Quase um quarto dos turistas que visitam Portugal têm ascendência portuguesa

07-12-2017 (19h18)

Brasil é 5º maior emissor depois de Espanha, Reino Unido, França e Alemanha

“A ascendência portuguesa foi uma característica identificada em 23,4% das entradas de turistas a Portugal, atingindo expressão acentuada no caso da Suíça (69,2%), de França (44,6%), do Brasil (34,5%) e do resto do mundo (40,8%)”, informou hoje o INE.

Segundo esta informação, dos 18,2 milhões de turistas que Portugal recebeu no ano passado, aproximadamente 4,26 milhões têm ascendência portuguesa, com cerca de 1,19 milhões vindos de França e mais de meio milhão vindos da Suíça.

Do Brasil, segundo os mesmo dados, chegaram cerca de 270 mil turistas com ascendência portuguesa e do resto do mundo chegaram aproximadamente 400 mil.

Segundo o INE, Espanha foi o emissor de onde chegaram mais turistas a Portugal, com 25,6% do total, somando 4,65 milhões, à frente do Reino Unido, com 17,2% ou 3,12 milhões, França, com 14,7% ou 2,66 milhões, e Alemanha, com 8,5% ou 1,55 milhões.

Esses foram os únicos emissores com mais de um milhão de turistas em Portugal em 2016, vindo depois o Brasil, com 763 mil (4,2% do total), Suíça, com 729 mil (4% do total), Países baixos, com 694,5 mil (3,8% do total), Bélgica, com 485,6 mil (2,7% do total), Itália, com 493,7 mil (2,7% do total), Países Nórdicos com 465,7 mil (2,6% do total), Estados Unidos, com 461mil (2,5% do total), Irlanda, com 425,9 mil (2,3% do total).

Os dados do INE indicam que os emissores europeus foram a origem de 87,9% dos turistas que estiveram em Portugal em 2016, num total de 16,01 milhões, e que do “resto do mundo”, excluindo também Brasil e Estados Unidos chegaram cerca de 980 mil (5,4% do total).

 

Clique para ler:

Gasto médio dos visitantes estrangeiros em Portugal foi de 450 euros em 2016

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aegean confirma aumento de frequências para Lisboa e Porto

22-02-2019 (18h11)

A companhia de aviação grega Aegean confirmou hoje que tem programado um aumento de frequências para Lisboa e Porto, num comunicado em que anuncia um reforço da sua oferta global este ano em 700 mil lugares.

Mesmo com Brexit ‘à porta’, britânicos foram os turistas que mais despenderam em Portugal em 2018

21-02-2019 (17h54)

Os residentes no Reino Unido, mesmo com o adensar da perspectiva de um ‘divorcio litigioso’ com a União Europeia e apesar de uma quebra no alojamento turístico português, não só se mantiveram em 2018 os líderes em gastos turísticos em Portugal em 2018, como foram os que fizeram o segundo maior aumento.

Portugal teve aumentos a dois dígitos de gastos de turistas de 37 países

21-02-2019 (17h49)

Apesar dos ventos desfavoráveis principalmente na segunda metade do ano, Portugal concluiu 2018 com um aumento médio dos gastos de turistas estrangeiros em 9,6%, com 37 em 62 com dados disponíveis no Banco de Portugal a registarem aumentos a dois dígitos.

Brasil foi o destino com a maior queda de gastos turísticos dos portugueses em 2018

21-02-2019 (16h37)

O Brasil, que enfrentou vários desafios em 2018, nomeadamente uma sucessão presidencial turbulenta, foi o país que teve a maior quebra de gastos turísticos dos portugueses, entre 61 com dados publicados pelo Banco de Portugal, mas conseguiu ainda assim manter-se no Top10 dos destinos.

Gastos dos portugueses em turismo ultrapassam os cem milhões de euros em oito países

21-02-2019 (16h35)

Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos, Bélgica, Itália e Holanda foram os únicos países a somarem mais de cem milhões de euros de gastos turísticos de residentes em Portugal no ano de 2018, de acordo com dados do Banco de Portugal recolhidos pelo PressTUR.