Pedro Machado reeleito presidente do Turismo do Centro por mais cinco anos

09-07-2018 (07h55)

Foto: Turismo do Centro de Portugal
Foto: Turismo do Centro de Portugal

O Turismo do Centro será liderado por Pedro Machado nos próximos cinco anos, depois da lista única por si encabeçada ter conquistado 99% dos votos na sexta-feira, dia 6 de Julho.

“Agradeço a confiança reforçada que os autarcas, associações e empresários da região Centro de Portugal manifestaram na lista por mim apresentada, a qual traduz a representação dos 100 municípios, de todas as oito comunidades intermunicipais e dos principais movimentos associativos regionais e nacionais. Estão presentes todos os territórios que compõem a marca Centro de Portugal, ao mesmo tempo que há um aumento da representatividade das várias associações nos órgãos da Turismo Centro de Portugal”, sublinhou Pedro Machado, citado num comunicado.

Para o novo mandato, Pedro Machado diz que as prioridades passam por “consolidar o processo de crescimento turístico da região Centro de Portugal, prosseguindo a estratégia de promoção da marca Centro de Portugal a nível nacional e internacional”.

Pedro Machado quer ainda “reforçar a aposta no turismo religioso, não só o católico, com Fátima, mas também o judaico, muito expressivo em territórios de baixa densidade e de fronteira; apostar noutros nichos de mercado que aproveitem as potencialidades do Centro de Portugal, como são o turismo ativo e desportivo, o turismo cultural e patrimonial ou o turismo de natureza; colocar a sustentabilidade como um desígnio do turismo no Centro de Portugal".

O presidente da entidade assegura querer “apostar decisivamente na qualificação dos agentes, serviços e produtos da área do turismo, de forma a reforçar a qualidade e diversidade da oferta e, através disso, combater a sazonalidade e aumentar a permanência média na região”.

A tomada de posse dos órgãos sociais terá lugar às 15h desta sexta-feira, dia 13, no Hotel Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Mesmo com Brexit ‘à porta’, britânicos foram os turistas que mais despenderam em Portugal em 2018

21-02-2019 (17h54)

Os residentes no Reino Unido, mesmo com o adensar da perspectiva de um ‘divorcio litigioso’ com a União Europeia e apesar de uma quebra no alojamento turístico português, não só se mantiveram em 2018 os líderes em gastos turísticos em Portugal em 2018, como foram os que fizeram o segundo maior aumento.

Portugal teve aumentos a dois dígitos de gastos de turistas de 37 países

21-02-2019 (17h49)

Apesar dos ventos desfavoráveis principalmente na segunda metade do ano, Portugal concluiu 2018 com um aumento médio dos gastos de turistas estrangeiros em 9,6%, com 37 em 62 com dados disponíveis no Banco de Portugal a registarem aumentos a dois dígitos.

Brasil foi o destino com a maior queda de gastos turísticos dos portugueses em 2018

21-02-2019 (16h37)

O Brasil, que enfrentou vários desafios em 2018, nomeadamente uma sucessão presidencial turbulenta, foi o país que teve a maior quebra de gastos turísticos dos portugueses, entre 61 com dados publicados pelo Banco de Portugal, mas conseguiu ainda assim manter-se no Top10 dos destinos.

Gastos dos portugueses em turismo ultrapassam os cem milhões de euros em oito países

21-02-2019 (16h35)

Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos, Bélgica, Itália e Holanda foram os únicos países a somarem mais de cem milhões de euros de gastos turísticos de residentes em Portugal no ano de 2018, de acordo com dados do Banco de Portugal recolhidos pelo PressTUR.

Espanha já fica com praticamente 30% dos gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro

21-02-2019 (15h56)

Espanha atingiu em 2018 a maior parcela dos últimos cinco anos de gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro contabilizados pelo Banco de Portugal, com o montante de 1,39 milhões de euros, que equivale a 29,68% do total.