Portugal é “Destino Turístico Acessível” eleito pela Organização Mundial do Turismo

10-09-2019 (20h36)

Foto: www.visitlisboa.com
Foto: www.visitlisboa.com

Portugal é o primeiro país a receber o prémio “Destino Turístico Acessível” da Organização Mundial do Turismo (OMT), informou o Ministério da Economia, que referiu que a distinção foi entregue durante a 23ª Assembleia Geral da agência das Nações Unidas a decorrer em São Petersburgo, Rússia.

O comunicado realça que “Portugal é o único país a receber esta distinção, que é atribuída pela primeira vez este ano pela OMT em parceria com a Fundação ONCE, e que reconhece o esforço de Portugal na promoção da acessibilidade no Turismo”.

O Ministério realça ainda que só na Europa existem 90 milhões de turistas com necessidades específicas de mobilidade, “pelo que esta distinção é muito importante para posicionar Portugal como líder na acessibilidade”.

O comunicado salienta também que “a afirmação de Portugal como país acessível tem sido uma das grandes prioridades deste Governo”, referindo que em 2016 foi lançado o programa All for All, “com o objectivo de capacitar a oferta turística nacional, criar roteiros acessíveis em todo o país, divulgar a oferta acessível de Norte a Sul e promover Portugal como destino inclusivo para todos”.

“Neste contexto foram criados roteiros acessíveis que estão disponíveis no Visit Portugal, desenvolvidos guias de boas práticas e foi lançada uma linha de financiamento específica para apoiar projectos de acessibilidade no Turismo, no âmbito do Programa Valorizar”, diz ainda a informação.

O Ministério da Economia, especifica também que já “foram apoiados 116 projectos, que representam um investimento de 20 milhões de euros, e que receberam um apoio de 14 milhões de euros”, entre os quais cita a criação de acessibilidade no Convento de Cristo, no Castelo de São Jorge, no Palácio Nacional de Mafra ou nas Caves Calém (Vila Nova de Gaia).

“Foi também lançado o portal e a app “Tur4All”, que permite conhecer a oferta hoteleira, de restauração e cultura para pessoas com necessidades específicas de mobilidade em Portugal e Espanha”, prossegue a informação, que refere ainda que “nas Escolas de Turismo, passou a ser incluído nos currículos dos alunos um módulo dedicado ao turismo acessível, com um total de 1.059 alunos formados nesta temática”.

“Além do programa “Praia Acessível”, foi este ano lançado o programa “Festivais + Acessíveis”, que visa distinguir os eventos que apresentem condições de acessibilidade para pessoas com necessidades específicas, como grávidas, seniores, pessoas em cadeira de rodas, invisuais, entre outras”, acrescenta o comunicado, que publica também uma declaração da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho sobre o significado do prémio.

“Esta distinção é recebida com enorme satisfação e é um grande impulso para que Portugal se torne o destino mais inclusivo do mundo. Esta é uma questão de cidadania e este é também um segmento muito importante no Turismo mundial. Ainda há muito a fazer. Quem perde esta carruagem perde o comboio”, diz a declaração.

“Este é o reconhecimento de um trabalho sólido e estruturado que Portugal tem estado a realizar em matéria de promoção de mais e melhor acessibilidades para todos”, diz outra declaração atribuída à secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, que destaca que a linha de financiamento ao Turismo Acessível, o “Programa Mais Acesso, “irá apoiar projectos de promoção das acessibilidades em cerca de 50 municípios num valor global de 15 milhões de euros”.

Adicionalmente, acrescentou, a linha irá apoiar a realização de levantamentos globais das condições de acessibilidade do edificado público, permitindo que o Estado elabore planos plurianuais de melhoria da acessibilidade ao respectivo património.

“Este Governo tem dado passos seguros no sentido de transformar Portugal num verdadeiro país inclusivo. É um caminho sem retorno, pois a isso nos obrigam todos aqueles para quem trabalhamos, sejam eles pessoas com deficiência ou condicionadas na sua mobilidade”, acrescenta a declaração de Ana Sofia Antunes.

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Etihad chega a mais dez destinos com a TAP via Lisboa e Porto

16-10-2019 (16h02)

A Etihad Airways, companhia de aviação do Abu Dhabi, anunciou que vai expandir o code-share com a TAP a mais dez rotas via Lisboa e Porto, a partir do início do fim deste mês, início do chamado Inverno IATA.

AHP perspectiva manter este ano 400 participantes no seu Congresso anual

16-10-2019 (15h32)

O presidente da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Raul Martins, declarou que está previsto repetir este ano os 400 congressistas na reunião anual que organizam para debater o sector e que vai reunir-se em Viana do Castelo.

Congresso da AHP vai discutir como “seduzir Espanha” e captar turistas que gastem mais

16-10-2019 (15h22)

A presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira, anunciou ontem em Lisboa que o próximo Congresso da Associação vai ter um painel sobre a convergência ibérica e tentar perceber se é possível captar espanhóis com mais poder de compra.

Ana Mendes Godinho deixa Secretaria de Estado do Turismo

15-10-2019 (19h15)

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo nos últimos quatro anos, pasta ‘coerente’ com a sua posição de quadro superior do Turismo de Portugal, deixa essa área económica no próximo Governo do primeiro-ministro António Costa, que a ‘faz subir’ a ministra... mas do Trabalho.

Alojamento local faz 27,5% do aumento de proveitos da hotelaria portuguesa em Agosto

15-10-2019 (16h34)

O alojamento local é o segmento do alojamento turístico que mais está a crescer este ano em Portugal, tendo atingido um aumento de proveitos em Agosto, principal mês da actividade turística em Portugal, que equivale a 27,5% do aumento dos proveitos totais do sector.

Noticias mais lidas