-07-2019 (11h59)

“As ‘fake news’ sobre esse avião começaram há muito tempo e felizmente não têm afectado a venda de passagens, porque na ‘media’ mundial não saem”, disse o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, a propósito das indisposições a bordo dos aviões A330neo da companhia.

TAP tem “65% do volume de combustível protegido”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h39)

A TAP tem actualmente “65% do volume de combustível protegido” das variações do preço do petróleo, afirmou o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves.

Noticias mais lidas