TAP abre programa de pré-reformas para tripulantes e trabalhadores de terra a partir dos 57 anos

12-07-2018 (09h10)

Foto: TAP
Foto: TAP

A TAP abriu um programa de pré-reformas para tripulantes de cabine e trabalhadores de terra, com idade a partir de 57 anos, sendo que apenas quem tem a partir de 63 anos receberá a totalidade da remuneração.

Numa circular enviada hoje aos trabalhadores, a que a Lusa teve acesso, o administrador da TAP, David Pedrosa, informa que "na sequência do processo de transformação em curso na companhia", a transportadora irá dar início a um programa de pré-reformas, que termina em 30 de Setembro.

Segundo a comunicação, "terão acesso a este programa os tripulantes de cabina e os trabalhadores de terra, em território português, que não requeiram substituição e/ou, situações devidamente aprovadas pela Comissão Executiva", referindo que "a pré-reforma poderá ser recusada".

Os trabalhadores com 63 ou mais anos a completar até ao final do ano podem aceder à pré-reforma com 100% da remuneração fixa, com 62 anos ficam com 95%, com 60 e 61 anos 90%, com 59 anos 85%, com 58 anos 80% e com 57 anos a remuneração fica pelos 70%.

"Para os tripulantes de cabina, o programa será faseado e só poderá ter efeitos a partir do momento em que esteja assegurada a respectiva operação da companhia. A primeira fase deste processo destina-se aos tripulantes com idade igual ou superior aos 63 anos", refere a circular.

No entanto, todos os tripulantes interessados, abrangidos nas idades acima descritas, deverão manifestar o seu interesse neste momento.

Adicionalmente, acrescenta, "os trabalhadores que já atingiram a idade de reforma poderão beneficiar de um incentivo de passagem à reforma correspondente a sete salários, sendo que este incentivo apenas se aplica aos trabalhadores com idade até aos 69 anos e meio".

"Este programa termina a 30 Setembro 2018, pelo que aconselhamos a maior celeridade na reflexão, decisão e contacto", refere ainda a informação.

O Estado, através da Parpública detém 50%, e o consórcio Atlantic Gateway, de Humberto Pedrosa e David Neeleman, detém 45% do Grupo TAP (TAP SGPS), estando os restantes 5% nas mãos dos trabalhadores.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: TAP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro sobem há 65 meses consecutivos

18-07-2018 (17h43)

Os gastos dos portugueses no estrangeiro contabilizados pelo Banco de Portugal como gastos turísticos completaram este Maio 65 meses consecutivos de aumentos, de acordo com dados do banco central consultados pelo PressTUR.

Ryanair cancela voos de 50 mil clientes nos dias 25 e 26 de Julho

18-07-2018 (17h05)

A Ryanair anunciou que já cancelou os voos de 50 mil clientes que iriam viajar nos dias 25 e 26 de Julho, dias para os quais enfrenta uma greve de tripulantes de cabina em Portugal, Espanha e Bélgica.

Hotel Apartamento Solverde sobe classificação para 4-estrelas

18-07-2018 (16h58)

O Hotel Apartamento Solverde, em Espinho, foi recentemente homologado como uma unidade 4-estrelas, depois de um processo de renovação integral nas suas instalações e serviços.

Exportações e importações de viagens de avião baixam ligeiramente em Maio

18-07-2018 (16h48)

As vendas ao estrangeiro de transporte aéreo de passageiros, bem como as compras, baixaram em Maio, respectivamente em 1,2% e em 1,5%, de acordo dados do Banco de Portugal consultados pelo PressTUR.

Receitas turísticas portuguesas ‘disparam’ 19,5% em Maio apesar de queda das dormidas de estrangeiros em 0,2%

18-07-2018 (15h49)

O Banco de Portugal contabilizou 1.597,47 milhões de euros de receitas turísticas do país em Maio, representando um aumento homologo em 19,5%, embora o número de turistas residentes no estrangeiro alojados na hotelaria portuguesa tenha aumentado no mês apenas 1,8% e as suas dormidas até tenham decrescido 0,2%.