Produtores de cinema visitam Portugal em Outubro para conhecer possíveis cenários para filmes

25-06-2018 (17h58)

Produtores internacionais de cinema vão estar em Portugal, em Outubro, para conhecerem a diversidade do país em termos de possíveis cenários para filmagens, informou hoje a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

“Já em Outubro vamos ter uma fam trip [viagem de familiarização] de produtores internacionais, que vêm a Portugal ver a diversidade de cenários que nós temos, para verem ‘in loco’ possíveis localizações para filmagens internacionais”, anunciou a governante, reportando-se ao novo programa de captação de filmagens.

Ana Mendes Godinho disse que nesta viagem de reconhecimento irão participar “produtores americanos, canadianos e europeus, que vão andar pelo país todo” para lhes ser mostrada a diversidade do país.

“É uma das vantagens que Portugal tem para filmagens internacionais porque permite cenários completamente diferentes, num curto espaço de tempo”, argumentou.

Questionada sobre números do programa, Ana Mendes Godinho indicou haver “vários filmes que já apresentaram propostas para filmarem em Portugal”, ao abrigo da iniciativa, que tem a “grande capacidade de posicionar Portugal internacionalmente como um dos destinos mais apelativos e competitivos para filmagens”.

Para a secretária de Estado, até haver este Fundo de Apoio ao Turismo e ao Cinema, “Portugal estava completamente fora do mapa dos produtores internacionais”.

Este novo Fundo de Apoio ao Turismo e ao Cinema, que tem como objectivo apoiar iniciativas que contribuam para promover Portugal como destino turístico todo o ano, vem substituir o benefício fiscal à produção de filmes em território nacional, segundo o decreto-lei que entrou em vigor no passado dia 20.

A constituição do fundo foi publicada em Diário da República, no dia 19 de Junho, prevendo um valor de até 50 milhões de euros, para incentivar a produção de cinema internacional em Portugal, através do Turismo de Portugal, organismo que vai gerir este apoio, em articulação com o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

Com um capital inicial realizado de 30 milhões de euros, segundo o diploma, dez milhões serão canalizados para captação de grandes eventos internacionais, outros dez milhões serão para o apoio às empresas e mais dez milhões de euros serão aplicados anualmente como incentivo à produção cinematográfica e captação de filmagens.

O texto do diploma indica ainda que o capital do Fundo pode atingir "posteriormente até 50 milhões de euros, integralmente realizado pelo Turismo de Portugal, com recursos do respectivo saldo de gerência, incluindo 20 milhões de euros provenientes de reembolsos de beneficiários de fundos europeus".

Este reforço de 20 milhões de euros "pode verificar-se entre 2018 e 2020, em função da sua execução e da avaliação" do impacto da sua aplicação.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Ver também:

Governo cria fundo de apoio ao cinema para atrair mais turismo para Portugal

ICA já foi solicitado para dez projectos internacionais de filmagens em Portugal

 

Clique para mais ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LVMH vai comprar dona do Reid’s Palace, por 2,8 mil milhões de euros

14-12-2018 (16h16)

A Louis Vuitton Moet Hennessy (LVMH) chegou a um acordo para comprar a Belmond, proprietária de hotéis de luxo, incluindo o Reid's Palace na Madeira, por 3,2 mil milhões de dólares, cerca de 2,8 mil milhões de euros.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

TAP vai pagar 120 milhões de euros da sua dívida a partir de Março – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h33)

A TAP vai pagar 120 milhões de euros da sua dívida a partir de Março, pagando uma média de 10 milhões de euros por mês, disse Antonoaldo Neves, CEO da companhia de aviação portuguesa.

Ultimas Noticias